PUBLICAÇÕES RECENTES

Em evento em São Luis, Ribamar Alves fala em aliança com Roseana

19 de novembro de 2012












Prefeito eleito de Santa Inês, o deputado federal Ribamar Alves, ressaltou a iniciativa do governo de reunir os gestores municipais. “A governadora mostra com esse evento que não importa coligações partidárias, o governo está aberto aos municípios. Temos um enorme potencial de desenvolvimento econômico e com essa mão estendida podemos fazer, juntos, um Maranhão melhor para todos”, declarou. 


Ribamar Alves (PSB) (Foto: Divulgação)


A governadora Roseana Sarney defendeu a parceria do Governo do Estado com os municípios na cerimônia de abertura do Seminário de Integração do Estado com os Municípios, nesta segunda-feira (19), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana. O evento, promovido pelo Governo do Estado com coordenação do secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, reúne prefeitos, vices e vereadores eleitos e reeleitos e continua nesta terça-feira (20). A programação da manhã incluiu palestras com os secretários Luis Fernando e de Cidades e Desenvolvimento Urbano e de Assuntos Políticos, Hildo Rocha.

“Os municípios sozinhos enfrentam muitas dificuldades. A parceria com o Estado visa a soma de esforços e recursos, além do fortalecimento para que, juntos, possamos buscar o apoio federal”, defendeu a governadora Roseana. Ela destacou que o Seminário é o caminho para o governo estadual apresentar sua metodologia de trabalho, os programas e ações que podem resultar em parcerias. “Vamos apresentar o que temos e trocar ideias com os municípios para a melhoria de vida da população maranhense”, ressaltou.





(Foto: Handson Chagas)
A cerimônia de abertura teve presença do presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo; do presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Júnior Marreca; do presidente em exercício da Procuradoria Geral do Justiça, Suvamy Vivekananda Meireles; do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Edmar Cutrim; de secretários estaduais, a exemplo de João Alberto (Programas Especiais), Pedro Fernandes (Educação), Olga Simão (Cultura), Claudett Ribeiro (Igualdade Racial), José Antonio Heluy (Trabalho e Economia Solidária) e Luiza Oliveira (Direitos Humanos); e dos deputados federais Alberto Filho, Francisco Escórcio, Ribamar Alves (recém-eleito prefeito de Santa Inês) e Cleber Verde.

Para o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Júnior Marreca, a iniciativa demonstra o desejo do governo estadual de trabalhar em parceria com os municípios. “O governo está se mostrando aos prefeitos, apresentando sua política de trabalho e as parcerias que devem ser realizadas. Enfim, essa iniciativa da governadora Roseana abre novas perspectivas para que o Maranhão cresça em todos os sentidos”, revelou.

 

Prefeitos aprovam iniciativa

Para a prefeita do município de Araioses, Valéria Leal, 21 anos, o seminário vai favorecer o início de seu trabalho para ajudar os 50 mil habitantes que esperam investimentos nas áreas de saúde e infraestrutura. “Esperamos contar com o apoio do governo estadual para construir estradas, melhorar o atendimento na área da saúde e o abastecimento de água do município”, revelou.

Valéria Leal destacou, ainda, que vai aproveitar todas as orientações que estão sendo repassadas durante o seminário para realizar uma boa administração pública.

Prefeito eleito de Santa Inês, o deputado federal Ribamar Alves, ressaltou a iniciativa do governo de reunir os gestores municipais. “A governadora mostra com esse evento que não importa coligações partidárias, o governo está aberto aos municípios. Temos um enorme potencial de desenvolvimento econômico e com essa mão estendida podemos fazer, juntos, um Maranhão melhor para todos”, declarou. 

CORRELATA

Luís Fernando apresenta proposta de governança municipal

Logo após a cerimônia de abertura, o secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, coordenador do evento, proferiu a palestra “Uma nova proposta de governança municipal”. Para um auditório lotado, ele falou sobre competências dos municípios, dificuldades administrativas e experiências exitosas desenvolvidas em sua gestão como prefeito de São José de Ribamar.

Luis Fernando Silva explicou que o seminário, além de fortalecer a parceria com os municípios, tem como objetivo orientar os gestores sobre os cuidados que devem ter no controle e na aplicação legal dos recursos públicos. “Este momento demonstra a disposição do governo estadual em trabalhar em parceria com os municípios. Em dois dias, iremos apresentar os programas e as nossas propostas, mas também esperamos ouvir e aprender com os gestores, vices e vereadores”, assinalou.

O secretário afirmou que o objetivo é desenvolver parcerias em prol da melhoria das condições de vida dos maranhenses. “A meta é congregar a união de esforços para combater a pobreza extrema no estado”, declarou.


Emendas

O secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano e de Assuntos Políticos, Hildo Rocha, tratou sobre “Emendas Parlamentares”. Na palestra, ele destacou a importância de os prefeitos estarem conscientes dos seus direitos e deveres e, também, de estarem orientados sobre a elaboração da prestação de contas e quais os caminhos para se ter acesso a convênios estaduais e federais.

“Nosso objetivo é detalhar como os prefeitos podem formalizar convênios ou serem beneficiados com os recursos das emendas parlamentares. Em parceria com o Governo do Estado é possível realizar convênios nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, habitação, entre outros”, explicou. Ele apresentou como exemplo um convênio assinado este ano entre o Estado e 52 prefeituras na área de habitação, beneficiando 1.780 famílias carentes com novas moradias.

O secretário explicou que as demandas definidas pelas emendas parlamentares atendem às necessidades apontadas pelos prefeitos durante a realização dos Seminários Regionais. “A partir de janeiro de 2013 estaremos fazendo uma revisão geral das demandas realizadas a partir das emendas parlamentares para darmos início à realização dos Seminários Regionais em todo o Maranhão”, anunciou.

Palestra de ministra

Nesta terça-feira (20), segundo e último dia do Seminário de Integração do Estado com os Municípios, a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, fala sobre o Plano Nacional Brasil Sem Miséria. Diversos gestores também ministrarão palestras. O secretário de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, apresentará o “Viva Oportunidades”, amplo programa que tem como meta a diminuição substancial da extrema pobreza no estado para menos de 10% em 2015.

O secretário de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo, abordará o tema “Maranhão de Investimentos”. De acordo com dados da Sedinc, o estado reúne uma carteira de R$ 120 bilhões em incrementos.

As ações das áreas de Educação, Saúde, Igualdade Racial, Mulher, Cultura e Cidades e Desenvolvimento Urbano, além de emendas parlamentares, também, serão assuntos debatidos com os prefeitos, vices e vereadores eleitos e reeleitos. Convidados, o Ministério Público Estadual (MPE) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) darão sua contribuição, por meio de palestras.

O seminário promovido pelo Governo do Estado conta com a parceria, além do MPE e TCE, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Receita Federal e Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae).


PROGRAMAÇÃO
TERÇA-FEIRA, dia 20

AUDITÓRIO CENTRAL
8h - Apresentação do Plano Nacional Brasil sem Miséria - Ministra Tereza Campelo/MDS / Palestra -"Programa Viva Oportunidades - Palestrante: Fernando Fialho (Secretario de Estado de Desenvolvimento Social eAgricultura Familiar)
9h45 - Intervalo / Coffee Break
12h - Intervalo
14h - Palestra: "O Contexto da Saúde Pública no Estado do Maranhão"
15h45 - Intervalo/ Coffee Break
16h - Palestra: "Gestão Participativa do Solo Urbano - Palestrante: Professor Carlos Frederico Lago Burnet (secretário-adjunto de Habitação da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano)
17h - Palestra: “Maranhão de Investimentos” - Palestrante: Maurício Macedo (Secretário de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio)

AUDITÓRIO 2
8h - Palestra: “Código Estadual de Licitações e Contratos” - Palestrante: Francisco Baptista (Presidente da Comissão Central Permanente de Licitação do Estado do Maranhão)  
9h45 - Intervalo/ Coffee Break
10h - Palestra -"Interfaces entre Benefícios e Cadastro /Benefícios e Condicionalidades: Busca Ativa, Bolsa Família, Brasil Carinhoso" - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar
12h - Intervalo
14h - Palestra- "Inclusão Produtiva Rural e Inclusão Produtiva Urbana" - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar
15h45 - Intervalo / Coffee Break
16h - Palestra - "Acesso a Serviços" - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar                                                                          

AUDITÓRIO 3
10h - Palestra: “Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas” - Palestrante: Cláudio Azevedo (Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca e Presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-MA)
11h - Tributos e Contribuições Federais - Palestrante: Antonio Augusto Simas Neto (Delegado da Receita Federal)
12h - Intervalo
15h45 - Intervalo/ Coffee Break
16h - Palestras:
- Atenção Prímária em Saúde como Desafio para a Gestão do SUS e para Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica. Palestrante: Dra. Cristina Loyola (Secretária-Adjunta de Atenção Primária em Saúde);
- Epidemiologia em Saúde e Vigilância Sanitária na Construção de Indicadores de Avaliação de Políticas de Promoção da Saúde . Palestrante: Dr. Alberto Carneiro - Secretário-Adjunto de Vigilância em Saúde;
- Auditoria Enquanto Ferramenta de Gestão em Saúde - Palestrante: Dra. Maria do Socorro Veras
17h - Palestras:
 - Controle Social: Conselhos de Saúde, Perspectivas para a Participação no SUS (Participação Social na Saúde como Espaços Públicos de Interlocução. Palestrante: Dra. Isabel Macêdo e Sr. Américo Araújo;
- Planejamento em Saúde: Gasto Público, Gestão Orçamentária-Financeira e Estruturação do Fundo Municipal de Saúde – FMS. Palestrante: Dra. Francisca Nogueira;
- Regulação em Saúde à Assistência: Unidade de Trabalho que compõem o Complexo Regulador/ Regulação de Urgência, Regulação de Internação e Central Municipal de Regulação. Palestrante: Dr. Egídio de Carvalho Ribeiro
18h - Encerramento

30 comentários

  1. Kkkkkkkkkkks kkkkkkkkkkkks... Esse cara e moleque . Ela tá falando dos prefeitos do PMDB. Na hora H ela vai apoiar o Flávio Dino. tá todo oferecido.
    Rsrsrs rsrsrs.kkkkkkkkkkks.ashuashuashua

    ResponderExcluir
  2. Tá com medo da roseana. tem que ficar mesmo BABÁ, BABÁ, BABÁ. RSRSRS

    ResponderExcluir
  3. Ribamar nunca me enganou com essa história de mudança. O Flávio Dino é mais uma das vítimas do grande mentiroso. Enganou o povo dizendo que não queria nem acordo com a família Sarney e que Flávio Dino era a saída para o Maranhão. Agora vai comer na mão da governadora. Da mesma forma aconteceu aqui em Santa Inês. Ribamar disse que o Tomaz Martins não era um hospital de respeito, que tava sucateado, que não tinha capacidade, nem qualidade para atender ao povo. Agora ele pediu arrego ao Bringel. Ribamar pediu que Bringel segurasse mais dois anos de arrendamento. É mole ou quer mais? A máscara caiu, Ribamala.

    ResponderExcluir
  4. Vá tomar banho anonimo! Ribamar pediu pra Bringel segurar o Tomas Martins por mais dois anos porque é o tempo que ele levará a construir o hospital babaka.
    Não sabe de nada e fica falando merda!

    ResponderExcluir
  5. Quer dizer que por ele ser oposição, deve romper barreiras com Roseana? Cara ela vai ser governadora até 2014!!!
    Por haver rixas entre partidos ele ficará sem receber os benefícios do Estado por picuinha politica?
    Nao tem nada a ver! O fato dele ter ido aí e apoiar a proposta da governadora que é manter aliados não significa que ele passará a ser sarneysta agora.
    Ele está certo em ter ido! O povo em primeiro lugar!

    ResponderExcluir
  6. Ribamar prova mais uma vez que é um politico da nova geração. Um politico pragmático, que não se utiliza de ideologias descabidas, que só servem para atrasar o desenvolvimento de Santa Inês e do Estado do Maranhão.
    Qualquer pessoa com o minimo de entendimento politico sabe que não se faz politica sozinho. O municipio precisa do recursos estaduais e federais, precisa das parcerias.
    Se os demais prefeitos que tivemos em Santa Ines tivessem tido essa capacidade de raciocinio nosso municipio não estaria tão destruido!
    Chegou a hora de mostrar como se faz gestão pública!
    Parabéns meu prefeito!

    ResponderExcluir
  7. DANIEL, ONDE QUE VOCÊ VIU QUE RIBAMAR FALOU EM ALIANÇA? EU SÓ ENCONTRO PARCERIA GOVERNO MUNICIPAL COM GOVERNO ESTADUAL NAS PALAVRAS DO PREFEITO ELEITO. AINDA VAI FICAR DETURPANDO AS NOTICIAS? DESCE DO PALANQUE DANIEL!!!!!

    ResponderExcluir
  8. RIBAMAR NÃO FOI ELEITO PARA SER RIVAL DE ROSEANA. QUERENDO
    OU NÃO, O MUNICIPIO DEPENDE DO GOVERNO DO ESTADO. NINGUEM PODE GOVERNAR SOZINHO. SERIA PURA ARROGANCIA, SE OPOR AO GOVERNO PARA PREJUDICAR O POVO.

    ResponderExcluir
  9. Tem um hospital mais aparelhado do que o Tomaz Martins... não vejo outro... dr.Bbringel e Ribamar fez certo, Tem q haver parceria. com o governo estadual federal tudo! que o povo tem dereito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao tem como ter outro hospital aparelhado em santa ines. Bringel fechou todos. So manteve o deposito de gente do menino jesus. Vergonha nacional na saude!

      Excluir
  10. Claro, se é o único que existe. Ele vai fechar e deixar a situação ainda pior? vamos aguardar, que o melhor virá!

    ResponderExcluir
  11. Isso sempre foi a vontade dele.

    ResponderExcluir
  12. Não sejamos ingênuos! Ribamar não é homem que mereça confiança. Ou vocês não lembram que ele disse inúmeras vezes durante cansativos discursos que não precisava do Governo do Estado? Até naquele maçante programa de tv, de qualidade duvidosa, ele disse que iria buscar tudo que Santa Inês precisa em Brasília, direto com os ministros. Agora vem com esse papinho mole de falar em parceria e necessidade?
    Claro que os municípios dependem do Estado. Óbvio. Mas, não no governo Ribamar. Ele pregou a auto-suficiência. O homem que conhece os meandros mais obscuros dos corredores dos ministérios. Ele, o salvador da população de Santa Inês. Aquele que vai mudar completamente os rumos do nosso município....
    Pelo amor de Deus, não sejamos tão ingênuos.
    Votamos no Ribamar e o elegemos prefeito de nossa Santa Inês. Mas, não sejamos ingênuos. Elegeu-se usando como bengala a necessidade da população por mudanças. A maioria dos votos não foram para o Ribamar. Votou-se contra o atual regime.
    Agora, o maior beneficiado, se volta contra o povo que o elegeu e revela o que poucos já sabiam: Ribamar reza na cartilha da situação.
    Que decepção deputado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao entender como funionam os tramites do poder publico é um direito seu. Agora falar imbecilidade por ser ignorante nao. Melhor vc ficar de boca fechada seu burro!

      Excluir
  13. AH! QUE PENSAMENTO MEDÍOCRE!...

    ResponderExcluir
  14. Compartilho da visão política do J.P. Sousândrade. Acrescentaria, porém, uma informação oculta aos olhos dos fanáticos torcedores. Roseana ajudou Ribamar para que o mesmo fosse eleito. Isso foi feito de tal maneira que todos pensassem o contrário. Pensassem que Ribamar odiava Roseana e que estava ao lado de Fávio Dino em favor de mudanças. Se até Flávio Dino caiu na "lábia" de Ribamar, imagine o povo ignorante politicamente!!?!!
    Uma coisa é certa: Ribamar nunca me enganou.

    ResponderExcluir
  15. eita mais voces falam besteira ribamar nem assumiu a prefeitura.

    ResponderExcluir
  16. GENTE DEIXA RIBAMAR MOSTRAR TRABALHO OU NÃO PARA VOCÊS CRUCIFICA-LO, POR ENQUANTO TODOS FICAM TENTANDO ADIVINHAR O QUE O CARA VAI FAZER, PELO AMOR DE DEUUUUUS VAMOS DAR UMA CHANCE ASSIM COMO FOI COM OS OUTROS, SERA QUE DO MEIO POLITICO DE SANTA INES SÓ RIBAMAR NÃO PRESTA,NÃO E SER FANATICO MAS PRECISA SER COMPREENSIVO E AGUARDAR O NOVO GOVERNO, EU ACREDITO E NÃO TENHO MEDDO DE MUDANÇAS.

    ResponderExcluir
  17. ele e muito e mala isto sim ribamar

    ResponderExcluir
  18. DEIXEM O HOMEM ASSUMIR E GOVERNAR, BANDO DE LINGUARUDOS!

    ResponderExcluir
  19. O SEMINARIO DA DRA. ROSEANA TÁ CERTO!!! QUEM ESTÁ NO PODER É ELA, QUEM REPASSA AS FOLHAS DA SUA CASTILHA TB É ELA: TEM DOIS ANOS PRA ELA MUDAR AS COISAS; TINHA MUITO TRAIRA QUERENDO VELA PELAS COSTAS... MAS OS MUSEUS VELHOS ESTÃO SAINDO TODOS! O POVO TÁ APOSTANDO EM SANGUE NOVO.NO NOVO QUE A DRA. SABE COMO FAZER NÃO É ATOA QUE A DRA. ROSEANA FOI LIDER DO MARANHÃO E QUASE DO BRASIL.NUNCA GRUPO.... SE LEVANTARÁ CONTRA ELA. POIS A SUA ÚLTIMA POLITICA... É, E SERÁ ESSA. O SENADOR JOSÉ SARNEY SAI FORTALECENDO. O GRUPO NOVO! PQ? OS VELHOS!O POVO ESTÃO CANSSADOS... O POVO NÃO ACEITA MAIS...DR. RIBAMAR É LÍDER DE UM PARTIDO... NO MARANHÃO ALÉM DE PREFEITO DE SANTA INES. ELE TEM QUE SER CHAMADO... E ACEITAR O CONVITE DA DRA. ROSEANA, NOSSA GOVERNADORA... POR DOIS ANOS.DE TODOS! NÓS

    ResponderExcluir
  20. TOMARA QUE RIBAMAR NAO FAÇA COM OS FUNCIONARIOS DA PREFEITURA COM O QUE ELE FAZIA COM O HOSP. SANTA RITA,DEVENDO OS FUNCIONARIOS.. E NEM SE FALA NOS CHEQUES SEM FUNDO QUE ELE DAVA NA CIDADE QUANDO MORAVA...
    TOMARA QUE O AR DE BRASILIA TENHA MUDADO ESSES COSTUMES OU VICIOS....
    SO O TEMPO DIRÁ...

    ResponderExcluir
  21. AMIGOS,,,SANTA INÊS PODE MELHORAR SIM...COM ESSE 40. VAMOS AGUARDAR, VCS N VIRAM..JÁ VEIO CHICLETE , GOSPEL E AGORA UM PAGODE VELHO MARTINHO DA VILA AFF...PRONTO JA HOUVE MUDANÇA ELE É FESTEIRO..OXI O POVAO DELE COMEÇOU BEM N FOI?
    ENQUANTO A OUTRAS COISAS VAMOS AGUARDAR E VE A PÁGINA DO JORNAL TUUUDO Q VAI ACONTECER POR AQUI, PQ LÁ VAI SER TODA A VERDADE...TENHO É CERTEZA DISSO..E SOBRE HOSPITAL ELES VÃO TER Q TRABALHAR COMO BRINGEL TRABALHAVA MANHA TARDE E NOITE E MADRUGADA FAZENDO CIRURGIA VIIIUU DR.RIBA...QUERO VER, MOSTRAR SAÚDE E AINDA MAIS VAI TER Q PISAR NO HOSPITAL Q TANTOS FALARAM...TÁ VENDO AS COISAS MUDAM POR ISSO MEÇAM A LÍNGUA ANTES DE FALAR....AFINAL...QUEREMOS MUDANÇA TOOODOS, MAIS MORRO NO 15 15 15 15 15 155555

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja que vc é 15 vai ajudar o Nono a pagar o Antonio da Renovadora que ele ta devendo uns 5 milhoes! Kkkkkk. SEU DERROTADOOOOOO

      Excluir
  22. e sobre este comentário quantas vezes a placa dele caiu por briga do povo do comitê dele...falta de quê...o povo diz q por falta de pagamento...adoorooo 15 é mais fiiiaaa....aguardem o dismantelooo...haraii
    TOMARA QUE RIBAMAR NAO FAÇA COM OS FUNCIONARIOS DA PREFEITURA COM O QUE ELE FAZIA COM O HOSP. SANTA RITA,DEVENDO OS FUNCIONARIOS.. E NEM SE FALA NOS CHEQUES SEM FUNDO QUE ELE DAVA NA CIDADE QUANDO MORAVA...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E O NONO QUE ATE HJ NAO PAGOU A GM? VEJA QUEM TEM PROCESSO NA JUSTICA?
      NAO SABE PERDER MUDA DE CIDADE!
      XO! PASSA! SEU DESEMPREGADO! VAI SAIR DA PREFEITURA ONDE FICOU MAMANDO E AGORA TA AI DESESPERADO! VAI ATRAS DE EMPREGO PRA VC E SUA FAMILIA!

      Excluir
  23. ...e bote burro nisso...

    ResponderExcluir
  24. EU ACREDITO NA MUDANÇA E QUE RIBAMAR VAI FAZER DE SANTA INES UM MODELO DE CIDADE E VÃO TER QUE ENGOLIR SUAS PALAVRAS BANDO DERROTADOS

    ResponderExcluir
  25. Essa boa cade o hospital!! Roseana ja mandou derrubar a licitação.Roseana Sarney anula licitações para construção de hospitais no Estado

    Publicado em 24 de novembro de 2012 por johncutrim
    No dia 21 de setembro deste ano, às vésperas das eleições municipais, a governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, realizaram, no Centro de Convenções, em São Luís, o lançamento dos editais de licitação para a construção de cinco novos hospitais no Estado, sendo quatro macrorregionais em Pinheiro, Santa Inês, Caxias e Imperatriz e um geral, em Chapadinha, por meio do Programa Saúde é Vida.

    Na ocasião, o secretário Ricardo Murad dissera que “a construção dos hospitais nos municípios de Pinheiro, Santa Inês, Caxias e Imperatriz e um geral, em Chapadinha, descentraliza o atendimento e garante a criação de 450 novos leitos”. Pelo projeto, os hospitais deveriam ser executados em 18 meses e o valor total das obras custariam R$ 86,6 milhões. As unidades de saúde teriam, cada uma, centros cirúrgicos com quatro salas e os hospitais disporão ainda de centros de imagem para exames de tomografia, Raio-X, ultrassom, mamografia e endoscopia.

    Pois bem, na última quinta-feira, dia 22, o governo do Maranhão, através da SES (Secretaria de Estado da Saúde), trouxe a publicação de avisos de anulação das licitações citadas. “A secretaria de Estado da Saúde, através da Comissão Setorial de Licitação, avisa aos interessados que o Gestor do Fundo Estadual de Saúde (…) decidiu anular a concorrência”, informa o Aviso de Anulação publicado, assinado por Mauro Henrique Sousa Muniz, presidente da CSL/SES.

    A revelação do cancelamento das licitações foi feita pelo deputado Marcelo Tavares, em sua página no facebook.

    Se a governadora Roseana Sarney decidiu anular a licitação de construção dos cincos hospitais somente após o findar das eleições, dar a entender que as unidades de saúde não passavam de obras eleitoreiras a fim de beneficiar aliados do grupo. Vamos aguardar um posicionamento do governo.


    Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicio




    ResponderExcluir
  26. Eita anônimos medíocres e hipócritas ficaram bem ai, esse povo amar o Ribamar, pois não cospem no chão pra não falar de Ribamar, vão procurar o que fazer seus magotes de desocupados

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags