PUBLICAÇÕES RECENTES

Municípios do Vale do Pindaré serão beneficiados com projeto de mediação tecnológica

10 de setembro de 2013


A partir da próxima segunda-feira (16) entrará em operação a primeira etapa do projeto piloto de ensino médio regular mediado pela tecnologia, desenvolvido pela secretaria de Estado da Educação (Seduc). Inicialmente, o projeto Seduc-MT vai contemplar a instalação de 30 salas de aula, equipadas com lousas interativas, em comunidades e povoados localizados em regiões de difícil acesso de 19 municípios.

Estudantes do primeiro ano do ensino médio residentes em dois municípios da Região do Vale do Pindaré (Santa Inês e Alto Alegre do Pindaré) serão beneficiados. Também serão contemplados os estudantes que moram nos municípios de São Raimundo das Mangabeiras, Tuntum, Itaipava do Grajaú, Caxias, Buriti, Tutóia, Chapadinha, Brejo, Itapecuru-Mirim, Dom Pedro, Icatu, Rosário, Pastos Bons, Palmeirândia, Olinda Nova do Maranhão, São Vicente Férrer e Centro Novo.

O coordenador do Seduc-MT, Francisco Solon Lula de Oliveira, explicou que projeto desenvolvido em parceria com a Universidade Virtual do Maranhão (Univima), tem como foco uma das prioridades definidas pela Seduc, que é universalização do ensino médio no Estado.

As aulas Seduc-MT vão seguir criteriosamente as regras definidas para o primeiro ano do ensino médio regular com 13 disciplinas ministradas por professores com formação de nível superior, a partir da plataforma tecnológica da Univima, transmitidas via satélite, em tempo real. Os alunos serão acompanhados em cada sala de aula presencialmente por dois professores do quadro da secretaria.

As aulas serão ministradas em 30 salas no turno vespertino e seguirão o mesmo padrão das escolas do ensino médio regular, com carga horária e com o cumprimento do calendário ao ano letivo, incluindo férias. Durante as atividades, os alunos residentes nos povoados mais distantes e de difícil acesso contemplados com o projeto usarão o mesmo material e livros didáticos das escolas da rede estadual de ensino, explica Francisco Solon.

O projeto piloto Seduc-MT será transmitido para as unidades regionais de educação (URE´s) de Balsas, Barra do Corda, Caxias, Chapadinha, Itapecuru-Mirim, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, Viana e Zé Doca.

Além de difícil acesso aos povoados contemplados com o Seduc-MT, Francisco Solon frisou que a ação foi desenvolvida a partir da constatação da carência de professores nas regiões beneficiadas. "A universalização do ensino médio regular mediado pela tecnologia vai garantir a oferta de ensino para os alunos do primeiro ano que não dispõem deste direito constitucional", ressaltou o coordenador do projeto.

As aulas ministradas ao vivo, transmitidas via satélite, a partir de um dos estúdios da Univima, serão interativas para dirimir as dúvidas dos alunos que precisarão preencher a lista de presença e demais obrigações dos estudantes das escolas regulares. Para facilitar a compreensão das disciplinas serão usadas lousas interativas.

De acordo com Francisco Solon, o projeto piloto de ensino médio regular mediado pela tecnologia deverá ser ampliado, a partir do próximo ano, com a instalação de mais 300 salas tecnológicas em regiões de difícil acesso.

Ele frisa que no Maranhão, com extensão superior a 330 mil quilômetros quadrados, cerca de 36,9% da população vivem em áreas eminentemente rurais, algumas de difícil acesso, com carência de professores que perpassa por toda a educação básica.

"O quadro mostra que esta realidade se reflete na dificuldade de cumprimento do preceito legal de garantir o acesso de todos a educação de qualidade, uma vez que a demanda potencial de alunos para o ensino médio, na faixa etária de 15 a 17 anos é de aproximadamente 312.192 e o estado atende somente 60% dessa demanda", destaca Francisco Solon.

Por Notas do Daniel Aguiar
Com informações da Seduc
Foto/Divulgação


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags