PUBLICAÇÕES RECENTES

Câmara aprova Moção de Pesar pela morte de "Joãozinho do Bilhete"

22 de novembro de 2013




O vereador Orlando Mendes (PTB) apresentou Moção de Pesar pelo falecimento de João Ferreira Sousa, o "Joãozinho do Bilhete", durante sessão solene realizada nesta sexta-feira (22), na Câmara de Vereadores de Santa Inês.


Joãozinho do Bilhete tinha 65 anos e lutava contra um problema de saúde no coração (válvula mitral). Na manhã da última segunda-feira ele não resistiu a uma parada cardíaca. O corpo foi velado e sepultado em Santa Inês sob muita comoção.

Filhos e amigos de Joãozinho participaram da sessão. Johnaina Oliveira, filha de Joãozinho, fez um discurso que emocionou a todos os presentes. "Perdemos nosso pai, nosso melhor amigo e agora estamos juntando os cacos que sobraram de nossos corações", disse em lágrimas. 


Em seu discurso, Johnaína clamou aos vereadores: "Por favor, Santa Inês precisa de ambulância. Cobrem isso. Passamos 12 horas com nosso pai em estado grave em Santa Inês esperando para ser transferido e uma ambulância de Coroatá foi que veio buscá-lo aqui".

Johnaina agradeceu ainda a ajuda oferecida pelo atual prefeito Ribamar Alves, pelo ex-prefeito Roberth Bringel e pela deputada estadual Vianey Bringel, além do apoio do ex-candidato a vice-prefeito de Santa Inês Sousa Neto e do Secretário de Estado da Saúde Ricardo Murad.


Jonildo Oliveira, filho de Joãozinho do Bilhete, também teceu comentários acerca do pai. O filho lembrou a humildade, o caráter e as inúmeras amizades que o pai consquistou na cidade. Jonildo também falou sobre a carência de ambulâncias no município de Santa Inês.
Não vou dizer aqui que a falta de ambulância foi responsável pela morte do nosso pai, mas um município do tamanho de Santa Inês precisa de ambulâncias equipadas.

O assunto falta de ambulâncias rendeu e a apresentação da Moção de Pesar pela morte de Joãozinho acabou tomando outro rumo. 


O vereador Akson Lopes ocupou a tribuna para relembrar uma denúncia feita por ele naquela casa no dia 11 de outubro. Akson havia denunciado que o dinheiro para compra de ambulâncias estava depositado na conta da prefeitura desde o fim de 2012, ainda durante o governo de Roberth Bringel, e mesmo assim o município padecia pela falta desses veículos equipados. (Veja matéria completa aqui)
"O prefeito disse aqui nesta casa que as ambulâncias estariam em Santa Inês em 15 dias e até agora, nada."


Dr. Uchôa tachou de caos e baixaria a situação na qual se encontra o município de Santa Inês. "Como é que uma cidade como esta não tem uma UTI móvel (ambulância). Eu estou envergonhado com isso tudo", disse.


O vereador Madeira de Melo também lamentava a falta de ambulâncias quando foi interrompido pelo vereador Orlando Mendes, autor da proposição. Orlando lembrou ao colega que o momento era de homenagens póstumas a João e de pesar pela família enlutada. "As cobranças são legítimas, mas acredito que o momento não é oportuno. A gente pode marcar uma audência pública para discutir o assunto. A família não está aqui para ouvir isso", disse o vereador.


O presidente da Câmara, Franklin Seba, foi a favor do que disse Orlando e pediu que os demais oradores evitassem entrar em polêmicas naquele momento.

Solagen Nerval, inscrita para usar a tribuna, recusou-se a falar. Ficou de pé e disse: "O que eu tinha para dizer era isso que os colegas anteriores falaram, mas como não deixam eu falar, eu vou ficar aqui".

Voltando à Moção de Pesar, esta foi aprovada por unanimidade, será registrada nos anais da Casa e encaminhada aos familiares.


3 comentários

  1. TUDO QUE VAI PARA ESTÁ CÂMARA VIRA BAGUNÇA, REALMENTE CIDADE ESTÁ UM CAOS EM TUDO, Á SAÚDE... E TUDO PRIMEIRO LUGAR, VALEU ORLANDO MENDES MAIS UMA FORA!!

    ResponderExcluir
  2. Com todo respeito ao senhor João aos filhos e a Neguinha que é irmã dele mas esses vereadores só são bons é de papo.
    Não vou falar muito pois todo mundo sabe até onde vai a hipocrisia desse povo nojento.
    Que Deus tenha Joãozinho em um bom lugar e abençoe a família dele que é enorme e todo mundo é gente de bem e que merecem respeito embora dê vontade de descer os cachorros nessa palhaçada de discursos mentirosos.

    ResponderExcluir
  3. Não quero aproveitar o momento de dor dos familares do Sr Joãozino para fazer desabafo. Mas olhar a cara destes vreadores hipócritas da nojo; Esse tl de Aksom, Orlando Mendes, Esse tal de enfermeiro Vitor, Dr Uchoa... Aliás quase não aproveita nada ai nessa pocilda que eles chamam de Mâmara

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags