PUBLICAÇÕES RECENTES

Já está na cadeia homem que teria mandado matar a companheira de olho no seguro de vida

31 de agosto de 2011


Marconio Castro
     O foragido da Justiça, Marconio Antonio Rodrigues Castro, de 32 anos de idade, foi preso pela Polícia Militar na cidade de Carolina, no sul do Maranhão na segunda-feira, 29.
     Ele estava foragido desde 2009 quando teria mandado matar a própria companheira, a costureira Iraneide de Paula Castro, de 34 anos de idade na cidade de Santa Inês, na região central do estado.
     De acordo com a Polícia Civil de Santa Inês, Marconio teria contratado - por 3 mil reais - Heriberto Cabral Silva, conhecido como "Borracha" para forjar um assalto à oficina do próprio mandante, onde Iraneide também ajudava nos serviços, para assassinar a costureira. O que, de fato, aconteceu. Borracha diparou duas vezes contra Iraneide. Um dos tiros acertou no peito e o outro nas costas da vítima. Iraneide morreu no local.
Iraneide de Paula Castro
     Começou então uma intensa investigação da Polícia Civil de Santa Inês - à época comandada pelo Delegado Regional Raimundo Batalha. A polícia seguiu algumas linhas de raciocínio. Hipóteses foram levantadas, entre elas a de latrocínio (roubo seguido de morte).
     Durante as investigações iniciais a polícia descobriu que a vítima tinha um seguro de vida e o beneficiário em uma possível morte da costureira era o companheiro dela, Marconio. Apartir daí as investigações ganharam outro rumo e Marconio passou a ser considerado o principal suspeito. Ele chegou a ser ouvido na delegacia Regional de Santa Inês em 2009, mas não teve preventiva decretada.
Então um novo fato surgiu: Marconio havia pago apenas parte do dinheiro combinado ao "Borracha". A outra parte do dinheiro seria paga depois do fato consumado em local previamente definido. No local marcado para receber a outra parte do dinheiro, pelo serviço, de acordo com depoimento do "Borracha", Marconio o esperava armado e atirou contra ele numa desesperada tentativa de 'queima de arquivo.' Borravha conseguiu escapar com vida e foi preso logo em seguida porque era suspeito de ter cometido outro crime.
Até então a Polícia não sabia da ligação entre Marconio e "Borracha". Acreditando que a polícia havia descoberto todo o esquema e, revoltado com a traição de Marconio, "Borracha" contou toda a história à polícia.
     Marconio deixou a cidade. Dois anos depois do crime, na útima segunda-feira, 29, ele foi preso em Carolina.
     Ele foi trazido para Santa Inês onde foi ouvido nesta quarta-feira, 31 e ficará preso (em local ainda não divulgado) aguardando julgamento.
Borracha fugiu da delegacia.


Secretaria Estadual de Saúde entrega veículos e kits de vigilância sanitária a municípios do interior

17 de agosto de 2011


     A Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão divulgou a entrega de dezessete automóveis, quatro motos, kits de vigilância sanitária e de registro civil (computadores, impressoras, mesas, cadeiras e armários) a prefeituras do interior do estado. Municípios do Vale do Pindaré foram contemplados.
     “Estamos descentralizando as ações e fortalecendo os municípios para exercer o controle das vigilâncias sanitárias e cumprir com o desafio que é melhorar a qualidade da saúde em todo o Maranhão”, justificou o secretário estadual de saúde, Ricardo Murad.
     Os veículos e kits de vigilância sanitária (TV, DVD, mesas para computador e para diretor, cadeira giratória, máquina fotográfica e termômetro infravermelho) serão utilizados nos municípios contemplados para o fortalecimento das ações de vigilância sanitária nessas cidades, que são desenvolvidas pelas prefeituras.
Prefeito de Santa Inês, Robert Bringel, recebendo a chave do veículo
das mãos  do secretário estadual de saúde Ricardo Murad
     Os kits de registro civil, doados em parceria com a Secretaria Estadual de Direitos Humanos, serão utilizados em hospitais municipais e regionais que realizam partos para que os pais possam tirar o registro civil das crianças logo após o nascimento.

     Foram contemplados com automóveis os municípios de Santa Inês, Zé Doca, Araioses, Chapadinha, Codó, Coelho Neto, Grajaú, Alto Alegre do Maranhão, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, São José de Ribamar, Lago da Pedra, Balsas, Presidente Dutra, Rosário, Conceição do Lago Açu e Barreirinhas. As motos foram repassadas para os gestores de Tuntum, Miranda do Norte, Porto Franco e Peritoró.
     Os kits de registro civil serão instalados nos Hospital de Alto Alegre do Pindaré, Unidade Mista de Santa Rita (Anajatuba), Madalena Monteles (Anapurus), Jorge Oliveira (Arari), Veloso Costa (Bacabal), São José (Balsas), São Lucas (Barreirinhas), Adroaldo Alves Matos (Bom Jardim), Pedro Neiva de Santana (Buriticupu), Santa Filomena (Cantanhede), Hospital Regional de Carutapera (Gestão SES), PMC Municipal (Chapadinha), Hospital Geral de Codó, Casa de Saúde e Maternidade (Coelho Neto), Carlos Macieira (Colinas); Hospital das Clínicas (Coroatá), João Costa (Dom Pedro), Santa Marta (Esperantinópolis), Gonzaga Martins (Gonçalves Dias) e Ribeiro Fonseca (Humberto de Campos).
     Também foram contempladas com as centrais de registro, as unidades de Icatu; Adélia Matos (Itapecuru-Mirim), Santa Mônica (Lago da Pedra), Afonso Matos (Matinha), Pedro Vera Cruz Bezerra (Miranda do Norte), Newton Serra (Monção), Paço do Lumiar (Policlínica Maiobão), Pedreiras (Hospital Municipal Geral e Maternidade de Pedreiras), Penalva (Jesus de Nazaré), Presidente Dutra (Biné Soares), Rosário (Unidade Mista), Santa Helena (Dolores Braga Weba), Santa Luzia (Maternidade), Santa Luzia do Paruá (Regional Francisca Melo), Santa Quitéria (Dr. Zeca Moreira), Santa Rita (Maria Helena Freire), São Benedito do Rio Preto (Cassiana Sousa Magalhães), São Bento (Vicente R. Aragão); São João dos Patos (Dr. Celso Rocha Santos), São José de Ribamar, São Mateus (Pronto Socorro), São Raimundo das Mangabeiras (U. M. São Raimundo Nonato), Timbiras (Victoriano Abdalla), Timon (Alarico Nunes Pacheco – gestão SES), Tutóia (Lucas Veras), Urbano Santos (Valdir Melo), Vargem Grande (Benito M. Sousa), Viana (José Murad), Vitória do Mearim (Kalil Moisés da Silva) e Zé Doca (Unidade Mista de Zé Doca).  Com informações da SECOM/MA.

Operação Resgate

"Quem tentar subornar o patrulheiro será preso por corrupção ativa".     

     Depois da troca de comando na Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Santa Inês a fiscalização foi intensificada nas rodovias federais que cortam a região do Vale do Pindaré. Barreiras são realizadas em pontos estratégicos das BR's 316 e 222 em Santa Inês, Bacabal e Araguanã. Os policiais verificam cargas e revistam veículos e condutores.
     A Operação Resgate está sendo realizada com apoio de policiais de Brasília, do Pará e do Piauí.
     Depois da prisão do patrulheiro João Veloso por suspeita de corrupção, a PRF tenta agora resgatar a credibilidade na Região. A operação Resgate não tem data definida para terminar, mas a Superintendente da PRF no Maranhão informou que o pente fino deve durar cerca de 60 dias.
O Chefe de Policiamento da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Santa Inês, Clodoaldo Freire, enfatizou que nenhuma irregularidade ficará impune e disparou: "Quem tentar subornar o patrulheiro será preso por corrupção ativa".

Política da má vizinhança

16 de agosto de 2011

     Moradores do Residencial Pedro Bringel, localizado na periferia de Santa Inês, reclamam de falta d'água. O desabastecimento seria resultado de uma intriga entre vizinhos. A explicação: O abastecimento de água no Pedro Bringel é, de certa forma, responsabilidade dos próprios moradores.
   
     No local existem quatro reservatórios com capacidade de armazenamento para 10 mil litros cada um. A liberação e distribuição dessa água são feitas pelos moradores do Residencial.

     Voltamos ao problema: Em algumas ruas a água não estaria chegando nas torneiras e os moradores das áreas prejudicadas dizem que quem mora na área frontal do conjunto proíbe a distribuição da água aos moradores da outra parte do Residencial. Essa história já rendeu muita confusão na localidade.

     Os moradores das três primeiras ruas, que seriam os "privilegiados", dizem que também sofrem com a falta d'água, mas reconhecem que são mais beneficiados com a atual forma de distribuição da água. O problema continua e pelo menos 100 famílias exigem uma solução imediata. Enquanto isso, a 'picuinha' rola solta no local e vai acabar virando caso de polícia.

Lohane Vekanandre no CQC 3.0


     Lohane Vekanandre Sthephany Smith Bueno de HA HA HA de Raio Laser bala de Icekiss foi a
 convidada especial do programa CQC 3.0. 
Lohane falou sobre Santa Inês e os preconceitos que sofre na cidade."(...)Já 'fui tentada' várias vezes ser linchada." Declarou a entrevistada..
De quebra, ganhou um selinho do apresentador Rafinha Bastos. Veja o vídeo com a entrevista completa.

93% classificaram como ruim ou regular o desempenho do atual prefeito de Santa Inês

     Resultado da enquete realizada pelo Notas do Daniel Aguiar, durante 30 dias, sobre o desempenho da atual administração executiva do município de Santa Inês.

Foi perguntado aos internautas: "Como você classificaria a administração pública municipal de Santa Inês hoje?"



Ótima
   (2%)
 
Boa
   (5%)
 
Regular
   (23%)
 
Ruim
  (70%)
 

     93% das pessoas que votaram classificaram como ruim ou regular o desempenho do atual prefeito de Santa Inês, Raimundo Robert Bringel. Apenas 7% dos que votaram consideram boa ou regular a administração de  Bringel.
Empresário João Rolim
     Terminando seu segundo mandato no fim de 2012, Robert tem pela frente a  missão de emplacar um indicado pelo grupo para sucedê-lo na prefeitura. Os nomes mais cogitados, a princípio, seriam o do empresário, dono da Rede Magnólia, João Rolim e como plano "B", o do também empresário Cirino (Drogavida).
     A oposição deve vir, de novo, encabeçada pelo deputado federal Ribamar Alves (PSB-MA).

Deputado Federal Ribamar Alves

Tudo em casa: Prefeito de Santa Inês contrata seu próprio hospital para o município

15 de agosto de 2011

Retirado de: NetoFerreira.com
Em Santa Inês, mesmo tendo um prefeito médico, a população pobre  vem enfrentando um verdadeiro caos no sistema de saúde do município, após o cancelamento de cinco contratos com hospitais.
Pior, Bringel simplesmente arrendou seu próprio hospital, ‘Tomaz Martins’, por um valor exorbitante para prefeitura de Santa Inês.
O prefeito de Santa Inês, esposo da deputada – e também médica – Vianey Bringel, responde ainda, na Justiça Federal, ação civil pública por ato de improbidade administrativa por malversação de recursos federais, observe abaixo:

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags