PUBLICAÇÕES RECENTES

Prefeitura de Santa Inês fará reunião para normatizar propaganda volante

30 de setembro de 2013

O primeiro passo para o processo de normatização do serviço de propaganda volante em Santa Inês será dado nesta terça-feira, 1° de outubro, com a realização de uma reunião entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e os proprietários de veículos que trabalham com propaganda sonora no município de Santa Inês.

A reunião será coordenada pelo diretor de Controle, Fiscalização e Licenciamento Ambiental, Francisco de Melo da Silva (Bil), e terá início a partir das 15 horas da terça-feira (1°), no auditório da Prefeitura.
Francisco Melo: “Secretaria de Meio Ambiente estabelecerá normas
para propaganda volante” (Foto: Pepero Caldas)
De acordo com Francisco Melo, o objetivo da reunião é tratar assuntos referentes à organização do serviço de propaganda volante no município; horários, locais permitidos e a questão do respeito aos limites máximos de ruídos.

O convite é estendido a todos os proprietários e/ou locatários de carros, motocicletas e bicicletas que atuam no serviço de propaganda volante. “A meta da Semmas é estabelecer normas que regularizem o serviço de propaganda volante, em consonância com a Lei e com o que determinam os órgãos que tratam do meio ambiente”, disse Francisco.

Esse conjunto de medidas atende a determinação do prefeito municipal José de Ribamar Costa Alves no sentido de respeitar o sossego e o bem-estar público no município de Santa Inês.

Por Departamento de Comunicação do Gabinete da Prefeitura

Segue até sexta (27), II Seminário de Ações Estratégicas da Polícia Civil do Maranhão

26 de setembro de 2013



Discutir as ações e estratégias de atuação da Polícia Civil para os próximos dez anos, bem como a padronização dos procedimentos de Polícia Judiciária, visando à otimização na prestação do serviço e a excelência no atendimento e, ainda, um combate mais efetivo da criminalidade em todo o estado, estão entre os objetivos norteadores do II Seminário de Ações Estratégicas da Polícia Civil do Maranhão. 

O encontro é uma promoção da Delegacia Geral de Polícia Civil, e está reunindo, até sexta-feira (27), cerca de 100 profissionais, entre delegados titulares das Distritais, Regionais, Especiais, Especializadas e Plantões de Polícia, além dos da Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAISPs) e das Superintendências. O evento ocorre no Hotel Praia Calhau, na Litorânea.
Delegada Geral, Maria Cristina Resende, destacou a importância do seminário para os investigadores e delegados da Polícia Civil (Foto/Divulgação)

Durante a abertura, o secretário de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes, destacou a importância na realização desses espaços de discussão. “Hoje temos uma Polícia Civil mais focada e preparada, e isso se deve ao planejamento dos seus gestores que estão dando uma nova imagem a Instituição. Os novos investigadores e delegados que serão incorporados encontrarão uma Polícia Judiciária mais motivada e compromissada. O Governo do Estado continuará investindo fortemente na melhoria das condições de trabalho destes profissionais”, pontuou.

O seminário foi dividido em duas etapas. A primeira contemplou um painel de ações da Polícia Civil do Maranhão; e na segunda serão ministradas diversas oficinas, o que está previsto para acontecer nesta sexta-feira (27).

Já a delegada Geral, Maria Cristina Resende, lembrou o empenho dos investigadores e delegados. “Nossos resultados são frutos de muito trabalho dos nossos investigadores e delegados que compõem a Polícia Civil. Este momento no qual estamos nos reunindo é o primeiro passo para que nossas ações tenham resultados muito mais vultuosos dos que estamos apresentando atualmente.”, frisou.

Programação

No primeiro dia de evento foram debatidos os objetivos e ações das superintendências de Polícia Técnica-Científica (SPTC), de Polícia Civil da Capital (SPCC), do Interior (SPCI) e Estadual de Investigações Criminais (Seic). O gestor de cada órgão pontou os resultados e as proposições para a atuação de cada órgão.

Um dos pontos destacados foi à explanação do Sistema Integrado de Gestão Operacional (Sigo). A nova ferramenta vem sendo implantada em todo o estado. O intuito, de acordo com a delegada Maria Cristina, é que um banco de dados seja unificado e que as ocorrências sejam informatizadas em todos os 217 municípios.

Outros temas debatidos foram os projetos de cunho preventivo-social, como os de enfrentamento ao uso de crack, com destaque para as ações deflagradas pela Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAIPS) Oeste e, ainda, o projeto “Delegacia Geral nas Comunidades”, no qual, a Polícia Civil desenvolve palestras dos mais variados assuntos como drogas, álcool, prostituição infantil dentro de cada unidade escolar, sempre focando na prevenção.

Lançamento

Aproveitando a ocasião, o delegado de Polícia, Cleopas Isaias Santos, do 16º Distrito Policial, localizado na Vila Embratel, apresentou o livro de sua autoria “Justa causa para investigação policial”, lançado recente. Além dele, foram apresentadas as diretrizes da Campanha Doze Zero, esta que será oficialmente lançada no próximo mês.

Na sexta-feira (26), acontecerão oficinas temáticas propostas pelos delegados, onde serão explanados temas relacionados à atividade policial.

SSP

Hacker invade site do Jornal Agora Santa Inês


O site do Jornal Agora Santa Inês, um dos principais sítios de notícias de Santa Inê e Região, foi invadido por hacker na tarde desta quinta-feira, 26. O invasor identificou-se pelo pseudônimo de Umimo@, postando a mensagem: "Hacker Umimo@ invade, Agora Santa Inês. Show do Bruno e Marrone estamos ae...kkkkkkkkk". 


Até o momento da publicação deste texto, ao acessar o endereço do site, a imagem que aparece é a exibida acima (foto). http://www.agorasantaines.com.br/

Prefeito de Maracaçumé manda prender pessoas que criticam sua administração


Eleito sob o signo da mudança, o prefeito do município de Maracaçumé Francisco Gonçalves de Souza Lima, o “Chico Velho” prometia durante a campanha eleitoral avanços e modernização para o município, mas desde que assumiu o poder a única ação de sua administração é a implantação de retrocessos e práticas das mais atrasadas e já sepultadas na política do município.


Se não bastassem os atrasos de salários e demissões em massas, o prefeito Chico Velho tentou nessa terça-feira (24) calar a boca do povo no município.

Tentando implantar a Lei da Mordaça, o prefeito mandou a polícia prender todos que falassem mal dele e de sua administração na cidade, no qual a ação encheu a Delegacia de Polícia Civil na cidade.

Uma cena deprimente, deplorável e vergonhoso em pleno século XXI, no qual a única medida do prefeito daquela sofrida cidade significa censura e, por meio dela tentar evitar que a população não fale de seus desmandos administrativos.

Já pensou se a moda pega!

Do blog do Blog do Maycon Alves 

R$ 3 milhões: Santa Inês recebe mais uma parcela de recursos da União

A União liberou parcela de dinheiro referente a setembro para o Estado e os Municípios do Maranhão.


Ao todo, os municípios receberam da União R$ 278.170.327,29 neste mês. 

Santa Inês recebeu quase R$ 3 milhões.

Veja abaixo a parte que cada Município recebeu deste valor transferido pela União no mês de Setembro.

CONFIRA A LISTA COMPLETA:

São Luís 25.093.532,11
Açailândia 3.787.965,15
Afonso Cunha 496.484,56
Água Doce do Maranhão 657.511,20
Alcântara 877.575,23
Aldeias Altas 1.417.612,18
Altamira do Maranhão 562.468,76
Alto Alegre do Maranhão 1.114.060,39
Alto Alegre do Pindaré 1.685.811,46
Alto Parnaíba 527.751,12
Amapá do Maranhão 429.404,64
Amarante do Maranhão 1.703.764,63
Anajatuba 1.109.563,48
Anapurus 931.694,42
Apicum-Açu 870.625,60
Araguanã 689.734,40
Araioses 1.810.831,59
Arame 1.447.928,71
Arari 1.105.755,36
Axixá 597.607,78
Bacabal 2.492.744,59
Bacabeira 788.418,05
Bacuri 942.689,76
Bacurituba 360.464,30
Balsas 2.855.469,06
Barão de Grajaú 773.525,50
Barra do Corda 3.378.671,42
Barreirinhas 2.714.752,10
Bela Vista do Maranhão 693.168,17
Belágua 538.840,69
Benedito Leite 306.482,75
Bequimão 884.101,42
Bernardo do Mearim 319.839,33
Boa Vista do Gurupi 464.513,02
Bom Jardim 1.868.455,35
Bom Jesus das Selvas 1.385.307,81
Bom Lugar 692.374,83
Brejo 1.580.434,38
Brejo de Areia 663.265,44
Buriti 1.671.999,56
Buriti Bravo 1.018.141,00
Buriticupu 2.932.547,27
Buritirana 695.461,66
Cachoeira Grande 537.556,50
Cajapió 511.424,00
Cajari 1.018.251,47
Campestre do Maranhão 663.905,28
Cândido Mendes 995.555,83
Cantanhede 1.165.000,34
Capinzal do Norte 591.029,73
Carolina 992.278,09
Carutapera 1.129.049,69
Caxias 6.147.773,02
Cedral 511.769,12
Central do Maranhão 480.094,45
Centro do Guilherme 639.628,12
Centro Novo do Maranhão 1.085.796,05
Chapadinha 2.877.807,03
Cidelândia 692.820,91
Codó 4.260.780,34
Coelho Neto 2.136.337,07
Colinas 1.420.218,77
Conceição do Lago-Açu 928.783,42
Coroatá 2.484.224,10
Cururupu 1.353.644,93
Davinópolis 640.806,24
Dom Pedro 1.001.431,53
Duque Bacelar 708.296,05
Esperantinópolis 848.771,03
Estreito 1.474.070,98
Feira Nova do Maranhão 457.938,13
Fernando Falcão 496.951,61
Formosa da Serra Negra 904.297,75
Fortaleza dos Nogueiras 620.538,00
Fortuna 810.827,18
Godofredo Viana 504.633,56
Gonçalves Dias 874.601,31
Governador Archer 623.511,94
Governador Edison Lobão 774.623,13
Governador Eugênio Barros 827.340,77
Governador Luiz Rocha 432.174,32
Governador Newton Bello 530.755,61
Governador Nunes Freire 1.370.484,26
Graça Aranha 340.638,53
Grajaú 2.980.062,67
Guimarães 505.994,26
Humberto de Campos 1.564.410,44
Icatu 1.250.259,61
Igarapé do Meio 881.695,33
Igarapé Grande 565.845,29
Imperatriz 7.468.516,37
Itaipava do Grajaú 731.490,73
Itapecuru Mirim 2.719.896,22
Itinga do Maranhão 1.264.153,77
Jatobá 472.030,53
Jenipapo dos Vieiras 762.578,42
João Lisboa 1.017.891,98
Joselândia 709.073,88
Junco do Maranhão 398.036,44
Lago da Pedra 1.845.303,43
Lago do Junco 550.252,19
Lago Verde 827.398,34
Lagoa do Mato 603.624,38
Lagoa dos Rodrigues 490.508,46
Lagoa Grande do Maranhão 714.829,25
Lajeado Novo 393.180,43
Lima Campos 532.865,64
Loreto 552.498,53
Luís Domingues 389.737,06
Magalhães de Almeida 1.109.469,00
Maracaçumé 966.076,06
Marajá do Sena 524.270,80
Maranhãozinho 782.669,72
Mata Roma 1.017.075,48
Matinha 1.044.539,98
Matões 1.602.418,10
Matões do Norte 1.027.467,99
Milagres do Maranhão 423.184,20
Mirador 796.397,30
Miranda do Norte 1.276.237,64
Mirinzal 631.975,57
Monção 1.606.773,52
Montes Altos 404.712,10
Morros 1.004.730,20
Nina Rodrigues 641.831,31
Nova Colinas 359.856,77
Nova Iorque 287.532,22
Nova Olinda do Maranhão 1.111.778,44
Olho D’Água das Cunhãs 993.143,13
Olinda Nova do Maranhão 719.961,75
Paço do Lumiar 2.643.686,09
Palmeirândia 952.405,70
Paraibano 915.788,61
Parnarama 1.595.766,61
Passagem Franca 948.183,27
Pastos Bons 837.149,32
Paulino Neves 1.046.597,23
Paulo Ramos 1.133.553,29
Pedreiras 1.424.137,28
Pedro do Rosário 1.534.528,33
Penalva 1.649.677,06
Peri Mirim 641.089,70
Peritoró 1.006.382,08
Pindaré Mirim 2.149.397,02
Pinheiro 2.919.752,28
Pio Xii 1.351.558,60
Pirapemas 1.072.465,80
Poção de Pedras 1.060.875,19
Porto Franco 1.116.536,90
Porto Rico do Maranhão 368.469,17
Presidente Dutra 1.458.245,38
Presidente Juscelino 647.376,94
Presidente Médici 406.039,06
Presidente Sarney 996.026,58
Presidente Vargas 724.129,02
Primeira Cruz 892.503,88
Raposa 1.154.915,32
Riachão 932.876,28
Ribamar Fiquene 426.382,11
Rosário 1.495.389,49
Sambaíba 342.627,14
Santa Filomena do Maranhão 426.544,91
Santa Helena 1.717.820,64
Santa Inês 2.938.175,51
Santa Luzia 3.060.866,03
Santa Luzia do Paruá 1.110.843,95
Santa Quitéria do Maranhão 1.654.803,89
Santa Rita 1.482.539,61
Santana do Maranhão 671.673,32
Santo Amaro do Maranhão 736.665,46
Santo Antônio dos Lopes 830.394,39
São Benedito do Rio Preto 921.464,92
São Bento 1.625.973,03
São Bernardo 1.298.160,65
São Domingos do Azeitão 406.427,51
São Domingos do Maranhão 1.600.877,32
São Félix de Balsas 306.829,23
São Francisco do Brejão 517.819,66
São Francisco do Maranhão 540.550,05
São João Batista 1.101.266,22
São João do Carú 1.001.523,52
São João do Paraíso 576.226,26
São João do Soter 1.127.349,77
São João dos Patos 1.066.612,61
São José de Ribamar 5.062.159,07
São José dos Basílios 421.024,89
São Luís 25.093.532,11
São Luís Gonzaga do Maranhão 1.177.913,85
São Mateus do Maranhão 1.501.027,90
São Pedro da Água Branca 605.112,88
São Pedro dos Crentes 337.940,31
São Raimundo das Mangabeiras 827.792,25
São Raimundo do Doca Bezerra 409.763,51
São Roberto 449.801,05
São Vicente Ferrer 876.827,95
Satubinha 467.934,42
Senador Alexandre Costa 599.543,10
Senador La Rocque 997.579,47
Serrano do Maranhão 631.268,32
Sítio Novo 900.234,52
Sucupira do Norte 533.638,50
Sucupira do Riachão 334.421,38
Tasso Fragoso 460.829,24
Timbiras 1.182.054,32
Timon 6.072.255,94
Trizidela do Vale 921.507,29
Tufilândia 448.835,15
Tuntum 1.644.758,94
Turiaçu 1.841.101,43
Turilândia 1.110.225,13
Tutóia 2.685.671,07
Urbano Santos 1.108.061,41
Vargem Grande 2.172.458,53
Viana 1.968.409,98
Vila Nova dos Martírios 562.158,56
Vitória do Mearim 1.437.787,06
Vitorino Freire 1.398.689,54
Zé Doca 2.125.615,79

Opinião - O sepultamento do São Benedito



- "Fomos sepultar um corpo e encontramos ossadas de outro no ato da abertura da cova." Quem mora em Santa Inês já deve ter ouvido relato semelhante. Ou mesmo: - O corpo foi enterrado onde era um corredor. Declarações como estas revelam, há tempos, que realizar um sepultamento no Cemitério São Benedito, em Santa Inês, é uma missão complicada e sinistra.

A superlotação do São Benedito e a falta de manutenção do mesmo são temas recorrentes na imprensa de Santa Inês. Não necessariamente nas proximidades do Dia de Finados, o assunto sempre volta à tona. Nesta semana, um corpo foi desenterrado depois de ter sido sepultado em um túmulo errado e, em seguida enterrado novamente em outro local do cemitério. É que, por engano, o corpo havia sido sepultado no túmulo onde outra família enterra seus parentes há mais de 50 anos. Revoltada com a situação, a família proprietária do jazigo retirou o caixão.

A notícia foi destaque na imprensa local e repercutiu no G1 nesta quarta-feira, 25. Corpo é enterrado duas vezes no mesmo cemitério, em Santa Inês, MA. Essa foi a chamada da matéria, compartilhada em dezenas de blogues e sites do país. 

Vergonha...

O cemitério é de responsabilidade da prefeitura. E, desde a última gestão municipal, fala-se na construção de outro cemitério. Assim sendo, a cobrança é legítima: O que está faltando, senhor Ribamar Alves, para que o novo cemitério de Santa Inês saia do papel? Ressalte-se que, em outubro de 2012, a Câmara discutiu amplamente o assunto e o então prefeito, Roberth Bringel, comprou um terreno três vezes maior que o do São Benedito - localizado entre a Cutia Pelada e o povoado Barradiço, destinado à construção do novo cemitério. O que intriga é que, ainda assim, corpos são enterrados sobre corpos no São Benedito. Este, além de superlotado, está sujo, sem corredores e parcialmente destruído. Claro abandono do poder público e latente desrespeito às famílias e aos mortos. 

O Cemitério São Benedito morreu e está em avançado estado de decomposição - a céu aberto - e o prefeito insiste em não sepultá-lo com dignidade.




OPINIÃO - O silêncio de Walber Furtado

25 de setembro de 2013

OPINIÃO
O - nem tão novo assim - movimento grevista de servidores da Saúde de Pindaré-Mirim segue firme mantendo a - também não nova - pauta de reivindicações da categoria: basicamente, salários em dia e divulgação imediata da tabela de pagamento. 

Mantendo a linha da falta de novidades no pequeno município banhado pelo Pindaré, seguimos afirmando que o prefeito Walber Furtado mantém a ausência de sons audíveis relacionados a uma possível tentativa de resolver o problema. Silêncio total e absoluto que chega a doer nos ouvidos dos prejudicados.

De sol a sol um grupo de grevistas concentra-se na frente da Secretaria de Saúde, bem próximo ao prédio da prefeitura, de braços cruzados, à espera de uma resposta que a cada dia parecia estar mais longe de chegar. PARECIA. Quebrando ao meio o gélido protocolo aparentemente imposto pela atual administração de manter-se longe do diálogo, eis que surge uma voz firme, ecoando a partir de um pequeno cubículo da Secretária de Saúde e que, aos poucos, ganha as ruas do município de Pindaré.

A aparentemente frágil secretária Kerliana Sena Silva desabafou: "(...) Não preciso puxar o saco de ninguém. Tenho todo respeito pelo Dr. Walber, mas não posso aceitar as mazelas da administração (...)". O grito não foi direcionado ao prefeito, mas deixou claro que qualquer doutrina beirando-o-autoritarismo sufoca até o lado mais forte da corda. Isso, a médio prazo, certamente, vai implodir toda a estrutura montada - com muito esmero, diga-se de passagem - por uma equipe que dizia-se capaz de administrar para o povo.

Walber pode não ter ouvidos para os clamores dos servidores insatisfeitos mas, certamente, os tem para o que dizem seus secretários. Kerliana Silva pode levar uns "puxões de orelha" (imagina-se), mas pode também ser ainda mais respeitada, essencialmente, como cidadã pindareense. E, partindo deste pressuposto, os trabalhadores pindareenses terão suas reivindicações atendidas.

É preciso sentar e dialogar, prefeito. Porque costas viradas, de verdade, poderão ser vistas aos milhares (cerca de 23 mil) - e isso não é novidade nenhuma em Pindaré - daqui há três anos.




Delegados de Polícia Civil participam de seminário de ações estratégicas

Nesta quinta-feira (26) e na sexta-feira (27), a Delegacia Geral de Polícia Civil promove o II Seminário de Ações Estratégicas da Polícia Civil do Maranhão. Participam 85 profissionais, entre eles, delegados titulares das distritais, Regionais, Especializadas e Plantões de Polícia, além dos de Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (SAISPs) e das Superintendências.

O seminário tem por objetivo promover discussões sobre as ações da Delegacia Geral e a construção de um documento intitulado proposições estratégicas de ações para o biênio 2014/2015.

Na pauta de discussão assuntos como padronização de conduta visando a otimização do serviço e excelência no atendimento, observância das normas editadas pela Delegacia Geral, valorização, motivação e integração dos profissionais, apresentação de sugestões para as ações a serem desenvolvidas pela Polícia Civil.

Durante o seminário serão discutidas ainda a qualificação das práticas de trabalho, disseminação das boas práticas e ações implantadas e em desenvolvimento, além do estreitamento e fortalecimento da relação DG/Delegacias e órgãos integrantes da Segurança Pública.

O Seminário será dividido em duas etapas. A primeira contemplará um painel de ações da Polícia Civil do Maranhão e na segunda serão ministradas diversas oficinas.

SSPMA

Fortalecendo Parcerias: Sebrae de Santa Inês comemora 20 anos


Para comemorar duas décadas desde a criação da Unidade Regional em Santa Inês, o Sebrae realizará a palestra "Fortalecendo Parcerias e Enriquecendo Laços" na noite desta quinta-feira, 26. O evento será realizado no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), localizada na Rua Nova, no Centro de Santa Inês, às 19h


Estradas vicinais de Alto Alegre do Pindaré serão recuperadas

Uma parceria firmada entre a Prefeitura de Alto Alegre do Pindaré e o Governo do Maranhão vai beneficiar cerca 110 famílias que vivem essencialmente da agricultura familiar em Alto Alegre. Serão recuperados trechos entre a sede do município e os povoados Mineirinho, Auzilândia e Altamira, perfazendo uma extensão de 22 km de estradas. A obra de recuperação da estrada vicinal prevê serviços de terraplenagem e pavimentação de trechos importantes para o escoamento da produção local. 

Povoado Mineirinho. Mais de 100 famílias serão beneficiadas com a obra
(Foto/Fernando Cunha)
Os serviços serão executados com recursos da ordem de R$ 519.964,37, com contrapartida de R$ 25.998,22 da prefeitura.

Outros municípios também serão contemplados com serviços de recuperação de vias, tais como Joselândia, Loreto, Nova Colinas, Apicum-Açu, São Raimundo do Doca Bezerra, Marajá do Sena e Sambaíba. A ação é coordenada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes).

Segundo o titular da Sedes, secretário Fernando Fialho, a ação visa o fortalecimento da infraestrutura de apoio à produção, por meio da construção e melhorias de estradas vicinais e caminhos de acesso, tendo em vista o objetivo maior do Governo do Estado de superar a extrema pobreza no estado e de elevar a renda no meio rural.


Mapa da geração de empregos formais na Região do Vale do Pindaré

Em agosto deste ano, o Maranhão gerou 3.535 vagas de emprego formal, o segundo melhor resultado para o mês nos últimos dez anos. No acumulado do ano, de janeiro a agosto, 6.101 novos postos de trabalho foram gerados no Maranhão. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

As cidades de São Luís (1.470) e Coelho Neto (1.397) foram as que tiveram maior destaque no desempenho, motivadas pela abertura de novos supermercados em São Luís e contratação para a safra de cana de açúcar, na região dos Cocais.

O Notas do Daniel Aguiar fez um balanço do desempenho de cidades da Região Centro-Oeste do estado. Confira a relação abaixo. 


As informações são do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).















Mais sobre o assunto

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (20) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em agosto foram gerados 127.648 empregos formais no país, um crescimento de 0,32% se comparado ao mês anterior.



No acumulado do ano, o emprego cresceu 2,72%, representando o acréscimo de 1.076.511 postos de trabalho. Nos últimos 12 meses foram gerados 937.518 postos, uma elevação de 2,36%. Se analisarmos o comportamento do emprego de janeiro de 2011 a agosto de 2013, a elevação foi de 10,54%, com abertura de 4.686.790 postos de trabalho no país.

Segundo análise de equipe técnica do MTE, o resultado aponta um maior dinamismo do mercado de trabalho formal. As admissões atingiram 1.845.915 contra 1.718.267, desligamentos. O saldo de 127.648 empregos superou os 100.938 gerados em agosto do ano passado.

O bom desempenho se refletiu em seis dos oito setores da economia, com destaque para o setor de Serviços, que gerou 64.290 mil postos de trabalho, seguido do Comércio, com aumento de 50.070 postos, a Indústria de Transformação, com 11.347 postos, e a Construção Civil, com 11.165 novos empregos.

Os setores que apresentaram declínio foram a Agricultura, com perda de 12.092 postos e o setor de Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP), com queda de 448 postos.








Feto é encontrado em banheiro de shopping em São Luís

Um feto de, aproximadamente, 5 meses foi encontrado no banheiro do Rio Anil Shopping, no bairro do Turu, na manhã desta quarta-feira (25). O feto foi encontrado por funcionários do setor de limpeza do shopping, e estava dentro de uma caixa de papelão, no primeiro piso. A direção do Instituto Médico Legal (IML) confirmou a informação e já enviou peritos para o local. As informações são do G1 MA.

Segundo a polícia, imagens do circuito interno de TV serão utilizadas para identificar o autor do crime. A assessoria do shopping emitiu nota oficial sobre o ocorrido até o fim da manhã.

Veja a nota na íntegra:

"O Rio Anil Shopping vem por meio de nota esclarecer que está colaborando com as autoridades para dar o suporte necessário às investigações referentes ao caso. A emissão de laudo e parecer sobre o fato cabem à polícia civil, que esteve no local na manhã desta quarta-feira, 25, para realização de perícia técnica".

Santa Inês: Semana do Idoso é realizada a partir desta quinta-feira, 26


A partir desta quinta-feira (26), até a próxima terça-feira (01/10), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania de Santa Inês e o Centro de Referência da Assistência Social (Cras/Santa Inês) estarão promovendo a Semana do Idoso 2013.

A programação é diversificada com atividades recreativas todos os dias das comemorações da Semana do Idoso. Além disso, na segunda-feira (30), haverá também o "Dia da Beleza", com ação social para a terceira idade. 

A coordenação dos trabalhos está sob a responsabilidade do serviço de assistência social do Centro de Convivência Tia Militana, que fica localizado na Rua Falcão, Parque Santa Cruz.

SOBRE O DIA DO IDOSO
Fonte: IBGE

No Brasil, o Dia do Idoso é comemorado na mesma data do Dia Internacional do Idoso, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) na Assembleia Mundial sobre o Envelhecimento, realizada em 1982, na Áustria. Assim, a Lei nº 11.443, de 28 de dezembro de 2006, além de instituir o dia 1º de outubro para as comemorações, determina que os órgãos públicos responsáveis pela coordenação e implementação da Política Nacional do Idoso se responsabilizem pela realização e divulgação de eventos que valorizem a pessoa idosa na sociedade.

Dados do Censo Demográfico 2010, realizado pelo IBGE, revelaram um aumento da população com 65 anos ou mais, que era de 4,8% em 1991, passando a 5,9% em 2000 e chegando a 7,4% em 2010.

CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO DAS COMEMORAÇÕES EM SANTA INÊS

QUINTA-FEIRA – 26/09
9h00 – Missa
10h30 – Café da manhã
12h00 – Almoço
15h00 – Dança dos idosos

SEXTA-FEIRA – 27/09
Viagem para Lago do Caboclo Morto

SÁBADO – 28/09
08h00 – Café da manhã
16h00 – Apresentação de Capoeira

DOMINGO – 29/09
08h00 – Culto
09h00 – Café da manhã
16h00 – Tambor de Crioula

SEGUNDA-FEIRA – 30/09
08h00 – Café da manhã
09h00 - Dia da Beleza
16h00 – Cacuriá

TERÇA-FEIRA – 01/10
08h00 – Lanche
08h30 – Caminhada com saída na Praça Santo Antonio

Por Notas do Daniel Aguiar
Com informações do Departamento de Comunicação do Gabinete da Prefeitura

Operação Usura II: Pacovan é detido pela PF

A Polícia Federal deteve na manhã desta quarta-feira (25), o empresário Josival Cavalcanti Silva, mais conhecido como Pacovan. O empresário foi preso na Operação Usura II que investiga o desvio de recursos públicos de prefeituras do Maranhão e o envolvimento com crime de agiotagem. De acordo com informações do Blog do Zeca Soares, a esposa de Pacovan também teria sido presa durante a Operação.


A operação é resultado de investigações iniciadas pela Polícia Civil do Maranhão após a execução do jornalista Décio Sá, em abril do ano passado, em um bar na Avenida Litorânea, em São Luís.

A Polícia Federal cumpriu 19 mandados de busca e apreensão, além de mandados de condução coercitiva. De acordo com a Polícia Federal pelo menos R$ 7 milhões teriam sido desviados.

Em São Luís foram cumpridos três mandados de condução coercitiva. Ao todo estão sendo investigadas sete pessoas investigadas na capital. No interior são nove mandados de condução coercitiva em Bacabal, dois no município de Zé Doca e um em Caxias.

Deputado André Fufuca solicita implantação do SAMU em Santa Inês e Raposa

24 de setembro de 2013

O deputado estadual André Fufuca (PSD) solicitou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão, por meio de Indicação, que encaminhe ofício ao governo do Estado para que este, em caráter de urgência, determine à Secretaria de Estado da Saúde a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) nos municípios de Raposa e Santa Inês. 

Para André Fufuca, "a implantação desses serviços será uma oportunidade a mais para os cidadãos chegarem mais rápido à unidade de saúde mais próxima e receberem o atendimento médico adequado. Duas importantes obras que irão beneficiar não apenas essas cidades, mais toda a Região ao seu redor", enfatizou o deputado, via Facebook, na noite desta terça-feira, 24.

Alto Alegre do Pindaré: estudantes de escolas públicas participam de Torneio de Xadrez



A Secretaria Municipal da Educação de Alto Alegre do Pindaré (Sedap) realizou o XI Torneio de Xadrez do “Projeto Xadrez nas Escolas”. O evento ocorreu no pátio da Escola Jerônimo Pinheiro e contou com a participação das escolas municipais Jerônimo Pinheiro, Anna Maria Patello Saldanha e Raquel de Queiroz, do Povoado Morada Nova.

De acordo com o professor de Xadrez, Cleberson Pereira, que coordena o Projeto de "Xadrez na Escola", o Projeto é responsável por estimular a auto-estima, a competição saudável e o trabalho em equipe, além de proporcionar prazer em seu estudo e prática.


Na disputa, a Escola Raquel de Queiroz conquistou o 1º e 2º Lugares, a Anna Maria Patello Saldanha o 3º e a Escola Jerônimo Pinheiro ficou com o 4º.

Por Civaldo Lopes

Segue até quinta-feira (26) mais um Mutirão da Catarata em Santa Inês



A Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Governo do Estado, realiza nos dias 24, 25 e 26 deste mês mais um Mutirão de Combate à Catarata em Santa Inês. A estimativa da Secretaria é atender 600 pessoas com idade acima de 40 anos. Deste total, até 300 serão submetidas à cirurgia, 100 a mais do que no primeiro Mutirão realizado entre os dias 15 e 17 de agosto deste ano.

O atendimento será iniciado com a triagem na Escola Municipal Maria Martins Bringel durante todo o dia 24. A partir das 14 horas, todas as pessoas diagnosticadas com a doença já serão encaminhadas ao Centro Cirúrgico do Hospital Tomaz Martins, onde serão operadas. Nos dias 25 e 26 as cirurgias serão realizadas ao longo do dia.

Centenas de pessoas foram atendidas no Mutirão da Catarata
realizado em agosto deste ano
A intenção da Secretaria de Saúde é dar o máximo de celeridade no atendimento aos pacientes. Desta vez, a equipe é maior do que a do mutirão anterior. Serão dois oftalmologistas fazendo a triagem e 3 cirurgiões. Outra medida nesse sentido é o agendamento antecipado.

As pessoas interessadas em serem atendidas no Mutirão devem procurar a Secretaria de Saúde (anexa ao Centro de Saúde Djalma Marques), portando documentos pessoais e comprovante de residência, além dos originais. É necessária a apresentação de duas cópias de cada documento para marcar a consulta.

Também no Mutirão, as pessoas serão examinadas contra o Glaucoma. De acordo com o secretário de Saúde, Thiago Lima Alves, caso a pessoa seja diagnosticada com a doença, ela receberá todo o medicamento necessário para o tratamento.

Fonte: Departamento de Comunicação do Gabinete da Prefeitura

Santa Inês vai ganhar mais uma Unidade Prisional

O Governo do Estado, com apoio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), construirá quatro unidades Penitenciárias no interior do Maranhão, além de um presídio de segurança máxima em São Luis. No interior, a proposta é que sejam erguidas unidades nos municípios de Santa Inês, Timon, Pinheiro e Brejo.

Conforme informações da Assessoria de Planejamento (Asplan) da Sejap, cada unidade terá 306 vagas, totalizando 1.024. Além da construção, também serão reformados e ampliados cinco Unidades de Ressocialização Regional no interior. Entre os quais os dos municípios de Balsas, Açailândia, Pedreiras e Coroatá, somando mais 725 novas vagas em todo o Sistema Penitenciário estadual.

Até o final de novembro deste ano, está prevista a entrega da Unidade de Ressocialização Regional de Imperatriz, abrindo mais 300 vagas na Região Tocantina.

Presidente da CCL, Francisco de Salles Baptista, recebe
documento do secretário Sebastião Uchôa
(Foto/Clayton Monteles)
A documentação para a deflagração do processo licitatório que resultará na construção de um presídio de segurança máxima em São Luís e de demais unidades no interior do estado foi entregue no final da tarde de quarta-feira (18), pelo secretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa, ao presidente da Comissão Central de Licitação do Estado (CCL), Francisco de Salles Baptista. A proposta da Sejap é que até dezembro de 2014, um total de 2.099 novas vagas sejam abertas no Sistema Penitenciário maranhense.

O documento visa à instalação do Presídio de Segurança Máxima, que será construído na zona rural de São Luís e garantirá 150 novas vagas no Sistema Penitenciário do Maranhão. Será instalado em área na altura do km 15, da BR-135, em um terreno de 67.206,71 m².

Construído para atender as necessidades do Sistema, vai dispor de celas e corredores adaptados para portadores de necessidades especiais, área para visitas íntimas e local amplo para o banho de sol. As celas, arejadas e bem iluminadas, serão de tamanhos variados, comportando de 2 a 8 internos.

Uchôa detalhou que o objetivo é aumentar o número de vagas em presídios do estado. “Queremos ampliar o total de vagas para que amenizemos, de forma considerável, o problema da superlotação”, pontuou o secretário.

Ainda de acordo com ele, a documentação apresentada atende a todos os critérios e exigências desse tipo de procedimento. O objetivo é garantir rapidez ao processo. “Com a abertura dessa unidade, o sistema na capital ficará numa situação mais tranquila, além de deflagrarmos em definitivo o processo de descentralização da Execução da Pena em matéria de gestão, com a ampliação do parque penitenciário no Maranhão”, reforçou.

A presidente da Comissão Setorial de Licitação da Sejap, Tânia Viegas, explicou que o processo será submetido, ainda, a última análise do relator da Comissão Central de Licitação do Estado. Após a avaliação, este passará o processo à Comissão de Licitação. “Desde que esteja conforme os procedimentos do Código de Licitação do Estado, o processo será aprovado e a divulgação será imediata”, informou ela.

Fonte: Sejap
Editado por Notas do Daniel Aguiar

Falta d'água: aumento da frota de caminhões-pipa ameniza mas não resolve

Prefeitura disponibiliza mais um caminhão para auxiliar no abastecimento de água em Santa Inês

- Fornecimento diário gira em torno de 300 mil litros d’água

A precariedade no sistema de abastecimento de água por parte da concessionária responsável pelo serviço no município de Santa Inês, a CAEMA, revolta moradores dia após dia. Jovens, idosos e crianças sofrem com o desabastecimento. Falta água para beber, banhar e até para as atividades domésticas básicas, como lavar louças, por exemplo. Vale ressaltar a aparente preocupação da equipe técnica à frente da CAEMA no município, mas é evidente a falta de estrutura e equipamentos para manter a coisa funcionando.

Diante dos transtornos, a prefeitura acaba tomando para si parte da responsabilidade pelo abastecimento de água, buscando amenizar o sofrimento de milhares de famílias. Obrigação moral. Ameniza, mas ainda não resolve.

A atual administração permanece com caminhões-pipa fazendo a distribuição em parte do Centro e vários bairros de Santa Inês.


Para reforçar ainda mais a frota de veículos que fazem a rotina de abastecimento, a prefeitura disponibilizou esta semana mais um caminhão. Um modelo novo com capacidade para 15 mil litros de água. Inclusive, esse veículo juntou-se aos demais no trabalho de controle a um incêndio ocorrido no Centro da cidade.

De acordo com o diretor do Departamento de Águas da Prefeitura de Santa Inês, Gleidson Câmara, esse caminhão junta-se aos demais, que permanecerão fazendo o abastecimento por tempo indeterminado, já que a orientação do prefeito José de Ribamar Costa Alves é de que seja feito o máximo possível para manter a população abastecida de água potável.

Ele explica que o caminhão recém-chegado, juntamente com os outros três já existentes, alternam uma escala pelo Centro da cidade e bairros afetados, distribuindo água de acordo com a necessidade dos moradores. “Um grande número de pessoas passa atualmente pelo problema da falta de água em Santa Inês e isso dificulta o nosso trabalho. Mas contamos com a compreensão da população, pois eles sabem do esforço do prefeito para manter o abastecimento, onde diariamente são distribuídos cerca de 300 mil litros d’água”, diz Gleidson Câmara.

Por outro lado, para por fim a esse desconforto pelo qual passa a população de Santa Inês, a Prefeitura elaborou Projeto de Lei, que já foi aprovado pela Câmara de Vereadores, criando o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), órgão que administrará o serviço de abastecimento no município.

Agora, caro prefeito, tá na hora de fazer o sistema de abastecimento de água funcionar de fato.

Por Notas do Daniel Aguiar
Com informações do Departamento de Comunicação do Gabinete da Prefeitura
Fotos: Carlos Pires

Sobre a reforma do prédio do Centro de Especialidades Odontológicas de Santa Inês


A Secretaria de Saúde de Santa Inês está realizando um trabalho emergencial de recuperação das instalações do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), localizado na Rua Abraão Barros, bairro Aeroporto.

De acordo com o coordenador de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, Alexandre Dias Andrade, a reforma acontece com o objetivo de readequar a estrutura do prédio, já que as instalações não estavam apropriadas para receber os pacientes.

Alexandre explica que o atendimento está suspenso e será retomado após a conclusão da reforma, com previsão para o dia 14 de outubro.

Departamento de Comunicação do Gabinete da Prefeitura
Fotos: Alex Carlos

Sebrae/Santa Inês participa de visita técnica a cooperativa em Açailândia

A criação de uma cooperativa de crédito faz parte da missão.


Um grupo formado por empresários e analistas da unidade regional do Sebrae em Santa Inês visitaram o município de Açailândia para missão técnica de conhecimento da cooperativa de crédito Siccob-Credima. A cooperativa funciona há cinco anos na cidade. A visita ocorreu na última quinta-feira,19.

A missão, liderada pelo gerente da regional do Sebrae Santa Inês, Aluízio Muniz; e pelo presidente da Associação Comercial do Município, Fernando Vicente, busca subsídios técnicos para a implantação de uma cooperativa de crédito em Santa Inês.

O sistema funciona com êxito em Açailândia, promovendo bons resultados aos seus associados, a exemplo do que acontece também em Grajaú – onde vários empreendedores são atendidos pelo sistema. “Queremos conhecer a cooperativa de crédito, conversar com os seus dirigentes, com vistas a colher informações para criação de um banco voltado para os comerciantes de pequenos negócios de Santa Inês, nos mesmos moldes”, informou Muniz, acrescentando ainda que a Credima faz parte do Sicoob, considerado o maior Sistema de Cooperativas de Crédito do país e tem como missão gerar soluções financeiras adequadas e sustentáveis aos associados e suas comunidades.


A diretoria da Cooperativa de Crédito Rural da Região da Pré-Amazônia –Credima em Açailândia, recebeu a comitiva de Santa Inês, para repassar informações e falar dos resultados obtidos a partir das linhas de créditos disponibilizadas aos seus sócios.

Entre os serviços oferecidos está uma linha completa de produtos e serviços bancários, tais como: conta corrente/poupança, aplicações financeiras, cartão de crédito, débito automático, crédito Sicoob, conta capital, previdência complementar, seguros, consórcios, domicílio bancário, pagamento de contas, internet banking, e cobrança bancária.

Aniversário da Regional – Como parte das comemorações dos 20 anos da unidade regional do Sebrae emSanta Inês, na próxima quinta-feira (26), será realizada uma palestra para a classe empresarial, imprensa e convidados. O evento, intitulado “Fortalecendo Parcerias e enriquecendo laços”, terá como palestrante a consultora do Sebrae Maranhão, Mirtes Moraes e acontecerá no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas, a partir das 19h00.

Durante o encontro será feito um balanço das ações desenvolvidas pelo Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas na região, destacando as parcerias e os resultados obtidos por meio do trabalho direto com os comerciantes de pequenos negócios nas sedes dos municípios e na área rural. Atualmente a regional do Sebrae em Santa Inês atende a 36 municípios no Vale do Pindaré, Baixada Ocidental e regiões do Alto Turi e Gurupi.

Informações e fotos: Sebrae/Santa Inês
Editado por Notas do Daniel Aguiar

COMEFC intensifica audiências no interior do estado

17 de setembro de 2013



O Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão(COMEFC), realizou neste final de semana, três audiências públicas nos municípios impactados pela ferrovia Carajás. A comitiva do consórcio passou pelos municípios de Itinga, Vila Nova dos Martírios e Cidelândia. Os encontros serviram para discutir a necessidade de melhoria na qualidade de vida dos moradores das comunidades que margeiam a ferrovia.

Nas três audiências, mais de 700 pessoas participaram e entenderam as pautas reivindicadas pelo consórcio em favor das mais de 450 mil famílias afetadas. Em Vila Nova dos Martírios, a presidente do COMEFC, Cristiane Damião, disse que o consórcio já é considerado a maior luta política dos últimos 50 anos. “Não entramos nessa luta para ganhar migalhas, estamos perseverando por aqueles que sofrem com as mazelas deixadas por esta ferrovia. Passamos por momentos muito difíceis em nossos municípios, mas estamos esperançosos que esse cenário irá evoluir”, disse a presidente.


Nas três audiências, estiveram presentes: A prefeita de Bom Jardim, Lidiane Rocha; a prefeita de Vila Nova dos Martírios, Karla Batista; a prefeita de Itinga, Vete Botelho; o prefeito de Cidelândia, Ivan Antunes; o prefeito de São Pedro D’Água Branca, Vanderlúcio; a prefeita de Bom Jesus das Selvas, Cristiane Damião; além dos vereadores, secretários, equipe técnica MCM consultoria, lideranças comunitárias e religiosas e comunidade em geral.

A prefeita de Itinga, Vete Botelho, explicou que a Vale S.A nunca havia dado respostas sobre os questionamentos levantados pelas comunidades. “Antes nós tínhamos apenas diálogos isolados, sem qualquer retorno. Hoje, podemos afirmar que estamos caminhando para novos tempos, mudanças estão por vir”, falou a prefeita.

Já a prefeita Karla Batista, disse que, de nada adiantaria existir a extração de minério de ferro e outros produtos no estado do Pará, se o Maranhão não cedesse o solo para a VALE passar com suas riquezas. “Precisamos ser ressarcidos de forma unitária. A riqueza só chega aos outros países se o Maranhão ceder seu espaço. Enquanto isso, um rastro de miséria é deixado em nossas cidades. É por isso que o consórcio almeja alavancar a saúde, a renda e a qualidade de vida do nosso povo”, concluiu Karla.

O anfitrião do município de Cidelândia, Ivan Antunes, falou que a riqueza é do Brasil, por isso não é justo continuarmos aceitando ofertas de momento, é preciso valorizar e investir em ações a médio e longo prazo. “Traremos o que é justo, o que é nosso. Em nenhum momento o consórcio desistiu de suas metas. Vamos ajudar aqueles que mais precisam”, concretizou o prefeito.

O COMEFC entra em sua 22ª audiência pública. As articulações para que a Vale inicie projetos para melhoria do índice de Desenvolvimento Humano (IDH), nestas cidades, continua. Nessa sexta-feira (20), o consórcio juntamente com a Comissão Especial da Mineração, estará promovendo o Encontro Regional no Maranhão sobre o Novo Marco da Mineração. O objetivo do encontro é discutir sobre o regime de aproveitamento das substâncias minerais.

Conferência Estadual de Cultura debate Política de Estado para o setor

12 de setembro de 2013


Centenas de participantes, entre representantes do poder público e da sociedade civil, acompanharam a abertura da III Conferência Estadual de Cultura (CEC), realizada pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), na tarde/noite da quarta-feira (11), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana (Cohafuma). Esta edição tem como tema “Uma Política de Estado para a Cultura: Desafios do Sistema Nacional de Cultura”.

As atividades da Conferência continuam nesta quinta-feira (12), com palestras, debates, exposições e a eleição dos delegados que participarão da Conferência Nacional, a ser realizada em Brasília, no mês de novembro. O vice-governador Washington Luiz lembrou a importância cultural do Maranhão, formado pela diversidade de seu povo e ressaltou o papel da conferência estadual para a aproximação entre a sociedade e os poderes públicos.


“O Governo do Estado fez avanços importantes na área da cultura, como a regulamentação e estruturação do Fundo de Cultura e a reinstalação do Conselho Estadual de Cultura. E esse encontro é o ponto de partida para a construção democrática e coletiva do Plano Estadual de Cultura, que vai nos ajudar a definir as diretrizes e os rumos do setor no Maranhão”, afirmou Washington Luiz.

A secretária Olga Simão, que é presidente do Conselho Estadual de Cultura, assinalou que mais de 120 municípios realizaram as conferências municipais, etapa primordial para a realização desta Conferência Estadual. “A cultura que nasce, se propaga e perpetua através das gerações, conta com a força das raízes. Por outro lado, impõe-se às instituições e a sociedade civil o dever de caminhar juntos para que o fazer cultural seja também o esforço de criar condições, facilitar e assegurar a manutenção dos valores que convivemos, enfim, de pensar uma política de Estado para a cultura com a participação de todos”.
Participaram da solenidade os secretários de Estado do Turismo, Jura Filho; e de Direitos Humanos, Luiza Oliveira; o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo; coordenadora-geral de Instrumentos de Gestão do Sistema Nacional de Cultura, do Ministério da Cultura (MinC), Telma Olivieri; deputados Roberto Costa e Zé Carlos Nunes; a mestra da Cultura Popular Zelinda Lima; o presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar; a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bógea; e o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Francisco Gonçalves.

A coordenadora-geral de Instrumentos de Gestão do Sistema Nacional de Cultura, do Ministério da Cultura (MinC), Telma Olivieri, ressaltou que o desafio proposto pela Conferência é grande, pois está incorporado ao tema do evento, que é criar uma política de Estado para o setor.

“A cultura está presente no dia a dia de todos nós. O tamanho e a diversidade cultural que o Maranhão tem mostram o quanto o fazer cultural está em todos os lugares, desde os municípios menores e as pessoas mais simples, todo mundo tem seu jeito de se comunicar e isso é um fazer cultural. A cultura é uma alavanca, um marco, na possibilidade das pessoas serem cidadãs, com o direito de se comunicar”, afirmou Telma Olivieri. 

O jornalista e pesquisador José Reinaldo Martins, representante da Secretaria de Estado de Comunicação Social no Conselho Estadual de Cultura, enfatizou que o setor tem de ser norteado pelo planejamento. “Essa é a melhor estratégia para executar as ações, com a destinação de recursos para os grupos e setores menores e mais representativos que realmente necessitam de apoio público. Outros grupos e setores devem ingressar em uma nova fase dentro do setor privado, gerando bens, produtos, receita em termos de imposto e empregos”. 

Para o delegado do município de Raposa, representando a área da música, Marcos Garcia, o encontro traz ganhos para toda a sociedade. “Essa é uma iniciativa que incentiva a sociedade civil a participar ativamente, fortalecendo os grupos organizados e os fóruns de discussão. E um momento como esse, de discussão coletiva, é muito importante para a cultura maranhense”, avaliou.

Já o prefeito de Alcântara, Domingos Araquem, lembrou que é fundamental a participação dos Municípios na Conferência. “Temos que estar integrados com o Sistema Nacional da Cultura, e a realização desse encontro propicia aos gestores públicos conhecer o sistema e incorporar nos municípios ações para desenvolver a cultura, produzindo também emprego e renda para a população”.

Discussões

Na programação desta quinta-feira (12), segundo dia de atividades da III Conferência Estadual da Cultura, está pautada a discussão de grupos de trabalho, divididos por eixos temáticos. O debate enfoca Implementação do Sistema Nacional de Cultura; Produção Simbólica e Diversidade Cultural; Cidadania e Direitos Culturais e Cultura e Desenvolvimento. Exposições e a eleição dos delegados para a Conferência Nacional, que acontecerá em Brasília, no mês de novembro, também fazem parte da programação.

A III CEC reúne representantes de mais de 120 prefeituras e tem a participação de mais de 600 delegados – escolhidos durante as conferências nos municípios – além de representantes do Ministério da Cultura, Governo do Estado, convidados e observadores.

O Centro de Convenções abrigou diversos estandes de órgãos da Secma, como a Casa de Cultura Josué Montello, Museu Histórico e Artístico, Casa de Nhozinho, Teatro Arthur Azevedo, Centro de Artes Cênicas e Escola de Música do Estado do Maranhão, que apresentaram ao público as atividades desenvolvidas em casa um desses espaços. No estande da Biblioteca Pública Benedito Leite foram expostos clássicos da literatura. Um dos destaques do estande ficou por conta dos livros em Braille, uma maneira encontrada para fortalecer a acessibilidade ao conhecimento.

“Com os resultados que teremos aqui durante esses dois dias de debates, incluindo as instituições tanto no âmbito municipal, estadual, federal e a sociedade civil, escreveremos juntos mais uma página da cultura maranhense”, reforçou Olga Simão.

Secom
Foto/ Geraldo Furtado



 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags