PUBLICAÇÕES RECENTES

Roberto Rocha e a agenda positiva do governo Edivaldo Júnior

20 de maio de 2013

Vice-prefeito Roberto Rocha: articulador da reativação
do Cinpra, uma das principais ações do Governo Municipal 
de São Luis até o momento
Qualquer levantamento sério feito destes mais de 120 dias de governo Edivaldo Holanda Júnior vai mostrar que a principal ação concreta foi encabeçada pelo vice-prefeito Roberto Rocha (PSB).

Claro que as ações empreendidas pelo vice conta com o aval do prefeito, mas é mérito de Rocha a principal “novidade” da administração de São Luis até aqui: a reativação, estruturação e ampliação do Consórcio Intermunicipal de Produção e Abastecimento (Cinpra).

Além do município de São Luis, que é o principal ente público do Cinpra, a atitude de empreendedorismo público de Roberto Rocha fez com os municípios de Barreirinha, Paço do Lumiar e São José de Ribamar também se consorciassem em torno da entidade, que já está sendo procurada por outros municípios como São Mateus, Santa Rita, Rosário etc.

Roberto Rocha tem dito que a missão do Cinpra é avançar no aumento da produção rural dos municípios participantes, e para isso tem procurado trabalhar em parcerias com instituições como a Embrapa, Codevasf e universidades públicas locais.

“Temos que avançar. É inadmissível que 90% dos legumes e frutas que consumimos aqui em São Luís sejam oriundos de outros estados. Com o Cinpra é possível mudamos essa realidade”, disse recentemente Roberto Rocha a um jornal da cidade.

O consórcio foi criado em 1997 na administração do então prefeito Jackson Lago. A ideia inicial, conforme costuma explicar o prefeito de Barreirinhas, Léo Costa, era consolidar a união entre os municípios para que todos se desenvolvessem. Para isso, cada município disponibilizaria um percentual do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Quando foi criado, o Cinpra contava com 23 associados!

Durante a administração de Tadeu Palácio, ainda que tenha sido colocado em segundo plano, o Cinpra foi responsável pelo recebimento de vários prêmios nacionais e internacionais condidos a Palácio, pela ideia e execução do consórcio.

Com o advento da administração João Castelo, o Cinpra caiu em desgraça e foi abandonado por completo.

Agora, na administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, o Cinpra volta com toda força, bem estruturado, organizado, com quadro de gestores qualificados e pronto para dar uma contribuição histórica para o setor produtivo de São Luis e demais municípios consorciados.

Tudo isso é mérito, não exclusivo de Roberto Rocha, claro, mas sem a sua sensibilidade de gestor público à causa da produção agrícola e sem a sua visão empreendedora, jamais o Cinpra teria virado a “Fênix”, tal como aconteceu.

E nem o governo Edivaldo teria agora uma agenda positiva para apresentar à população.

É isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags