PUBLICAÇÕES RECENTES

Aniversário de Santa Inês - A revolta de trabalhadores informais

14 de março de 2017

Donos de barracas de comidas e bebidas "desceram a lenha" na organização da festa de aniversário de Santa Inês desde que começaram a montar a estrutura, na Rua da Pedra Branca. 


Entenda o que aconteceu
Os vendedores - que sempre tiveram lugares privilegiados e garantidos nos eventos públicos - adiantaram-se quando souberam que a festança seria realizada em frente à Dona Zima. O mega palco já estava sendo montado quando os primeiros trabalhadores ambulantes chegaram e já começaram a montar as barraquinhas. Tava todo mundo animado e na expectativa de faturar um bom dinheiro neste feriado. Ocorre que os "donos dos bois" chegaram e acabaram com a festa dos trabalhadores. Isso, mesmo! Os vendedores ambulantes dizem que foram expulsos do local.
Revoltados, vendedores são obrigados a desmontar barracas
(Foto 2/Divulgação)
 
A ordem, segundo vendedores, era que todos desmontassem as barracas da área mais próxima do palco e fossem para outro lugar. Somente barracas da cervejaria "patrocinadora" tem moral para ocupar os lugares privilegiados. A insatisfação é geral.

Os que decidiram continuar, porque precisam dessa renda, foram obrigados a ocupar lugares de onde mal se pode ver o palco da festa (e olha que o palco é imenso).

Basta uma olhada na foto 1 para ver que o local mais parece o de uma festa privada. As barracas "oficiais" vão até onde a vista alcança. E os "não oficiais" ficam onde? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags