PUBLICAÇÕES RECENTES

Sobre a aprovação das contas de Bringel na Câmara de Vereadores de Santa Inês

22 de abril de 2017

OPINIÃO - O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) desaprovou, em Sessão Plenária realizada no dia 27 de novembro de 2013, as contas apresentadas pelo ex-prefeito de Santa Inês Raimundo Robert Bringel Martins, relativas ao exercício financeiro de 2009.

Na ocasião, a decisão do TCE determinou, ainda, que o ex-gestor devolvesse aos cofres do município a quantia de R$ 204.833,00 e que pagasse multas que totalizavam R$ 131.082,00. As irregularidades verificadas na análise concentram-se em algumas medidas adotadas no Fundo Municipal de Saúde (FMS), no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) e no Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS). 

Essas mesmas contas de Roberth Bringel foram encaminhadas à Câmara de Vereadores de Santa Inês para serem julgadas. Na verdade, imaginava-se que a câmara iria seguir o parecer técnico. O que seria óbvio e tecnicamente correto.

Pois bem... 16 dos 17 vereadores de Santa Inês participaram da sessão extraordinária realizada na última quinta-feira (20) e, acredite, foram contrários ao parecer do TCE e - mais estranho ainda - por decisão unânime. Com exceção da vereadora Carla Sousa (que faltou à sessão) todos concordaram que as contas deveriam ser aprovadas.

Lembrando: a esposa do ex-gestor é a atual prefeita de Santa Inês, Vianey Bringel.

Não estou aqui questionando a qualidade técnica dos nobres vereadores com relação ao assunto, ao contrário, os parlamentares merecem os parabéns por estarem mais bem preparados do que os membros do Tribunal de Contas. Estes, coitados, estão lá não se sabe bem porque... 'xá pra lá...

Inevitavelmente, uma enxurrada de críticas à decisão da Câmara de Vereadores invadiu as redes sociais. Até os que diziam-se opositores (conta-se nos dedos de uma mão) votaram a favor e não foram poupados dos ataques de internautas insatisfeitos.

De comprados a covardes, os termos usados foram os mais pesados que se possa imaginar. Não sou a favor das ofensas (mesmo porque não se tem provas de que houve dinheiro envolvido etc) mas, o comportamento uníssono daquela casa destoando, completamente, de um parecer do TCE é, no mínimo, estranho.

Resumindo: o grupo Bringel esfrega na cara de todo mundo que tem mais força do que imaginavam alguns desavisados. 

Agora se o povo deve contar com essa leva de vereadores aí, é outra história...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags