PUBLICAÇÕES RECENTES

Manifestação de estudantes do IFMA termina em bate-boca na Câmara

4 de maio de 2012






Como já havia sido anunciado (com publicação inclusive aqui no blog) estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - Campus Santa Inês realizaram manifestação na manhã desta sexta-feira (4) reivindicando segurança, iluminação pública das proximidades do prédio do IFMA e transporte escolar.

Cerca de 300 estudantes e alguns professores concentraram-se no prédio do instituto e, em seguida, partiram em direção à Prefeitura de Santa Inês. Uniformizados, com cartazes (alguns com nariz de palhaço e apito), contando ainda com o apoio de um carro de som, os manifestantes gritaram palavras de ordem exigindo respostas concretas e imediatas de Roberth Bringel aos anseios do grupo.

Como não houve resposta na ocasião, os estudantes seguiram pela Avenida Luis Muniz, em direção à Câmara de Vereadores, onde, naquele momento iniciava-se a sessão ordinária das sextas-feiras. Houve congestionamento por causa da concentração dos estudantes na avenida. A Polícia Militar foi acionada. A princípio, os manifestantes foram impedidos de entrar na Câmara, mas poucos minutos depois a entrada foi liberada e o tráfego de veículos voltou ao normal.

A galeria da 'Casa do Povo' ficou lotada como poucas vezes se viu. Muita gente teve que ficar do lado de fora, apenas ouvindo o que se passava do lado de dentro.

Todos os vereadores estavam presentes e, naquele momento, a maioria foi surpreendida com a chegada abrupta de alunos do IFMA.



 

O grande expediente foi prejudicado, visto que pouco se ouvia dos vereadores que ocupavam a tribuna. O presidente da Casa, Madeira de Melo, pediu a atenção dos estudantes e lembrou aos mesmos que naquele momento uma sessão estava em andamento. Mas, os estudantes exigiam se pronunciar. Queriam expor os motivos que os levaram à quela Casa. 



O vice-presidente da Câmara, Orlando Mendes ocupou a tribuna e parabenizou a atitude dos estudantes de cobrar com veemência os direitos deles. Orlando sugeriu ao presidente Madeira que quebrasse o protocolo e abrisse espaço na tribuna a um ou dois representantes do IFMA. A princípio Madeira negou, lembrando a todos que a Câmara tem um Regimento Interno que permite tribuna livre somente na última sexta-feira de cada mês.

Pressionado pela multidão e pelos demais colegas vereadores, por fim, Madeira cedeu.
 

Enquanto estudantes e professores decidiam quem falaria em nome do grupo, a vereadora Creusa da Caixa informou aos presentes que solicitou ao Prefeito Roberth Bringel por meio de Indicação que deliberasse sobre as seguintes rogativas dos alunos e professores do Instituto Federal do Maranhão – IFMA: Iluminação da avenida castelo branco e limpeza constante do acostamento da avenida. A vereadora solicitou ainda ao presidente da Casa que encaminhasse à 2ª CIA da Policia Militar, um oficio solicitando rondas permanentes para garantir a segurança no trajeto dos alunos e servidores.


 

Por fim, um professor e um alunos falaram em nome dos manifestantes. Ambos foram claros ao dizer que continuarão cobrando das autoridades competentes até que os problemas sejam sanados. "Se essa é a linguagem que as autoridades entendem, então é dessa maneira que iremos falar, disse o professor referindo-se à manifestação na rua.

Os professores foram muito aplaudidos, a despeito da maioria dos vereadores que a cada duas frases ditas recebiam vaias e repreensão por parte de estudantes.

Aparentemente eufóricos com o peso das palavras ditas pelos representantes dos manifestantes, na tribuna, que, diga-se de passagem, foram belas palavras, ao final, quando os estudantes já deixavam a Câmara, um bate-boca baixou ainda mais o nível daquele encontro.

Um jovem visivelmente irritado - que se apresentou como professor - falou que um dos vereadores teria dito algo desagradável sobre os estudantes. Orlando Mende saiu em defesa dos colegas e disse que o jovem estava enganado. "Nós quebramos o regimento da casa, vocês falaram o que queriam falar. Parabenizamos a atitude de vocês e o presidente garantiu que irá encaminhar as reivindicações às autoridades competentes, inclusive ao secretário de Segurança do Estado, Aluísio Mendes. Não teríamos razão de fazer qualquer comentário desagradável", disse Orlando Mendes.

O jovem insistiu no assunto e disse estar ofendido. Que não admitia ser tratado daquela maneira. O vereador Nazeu Rodrigues se pronunciou e os ânimos ficaram ainda mais acirrados. Nazeu levantou-se e foi ao encontro do professor, que àquela altura já contava com dois ou três colegas 'defensores'. Dedos apontados um no rosto do outro, Nazeu e o professor continuavam o bate-boca que por pouco não rendeu luta corporal.
 

Ao final, os poucos manifestantes que restavam deixaram a Câmara gritando "Ditador! Ditador!".

Isso é apenas um resumo do que aconteceu nesta manhã durante a manifestação de estudantes e professores do IFMA.

A quem acompanhou a manifestação sem fazer parte dela diretamente, fica difícil convencer de que politiqueiros não estejam envolvidos de alguma forma, pelo menos no que ocorreu nesta sexta-feira. Não tiro o mérito de muitos que estavam ali pela coragem e força de vontade de mudar a situação precária e de iminente risco de morte em que se encontram estudantes do IFMA que vão à escola caminhando. 



O 'Notas do Daniel Aguiar' apoia e defende manifestações pacíficas.

Não é a primeira vez que este blog denuncia as dificuldades vividas pelos estudantes daquele campus. E, se necessário for, não será a última. Falta iluminação pública sim. A Polícia Militar não faz rondas frenquentemente naquele local. Isso é público e de conhecimento de todos, inclusive das autoridades competentes. Não por isso vamos ficar de braços cruzados. É preciso cobrar. Manifestar a revolta diante do descaso.

Mas, até para se fazer uma manifestação é preciso, no mínimo, organização. Saber de quem cobrar e como cobrar. Os vereadores podem ajudar? Devem! O papel deles é legislar e cobrar que as leis sejam cumpridas. São a voz do povo. Assim como os estudantes, os vereadores devem abraçar a causa e cobrar das autoridades a solução imediata dos problemas apresentados. Quem tem o poder de executar, este sim, deve ser o alvo principal de qualquer reivindicação. Iluminação pública: Prefeitura. Segurança Pública: Governo do Estado.

Estamos em um ano político. Tudo soa estranho em um ano político. Cobremos com planejamento, destreza e inteligência suficientes para não nos deixarmos ser transformados em massa de manobra nas mãos de politiqueiros de plantão.

60 comentários

  1. esse vereador ALDONIRO COM ESSE PALITÓ TA PARECENDO COM UM DIFUNTO. O HOMEM DO MEU NOJO

    ResponderExcluir
  2. É meu povo a hora de cobrar é agora.
    Antes das eleições, pq depois já sabe né...

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, o manifesto tinha tudo pra não ter passado um pouco dessa imagem de desordem e bagunça.
    Não se resolve nada na gritaria e na baixaria. Existe um regulamento interno que não autoriza,mesmo o presidente da Casa , a ceder espaço em qualquer momento das sessões. Ou seja, o pessoal ainda teve foi o respaldo de conseguir a palavra, pq no dia dos professores do município eles não conseguiram falar.
    Pq, o regimento diz que a tribuna só será aberta a população na última sexta feira do mês.
    Eu acho que se esses 300 estudantes começarem a se envolver mais,cobrar e também participar vão ver que existe uma preocupação dos vereadores em manter a ordem e buscar essas melhorias. Ninguém tem a intenção de deixar as coisas como estão,eu acredito né!!
    Mas não depende DELES, como executores. Quem executa é o Bringel. Então , de forma educada sem gritaria sem vaias é preciso alguém ter esse nível de conversa. Aqui no sul também enfrentamos alguns problemas mas, nós temos um representante que entra em contato com a secretaria estudantil e de lá segue as cobranças para vereadores de Foz do Iguaçu ao prefeito e ao reitor.
    De qualquer forma parabenizo cada estudante e professor, eu acredito que a partir desse fato o prefeito Bringel, a primeira dama que também é deputada estadual vão perceber que está se levantando em nossa cidade uma juventude forte e ciente dos seus direitos, mas também DEVERES.
    Parabéns estudantes, parabéns aos vereadores que se dispuserem a ajudar essa causa...

    Vamos que vamos JUVENTUDE..AVANTE.

    ATT: Fred Ruan- Foz do Iguaçu-PR-Brasil.

    ResponderExcluir
  4. O vereador ficou tremendo de medo de ir contra estudantes inteligentes e perder voto.

    ResponderExcluir
  5. Olha o idiota ai de novo querendo de alto promover... dizendo que está em Foz do Iguaçu... hahahahaha Deixa de ser besta fred ruan. Tú é um otário mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Estudantes de parabéns...mais a educação ficou aonde? Assim nada resolvido, aposto!

    ResponderExcluir
  7. .....
    .
    .

    ..........IFMA FICOU COMO MAL EDUCADOS....

    MUITO FEIO...ASSIM !!!
    CADE A DIRETORA DA INSTITUIÇÃO?
    .
    .

    ResponderExcluir
  8. Eu não vi como falta de educação, a gente tem que levar em conta que foi a primeira manifestação deles e houve uma pequena falta de comunicação, tipo pra galera ficar calma na hora de ocupar a galeria junto com a tribuna só isso.
    Mais uma vez PARABÉNS AOS ESTUDANTES.

    ResponderExcluir
  9. FRANCISCO.... Fred Ruan- Foz do Iguaçu-PR-Brasil,,, VOCÊ SE ESCONDE DE QUE?

    ResponderExcluir
  10. ATE QUE EM FIM O PRESIDENTE CARA DE PAU DEIXOU Q SE QUEBRASSE O PROTOCOLO.POIS NO DIA DA MANIFESTAÇÃO DOS PROFESSORES ELE NÃO DEIXOU NINGUÉM FALAR.PRESSÃO NELES Q ELES FICAM COM MEDO DE PEDER VOTOS,POIS AS CAMPANHAS ESTÃO PRÓXIMAS KKKKKKKKKKKKK.

    ResponderExcluir
  11. é muito fácil vc ñ se identificar e ficar escrevendo mer.... vocês querem falar mais querem o anonimato como uma pessoas dessas querem ser levadas a sérios nos seus comentários botem a cara a tapa caro amigos "anônimos".

    ResponderExcluir
  12. Esse desfecho do João Paulo gritando DITADURA DITADURA, foi muito infeliz por se tratar de uma pessoal tão inteligente, o professor exigindo respeito sem respeitar ninguém também mostra o despreparo mais que essa ñ seja a ultima que venha muita outras revindicações, pois por muito tempo a classe estudantil ficou parada.

    ResponderExcluir
  13. fred e denes vc poderiam era dizer quem é vc diverdade porque vc me parece que é mais um cheira ovo do prefeito e dos vereadores talvez vcs sejam mais um que vive recebendo dinheiro do prefeito pra poder garantir voto pra ele.o brasil é um pais democrático e não ditadura enquanto tiver pessoas assim como vcs o pais nunca sai da merda

    ResponderExcluir
  14. Kelson Mesquita - Vila Militar/Santa Inês5 de maio de 2012 06:55

    É sempre assim. Geralmente os comentários passam logo para o pessoal. Vamos discutir o assunto, bando de covardes (entenda-se anônimos. Os estudantes se comportaram mal. E o fato de ter sido a primeira manifestação não lhes dá o direito de ofender e perturbar a ordem. E outra, tinha um pré-candidato do PT no meio daquela galera. Incitando? Não sei, mas que nesse movimento tem interesses alheios às reivindicações originais, disso eu não tenho duvida. Voce tem?

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente o que vimos ontem e estamos vendo aqui nesses comentarios sao com certeza alunos despreparados, mal educados e que estao sendo uzados pra fazer politicagem...
    Vamos pelo inicio...principal problema do ifima..O lixao..para quem nao sabe o municipio na epoca da escolha do terreno para a construcao do centro disponibilizou 3 terrenos para a direcao da escola escolher e na epoca o lixao ja estava naquele mesmo local... Porque entao sabendo disso o Reitor escolheu aquela area? Os que hoje fazem suas reclamacoes tem que saber a quem de direito...
    Quer dizer que neste momento o cupado de tudo e a prefeitura... Da licenca... O Ifima tem 3 anos ou mais de funcionamento... E convivendo com os mesmos problemas..onde edtavam estes alunos no ano passado...
    Concordo sim que reenvindiquem seus direitos.... Mas a quem de direito... O secretario de seguranca publica esteve em Santa Ines semana passada...porque nao formaram uma comissao e nao foram falar com ele sobre seguranca...
    Sem sombras de duvidas o que aconteceu ontem foi uma manobra politica... E que saiu pela culatra....
    Nossos colegas estudantes nao passaram de baderneiros..
    Infelizmente estao sendo uzados...
    Dessa forma nao vao conseguir nada...FATO.

    ResponderExcluir
  16. Eu não teria motivos pra me exibir, saibam que eu levo uma vida normal de estudante aqui no sul.
    Não uso anonimato, coloco meu nome sim..
    Trabalhei no Inst. Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE e morei até o mês de fevereiro no Jardim Brasília(entre as ruas Ceará e Pernambuco)
    Batalhando e vivendo em uma cultura muito diferente daí. Onde eu estou sozinho e tenho que me acostumar com isso. Também não sou declaradamente partidário de nenhum vereador, embora tenha contato com uma boa parte deles.
    Não voto no atual prefeito nem no candidato dele.
    Então esse argumento de que eu tô bajulando Bringel é mentira. E eu não falei nada dos estudantes, só acho que na próxima vez vai ser melhor pq vcs já vão ter uma noção e não vão deixar passar qualquer imagem de desordem . só isso...

    ResponderExcluir
  17. Caro Daniel Aguiar e pessoas que comentaram acima, sou aluna do IFMA-Campus Santa Inês, e quero, já de início, deixar claro que não aceitamos ser chamados de "politiqueiros" ou coisa do tipo. A atitude foi tomada pelos próprios estudantes, não somos influenciados por nada além do caos que estamos enfrentando. O Instituto Federal nos apoia, dentre outros.
    A situação que vivenciamos já é antiga e só se agrava a cada dia. A via que dá acesso ao IFMA não tem iluminação, limpeza e segurança, os assaltos são constantes e cada vez mais violentos. É muito fácil falar sem viver a situação, sem saber, de fato, os obstáculos que são enfrentados a cada dia de aula.
    Essa é a luta, não apenas de alunos, e sim, da população dessa cidade. Espero, que cidadãos que nos atribuem adjetivos equivocados, abram os olhos diante do marasmo e nos apoiem, minimamente.
    Quero abordar dois pontos. 1º: não agimos com falta de educação na Câmara, a verdade é que, estamos cansados de falaças, o que os vereadores disseram já sabemos. É a vez de nos ouvirem, por que não querem nos ouvir????
    Não precisamos de discursos, precisamos que façam o seu trabalho, queremos ver o que realmente está sendo feito pela educação e pelo futuro de Santa Inês. Nossa luta, também é pela comunidade que vive aos arredores do Campus, que está jogada à marginalização.
    Queremos estudar com segurança, queremos ir e vir e ter a certeza de que estaremos bem. A falta de segurança e transporte impede, muita vezes, a ida ao Instituto.
    Se a educação não é valorizada, se os estudantes não são valorizados qual será o futuro dessa cidade?????
    Será preciso algum estudante morrer pra fazerem alguma coisa????
    2º: o professor agiu de tal maneira, pois sim, foi tratado desrespeitosamente. O vereador X chamou-o de INFILTRADO e alegou que ele estava sendo remunerado pra fazer algazarra ali, isso sim é desrespeito! Entendam: não estamos fazendo manifestações por algazarras, não pedimos ajuda, queremos o que é nosso por direito, a situação não é uma bagunça. Como diz Professor Vinícius: "Se a linguagem que o governo entende é essa, é assim que iremos nos comunicar ."
    Espero, que cidadãos de Santa Inês fixem os pés no chão, abram os olhos pra realidade e vejam que todos são vítimas . Em relação a comentários anteriores: Se há algo em desordem, é a mente de gente que tem medo de lutar contra um governo intransigente e que, por consequência, acaba virando gente bestializada.
    É contraditório, por exemplo, ter um prefeito médico, e a cidade não ter um hospital público. Ninguém vive de asfalto, O QUE MUDA É EDUCAÇÃO!
    Nossa luta se iniciou, os dias mudarão, a Revolução apenas começou!

    Rebeka Pereira, aluna do IFMA-Campus Santa Inês, 5º período do curso Técnico em Edificações e que anseia por mudanças.

    ResponderExcluir
  18. concordo com vc Daniel tudo temos que manter a ordem, mais a camara de vereadores é casa de desordeiros........

    ResponderExcluir
  19. acho incrivel como a Creusa tem a solução pra tudo, e não resolve nada

    ResponderExcluir
  20. O Nazeu é uma vergonha nesta camara,vejo como um hipopotamo

    ResponderExcluir
  21. Ainda bem que Moacir não falou, era uma agressão aos ouvidos do publico, inimigo numero um da gramatica

    ResponderExcluir
  22. Vi no ORLANDO uma tentativa de tentar virar o jogo, muito apelativo

    ResponderExcluir
  23. Em ano Eleitoral tudo se caracteriza como POLITICA PARTIDARIA. Mas, o que os alunos do IFMA estão reinvidicando são apenas direito que todo cidadão tem (conforme nossa Constituição Federal) que é o Direito de ir e vir, sem que tenham suas vidas ameaçadas. Vocês, meus caros alunos são o Futuro do Brasil, serão os profissionais que irão nos representar no futuro, continuem exercendo seus direitos, VÃO A LUTA, SEM MEDO E COM MUITA RESPONSABILIDADE. Parabéns por essa iniciativa, que é lutar por um bem comum. Estarei sempre ao lado das LUTAS POPULARES. A título de esclarecimento, estive na manifestação com os alunos na Câmara Municipal e não presenciei em nenhum momento atos ou gestos que caracterizassem desordem, depredação, ou qualquer ato ilicito, são jovens com muita energia a ser desprendida, temos que saber entende-los, compreende-los, viver o dia a dia deles e não marginaliza-los em seu primeiro ato popular, são pré adolecentes, adolecentes e jovens e já sabem o que querem, queríamos nós poder ter tido esta visão quando estudantes.

    ResponderExcluir
  24. É muito fácil as pessoas falarem sem está vivenciando o drama que se torna cada dia mais visível para os estudantes do IFMA (Campus Santa Inês). A incerteza de que nos chegaremos ao Instituto e que retornaremos para casa com segurança está cada vez mais nítida .
    É muito fácil falarem também que somos “politiqueiros” e isso é uma calunia. Pois não fomos as ruas para eleger novos representantes, mas sim para reivindicar os nossos direitos e da população que até hoje foi esquecida pelo governo. Porem se vocês concordam com a “maravilhosa” administração dessa cidade, eu só posso lamentar , isso mostra que a gestão atual conseguiu bestializar uma boa parte da população que se conforma com a educação e saúde precária , com estado de extrema pobreza que uma parcela considerável, marginalizada, da população vive e com a falta de segurança presente em toda a cidade. Se há políticos tentando se promover com essa manifestação fica a critério da população eleger bem seus novos representantes e só fazendo uma ressalva: OS ESTUDANTES DO IFMA, CAMPUS SANTA INÊS, NÃO ESTÃO VINCULADOS COM NENHUM PARTIDO POLITICO E TEMOS INTELIGENCIA O BASTANTE PARA NÃO PRECISAR DEPENDER DE TERCEIROS.
    E respondendo a pergunta de alguns, decidimos fazer essa manifestação agora, não porque é um ano político; mas sim a situação esta cada vez mais caótica. A pergunta que se faz é: Quem será o próximo a sofrer violência no caminho da escola?
    E não somos MAL EDUCADOS, simplesmente estamos cansados de ouvir promessas que sabemos que não serão cumpridas e ver nossos ”queridos” vereadores colocarem culpa nas principais vitimas da má administração, que são as pessoas se foram marginalizadas e tiveram seus mais básicos direitos negados.
    “Um jovem visivelmente irritado - que se apresentou como professor”. Ele não se apresentou como professor, ele É professor do IFMA (um ótimo professor por sinal), estava irritado sim e teve motivos que não foram relatados nesta nota. Não entendo o por que.

    Pâmela Oliveira,
    aluna do IFMA-Campus Santa Inês, 5º período do curso Técnico em Edificações.

    ResponderExcluir
  25. Informação: na passeata tinha alunos do CAIC , da UEMA e várias escolas de Santa Inês. A próxima terá muito mais, pois teremos mais tempo para planejarmos. Não adianta tira o foco das reivindincações e querer fechar o debate dizendo que é politicagem ou dizer os alunos são crianças , massas de manobras. RESPEITEM! o que se forma nese campus são cidadãos críticos, excelentes técnicos e cidadãos. Agora se os políticos locais não sabem o que é isso, CUIDADO! Vão cuidadr das escolas de sua cidades, nós temos indicadores que moetram que os vereadores e prefeto não cuidam de seus estudantes,mas sabemos por fonte do FNDE que vem muito dinheiro. O IFMA , campus santa ines já demonstrou os bons indicadores tanto no ENEM como de empregos.

    ResponderExcluir
  26. NOSSA... O QUE ESTÃO CRIANDO NO IFIMA...ESTUDANTES OU MARGINAIS.. PORQUE O QUE ESTAMOS VENDO AQUI SÃO AMEAÇAS E MAIS AMEAÇAS.. ONDE ISSO VAI PARAR? LUGAR DE CRIANÇA É NA ESCOLA E DE GENTE SEM EDUCAÇÃO MAIS AINDA..
    REINVINDICAR É DIREITO DE TODOS...MAS RESPEITO TODOS TEM DIREITO... NÃO É APONTANDO O DEDO OU EMPURRANDO E DESRESPEITANDO AS PESSOAS QUE VCS VÃO CONSEGUIR OS SEUS OBJETIVOS... ESTAMOS EM OUTROS TEMPOS, UMA NOVA REALIDADE... TENTEM CONCENTRAR A SUA INTELIGENCIA E SUAS FORÇAS EM COISAS MAIS PROVEITOSAS E COM COERENCIA E RESPEITO...
    NÃO SAIAM NAS RUAS COM UM BANDO DE PROFESSORES IRRESPONSAVEIS E COMANDADOS POR POLITICOS QUE FICAM USANDO VCS COMO ESCUDO... PORQUE NENHUM DELES MORA AQUI, NÃO SABE DA NOSSA REALIDADE.. NÃO SABEM NEM COMO O IFIMA FOI CRIADO AQUI....
    SE HOJE O IFIMA ESTA FUNCIONANDO ALI FOI POR IRRESPONSABILIDADE DO REITOR... O MUNICIPIO OFERECEU 3 LUGARES PRA QUE FOSSE CONSTRUIDA A ESCOLA E O REITOR E A DIREÇÃO DO IFIMA ESCOLHEU O LOCAL...ENTÃO NÃO CUPEM VEREADORES OU PREFEITURA PELA MERDA QUE NÓS ESTAMOS HOJE...
    EU TAMBEM SOU ALUNO E SEI DA REALIDADE E NAO VOU SER USADO POR NINGUEM..

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Fico estasiada com o comportamento de pessoas que afirmam que a nossa manifestação é " politicagem" ou baderna, infelizmente essas pessoas as quais me refiro são a verdadeira imagem da " POLITICAGEM INFÂMIA DESTA CIDADE", pois penso que só jugam os outros por aquilo q somos.
    Ali não tinha nenhum ladrão de colarinho, nenhuma criança com o prefeito falou hoje na audiência publica ocorrida nesta manha no auditório da prefeitura desta cidade que é marginalizada pelo próprios governantes, para eles a educação é um dos maiores empecilhos para as suas ações ilícitas, pois aqueles que detém um nível minimo de conhecimento jamais os colocariam onde estão.
    Daí afirmo que a nossa luta é digna e merece respeito, pois em hipótese alguma desrespeitamos a ordem ou os vereadores, lá queríamos apenas ser ouvidos, pois para nós já basta de tanta falacias - FALAR O QUE JÁ SE SABEMOS É FÁCIL, DIFÍCIL É ACHAR UM SOLUÇÃO RÁPIDA E PRATICA- e promessas.
    para um maior esclarecimento da nossa trágica e perigosa situação: O movimento surgiu após inúmeros ataques de ladrões na via de acesso do IFMA-Campus Santa Inês, onde dentro de uma semana 14 alunos foram atacados, sendo 7 celulares tomados, 1 aluno quase morto, pois foi agredido com fação e perseguido ate a chegada do IFMA e após a entrada passou muito mal, desmaiou e precisou ser levado para o hospital.
    o que queremos é precisar ir a enterro de algum amigo nosso que estuda lá, nem que para isso façamos 1000 passeatas e 1000000 de protestos.
    ATENCIOSAMENTE uma aluna que estar lutando pelo ser direto garantido em constituição e que ta sendo burlado pelos nosso representantes

    ResponderExcluir
  29. GENTE...
    VAMOS PARAR DE SER HIPOCRITAS...
    SEGURANCA SE COBRA E DA POLICIA...
    O SECRETARIO DE SEGURANCA DO ESTADO ESTEVE AQUI HA MENOS DE 15 DIAS... PORQUE NINGUEM FEZ MANIFESTACAO LA.... PORQUE NOSSOS QUERIDOS PROFESSORES NAO NOS INSENTIVARAM....
    EU SOU ALUNO DO IFIMA TAMBEM E NOS SABEMOS QUEM COMECOU COM ESSA IRRESPONSABILIDADE...
    PORQUE ACUSAR PREFEITURA OU VEREADORES DE TODOS OS NOSSOS PROBLEMAS...
    PORQUE NAO FALAMOS COM A NOSSA DIRECAO PRA CORRIGIR A MERDA QUE FEZ....
    JA DISSE.... SE NOS ESTAMOS NESSA SITUACAO...A CULPA E DA NOSSA DIRECAO....QUE ESCOLHEU AQUELE TERRENO PRA CONSTRUIR O IFIMA... EU SEI DA VERDADE E NAO VOU SER USADO......
    EU ESTOU COM VERGONHA DE SER TACHADO DE BADERNEIRO... A DIRECAO E QUE CORRA ATRAZ DE CORRIGIR A MERDA QUE FEZ...INFELIZMENTE NOS ESTAMOS PAGANFO POR ISSO.... MAS NAO SEREI USADO...

    ResponderExcluir
  30. Fiquei decepcionada pelo que encontrei nesse blog falando sobre a manifestação do IFMA, não somente porque sou aluna deste Campus, mas o que foi dito não teve nem um pingo de nexo. Nós não estávamos fazendo reinvincações como "politiqueiros" como foi citado aqui, mas sim estávamos correndo atrás dos nossos direitos como todo cidadão deveria fazer, e tenho certeza que isto não é errado. Se o professor se exaltou, houveram motivos para que isso acontecesse, o qual não foi dito. Se chegamos a esse ponto foi porque os responsáveis por isto fizeram com que fosse assim. E se para que os nossos direitos sejam colocados como prioridades nós tenhamos que sair as ruas, entrar na Camara Municipal e participar de mais uma sessão, isso será feito, sem sombra de dúvidas.

    Inglid Oliveira, estudante do IFMA Campus Santa Ines. 5º módulo do curso Técnico em Logística.

    ResponderExcluir
  31. O kra vem aki e posta q é aluno do "IFIMA"
    ja deu pra perceber

    ResponderExcluir
  32. A falta de argumento leva ao insulto. Podemos desconsiderar os predicados atribuídos aos manifestantes, já que estão buscando o que é de direito de todos e eles têm a liberdade, por lei, para fazerem suas críticas e exigirem melhorias.

    ResponderExcluir
  33. Nós - alunos do IFMA Campus Santa Inês - estamos reivindicando o que é de direito da população, favorecendo a todos da região. Mas, a bestialização do povo consome de maneira absurda fazendo com que haja a oposição. O que intriga são os comentários que vão de encontro à manifestação.
    Esse movimento está em ação e vamos até o fim. O futuro é a educação, porém, não teremos isso como realidade senão lutarmos para tê-la. A pequena parcela que está de acordo vai à busca de apreços que eram para ser disponibilizados sem a precisão de tudo isso, caso houvesse consciência da necessidade de segurança.
    Toda a discussão é tida como se fosse entre ‘pessoas’ distintas, no entanto, os representantes também são cidadãos e, consequentemente, enquadrados aos favorecidos na questão. Em tese, o papel do político é representar o povo e usufruir do poder que lhe é proporcionado para buscar melhorias que satisfaçam ao povo. Esta exige segurança, transporte e iluminação no caminho do IFMA, pois é onde estão ocorrendo frequentes roubos, furtos.
    Com essa base, portanto, é DEVER dos representantes – já que possuem condições para mudar essa realidade deplorável – solucionar esses problemas nítidos.

    Hellen Jordana, aluna do IFMA-Campus Santa Inês, 5º período do curso Técnico em Edificações.

    ResponderExcluir
  34. Senhores donos desses comentários que são contra a Mobilização Estudantil do IFMA- Campus Santa Inês, venho aqui dizer que é fácil para vocês falarem de uma coisa que não têm o conhecimento. Antes de sairem postando esses comentários absurdos eram pra ter parado e pensado no que estamos passando... será que é preciso acontecer algo mais sério para que as autoridades tomem atitude e irmos em busca de nossos direitos? afinal temos ou não direito de ir e vir com segurança? Ou temos direito de ir e vir esfaqueados, ou até morto? precisamos sim de iluminação pública, de limpeza ao derredor do Campus, foi citado por uma das vereadoras que o Campus recebe um dinheiro pra isso, mas não é bem pra atender necessidades do município e sim das necessidades internas do Campus. Bom como muitos já falaram nossa Luta só esta começando.

    Luana Alves, aluna do IFMA-Campus Santa Inês, 3º período do curso Técnico em Logística.

    ResponderExcluir
  35. como sao as coisas , fazemos o nosso papel de estudante e ainda somos chamados de " politiqueiros" , é realmente somos alunos que tivemos coragem de ir atras do nossos direitos, se elegemos essas 'pessoas ' , foram pra fazer algo ultiu nessa cidade , naao pra ficar sentado e olhando as coisas acontecerem e ainda mangar do cidadão e outra essa naao foi so a primeira e ultima manifestação , essa foi a primeira de varias manifestações , e quero deixar isso beem claro enquanto os nossos pedidos nao forem feitos nao iremos deixar nenhuma dessas " pessoas " aliviados..
    Brunna Carcará aluna do IFMA campus Santa Inês,3 peridoo tecnico em logística

    ResponderExcluir
  36. Muito bem, são diversos os comentários aqui. Alguns nos julgam mal educados, outros nos incentivam, mas independente de tais comentários, somos fortes o suficiente pra não desistirmos no primeiro obstáculo, somos lutadores, queremos viver com o mínimo de dignidade possível.
    E lembrando aqui, que os assaltantes podem nos tirar celulares, computadores, mochilas, mas nada disso é tão valioso quanto a VIDA. Todos os alunos que percorrem aquele caminho, enfrentam o medo, mas levam no peito a coragem de andar mais um pouco, de seguir em frente e gritar bem alto, que superaram suas expectativas e seus limites.
    Em relação ao lixão, tenho apenas um questionamento a fazer: Se o IFMA (e não IFIMA, como alguns escreveram por aqui)não fosse situado naquele local, o lixão poderia continuar pra sempre ali?
    Nos chamam de mal educados, por reivindicarmos direitos que não são apenas dos alunos, mas sim da população em geral. Me refiro a vocês "ANÔNIMOS" que ainda não perceberam que estamos lutando pelos SEUS direitos e causas também.
    Se esperam que nós fiquemos calados, NÃO, não ficaremos. Todos somos valentes o suficiente para continuarmos.
    Expresso-me aqui também em relação aos professores e em especial ao professor Vinícius, que discursou belissimamente, mostrou que nós também temos voz.
    Em relação aos vereadores, alguns deles, poucos aliás, falaram e tiveram argumentos concretos e concisos. Não se comparando aos outros que mostraram não gostar nem um pouco de reivindicações populares, esquecendo que eles estão ali, para cumpri-las. Paradoxal não?!
    Queríamos apenas ser vistos, estamos AQUI, nós EXISTIMOS e se não perceberam, somos o FUTURO do país e não queremos morrer em vão.
    Você que nos julga, coloque-se no nosso lugar, você já imaginou a situação de correr de um ladrão no escuro total, por falta de iluminação e segurança? Já se imaginou com uma faca no pescoço e ainda ser chamado de vagabundo? Já imaginou ser ameaçado de morte? Pois é, essas situações aconteceram, não foram imaginações de mentes juvenis, essa é a nossa realidade e não queremos nos acostumar com ela, não merecemos.
    Dói saber de tudo que passamos e ainda sermos banalizados por isso, não é justo.
    Por fim, fomos sim, insultados e mal interpretados. Fomos ditos como INFILTRADOS na casa do povo, mas somos O POVO.
    Aos outros digo apenas que esse é apenas o começo de um luta que será eterna, A LUTA DO BEM CONTRA O MAL.
    Vamos tentar com a certeza de que conseguiremos a vitória.
    PS.:Não somos politiqueiros, lutamos contra eles,contra a política mesquinha de interesses pessoais. LUTAMOS POR TODOS E PARA TODOS.
    Luana Sofia. Estudante do IFMA.

    ResponderExcluir
  37. CLAUDIVAN ALCÂNTARA SILVA - UEMA -
    A maioria de nossos políticos ao optarem pelo clientelismo político, com seu capitalismo de comparsas e socialismo de privilegiados, deixa de administrar questões importantes como meio ambiente e segurança pública. Isso mostra que os bens e serviços públicos têm como característica essencial à impossibilidade de limitar o seu uso àqueles que pagam por ele. Nossos estudantes são jovens com espírito critico e formadores de opinião que confiam na democracia que lhes abonar a liberdade de expressão e os direitos de manifestação que são garantidos pela Constituição Brasileira. Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  38. ENGRACADO QUE MESMO SABENDO DE QUEM E A CULPA DESCOLA SER CONSTRUIDA NAQUELE LOCAL..
    NINGUEM COMENTA....SERA PORQUE...?GENTE DA LICENCA... TENTEM FAZER OUTRA MANIFESTACAO PRA VER SE NAO VAI CONTAR COM MEIA DUZIA DE PESSOAS... ESSA IRRESPONSABILIDADE SERVIU PRA MUITA GENTE ABRIR OS OLHOS PRA VER QUE ESTAVA SENDO USADO....
    SINCERAMENTE NAO ACREDITO QUE ASSIM...DESSA FORMA VAMOS CONSEGUIR NADA.....
    TEMOS SIM QUE COBRAR DA NOSSA DIRECAO...
    PORQUE ESCOLHERAM AQUELE LOCAL......
    FAZER MIL MANIFESTACOES NAO PASSAREMOS DE ARRUACEIROS E MAL EDUCADOS...
    SINCERAMENTE ESTOU COM VERGONHA DE SER ALUNO DESSA INSTITUICAO..
    NAO...A POLITICAGEM.....NAO VOU SER USADO...

    ResponderExcluir
  39. Sou Cesar, estudante de logística no IFMA-CAMPUS SANTA INÊS do 5º período e vou ser bem claro para que os que realmente estão fazendo politicagem entendam, pois como sei, eles é que não possuem uma EDUCAÇÃO de QUALIDADE, pois tiveram na juventude uma educação voltada apenas para obedecer de forma bestificada, políticos corruptos. Diferente de todos esses "babões" que não passam de "bobões" enganados por uma classe que pensam que nós alunos do IFMA, somos como estudantes do município, do estado ou até mesmo que os professores desta mesma instituição seja como os professores da rede municipal e estadual, que infelizmente estão iludidos que dependem desse sistema em que apenas esses DITADORES se beneficiam.
    Para todos que são contra a nossa MANIFESTAÇÃO, manifestação essa que apenas está mostrando, a realidade em que se encontra a cidade de Santa Inês. Qual seria essa realidade?
    Simples, vou citar apenas o básico:
    Falta de segurança, saneamento básico, educação de qualidade e o principal:
    CIDADÃOS que saibam usar seu voto, apesar de ser difícil escolher entre tantos candidatos que querem apenas enriquecer através do povo, que são apenas marionetes para essa corja de criminosos.
    digo apenas o que foi dito no dia do movimento:
    para os que querem viver trabalhando para sustentar politico corrupto, continuem assistindo sua novelinha das 20:00 h.

    ResponderExcluir
  40. e para o senhor Daniel Aguiar, para um jornalista você não está sendo parcial no seu trabalho.
    reveja seus conceitos de jornalismo antes de publicar algo que possa difamar alguém.

    ResponderExcluir
  41. anonimo:
    (SINCERAMENTE NAO ACREDITO QUE ASSIM...DESSA FORMA VAMOS CONSEGUIR NADA.....
    TEMOS SIM QUE COBRAR DA NOSSA DIRECAO...
    PORQUE ESCOLHERAM AQUELE LOCAL......
    FAZER MIL MANIFESTACOES NAO PASSAREMOS DE ARRUACEIROS E MAL EDUCADOS...
    SINCERAMENTE ESTOU COM VERGONHA DE SER ALUNO DESSA INSTITUICAO..
    NAO...A POLITICAGEM.....NAO VOU SER USADO...)

    PELO VISTO KARA TU CONHECES DEMAIS A HISTÓRIA DESTE IFMA. SABES QUEM CEDEU ESTE "BEM" LOCALIZADO TERRENO? O "bendito" PREFEITO. O TERRENO É DO MUNICIPIO. SABE POR QUE? PORQUE QUEM CONSEGUI TRAZÊ-LO PARA CÁ FOI O DEP. RIBAMAR ALVES. A INTENÇÃO VERDADEIRA ERA MINIMIZAR A ATUAÇÃO DO DEPUTADO CEDENDO O TERRENO JUSTAMENTE NAQUELE LOCAL.
    E, INDEPENDENTE DISSO, OS ALUNOS TEM QUE COBRAR MESMO. TÊM QUE FAZER BAGUNÇA MESMO. FAZER MUUUITA ZOADA. GRITAR. APTAR. ATRAPALHAR. POIS, É SÓ ASSIM QUE SOMOS OUVIDOS. UM DIA ALGUÉM ESCUTA, SEJA NA MANHA OU NA MARRA.

    É POR FALTA DESSAS AÇÕES QUE O NOSSO PAÍS VAI DE MAL A PIOR. NINGUÉM PROTESTA, NINGUÉM RECLAMA. SÓ SABEMOS FALAR E DE LONGE. QUANTAS CORRUPÇÕES POLÍTICAS SÃO DESCOBERTAS DIA A DIA, VEJAM O CASO DO BICHEIRO CACHOEIRA, E O QUE O POVO FEZ, E O QUE O POVO FAZ CONTRA? NADA. ACEITA COMO UM BANANA.

    TEM QUE RECLAMAR, SIM. APOIO O IFMA.

    NÃO SOU ALUNAM NEM MORADORA DA CIDADE
    SOU UMA CIDADÃ
    DORA

    ResponderExcluir
  42. ANONIMO (SINCERAMENTE ESTOU COM VERGONHA DE SER ALUNO DESSA INSTITUICAO..
    NAO...A POLITICAGEM.....NAO VOU SER USADO...)

    CARO,
    VOCÊ DEVE VER QUE USADO VC VEM SENDO DESDE O DIA EM QUE ACEITOU CALADO ESSA SITUAÇÃO E NÃO PROTESTOU. FOI USADO PQ A ILUMINAÇÃO PÚBLICA ESTÁ SENDO PAGA PELO IFMA MES A MES NAS CONTAS DE ENERGIA ENQUANTO NINGUÉM DE LÁ USA. VC ESTÁ SENDO USADO QD PAGA SEUS IMPOSTOS E NÃO TEM SEGURANÇA PÚBLICA NEM TRANSPORTE E ISSO ESTÁ PREVISTO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, UM DIREITO DE TODOS E DEVER DO ESTADO.

    QT A TER VERGONHA DE ESTUDAR NO IFMA, É FACILMENTE ENTENDIDO O PQ.
    PELO SEU TEXTO, VÊ-SE Q SEU NIVEL NÃO DÁ PARA SER ALUNO DAQUELA INTITUIÇÃO, COM PROFESSORES DE ALTO NIVEL DE INSTRUÇÃO E FORMAÇÃO, INSTITUIÇÃO DE NIVEL FEDERAL, RECONHECIDA NACIONAL E INTERNACIONALMENTE. POR FAVOR, VC DEVE SER ALGUÉM DESPEITADO. KKK.
    DORA.

    ResponderExcluir
  43. esses comentários falando mal da manifestação dos estudantes do ifma, essas pessoas é que estão sendo usadas pelo grupo político do prefeito porque esse grupo querem ser ditadores não aceita ouvir a verdade, Parabéns aos estudantes!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  44. MUITO BEM DORA.....
    ACHO QUE VC E QUE NAO SABE DA HISTORIA....
    NA EPOCA DA CONSTRUCAO DA ESCOLA A PREFEITURA OFERECEU 3 TERRENOS EM LOCAIS DIFERENTES.... E FOI A DIRECAO QUE ESCOLHEU AQUELE LOCAL....E NA EPOCA O LIXAO JA ESTAVA ALI....NAO TINHA ILUMINACAO.....
    ESTAO RECLAMANDO DE QUE....FOI A NOSSA QUERIDA DIRECAO QUE NOS COLOCOU NA MERDA.....
    ELES QUE RESOLVAM.....
    NAO VOU FAZER POLITICAGEM PRA NINGUEM....
    NAO SEREI USADO....
    QUANTO AO ESTUDANTE QUE ESTA FALANDO MAL DAS ESCOLAS ESTADUAIS E MUNICIPAIS....LAMENTO, MAS EU VIM DE ESCOLA PUBLICA E ME ORGULHO DISSO E NAO VEJO O IFMA SUPERIOR A NINGUEM....
    SE VC ACHA ISSO .....E BOM REVER SEUS CONCEITOS...
    POIS FISCRIMINACAO E CRIME....

    ResponderExcluir
  45. para você que não tem coragem de se apresentar e fica no anonimato, você não passa de um covarde que não tem coragem nem peito para falar, mostrar e ir de frente as banalidades que estão acontecendo nesse município. eu também sempre estudei em escola publica e é por isso que digo isso.
    todos da rede municipal de Santa Inês são submissos ao prefeito que alguns bobões elegeram.

    ResponderExcluir
  46. SÓ NÃO PARTICIPOU DO PROTESTO FRED RUAN POQUE ESTAVA EM FOZ DO IGUAÇU... ESSA LUISA DA VIDA KEKEKE... CARA TU ÉS UM A TOA MESMO!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  47. Finalmente as cabeças pensantes, estão acordando p/ a realidade, desta cidade querida de Sta Inês, independente ou não de quem faltou c/ educação, se os parlamentares ou acadêmicos, o fato é q mudanças são necessariamentes urgentes, se o descaso perdura na educação! e como fica o restante? é p/ se refletir em larga escala. pensem nisso, SERÁ UM PASSO P/ MUDANÇAS. E q vença a democracia responsavel... parabens daniel pelo destaque, e aos alunos pela luta justa!

    ResponderExcluir
  48. Primeiramente, não me assusta tal postagem, pois em regra, nos mais distantes e próximos lugares desse país, há de sempre encontrar vozes defensores da ordem estabelecida, ordem esta responsável pela miséria, fome, injustiças e tantas outras barbáries... Logo, vozes como esta desse sujeito que se apresenta como blogueiro é a prova da insanidade e mediocridade

    Lamento que alguns, ao atacarem este importante ato, não se apresentem, escondem-se como covarde e delinquentes no anonimato... Logo, quando os anônimos se apresentarem, terei o maior prazer de debater, sem, contudo, esta covardia de não se identificar

    Por fim, vamos continuar na luta e demonstrar as palavras tomam formas de ruas, barricadas e esperanças

    Educação, ser educado, para os ignorantes defensores da orgia política que reina no Brasil e nas tantas cidades, jamais – jamais mesmo – será bons modos, e sim, consciência que quando os mentirosos vomitam suas insanidades, temos que ter a audácia de responder imediatamente, com gritos, versos e ousadia...

    Ao blogueiro, por fim, com certeza na próxima eleição estará do lado de alguns desses candidatos comprometidos com seus interesses particulares (seja os candidatos do prefeito, seja o do deputado federal)...

    Cláudio Mendonça
    Professor do IFMA. Campus Santa Inês
    (O mesmo que tu citas de forma leviana e sem apresentar os fatos reais)

    ResponderExcluir
  49. Caro leitores,

    O Notas do Daniel Aguiar segue linha editorial pautada na opinião do autor. Esta sempre estará baseada em fatos. Todos temos direito à opinião. Fiquem à vontade para concordar ou discordar do que está escrito neste espaço. Isso é democracia. O Blog assegura o direito ao anonimato apesar de não agradar a uns e outros. Mas, isso é outro debate.
    Nesta ocasião, oportuna, venho tão somente reafirmar meu compromisso com a liberdade de expressão e a consolidação da democracia.
    Usar de artifícios 'batidos' na vã tentativa de descredibilizar o autor soa jocoso aos meus e aos ouvidos mais críticos de quem acompanha estas postagens.
    Respeito a opinião de quem discorda, mas a mim também está disponível - em qualquer situação - a opção de discordar. Isto sob argumentos plausíveis e não somente como tentativa de usar a tangente como rota de fuga. O debate é maior do que isso.
    Não sou hipócrita. Não sou imparcial. Tomo partido. Tenho ideologias, credos e esperança de testemunhar mudanças que favoreçam a comunidade na qual estou inserido. Luto para que isso ocorra de fato. O que não posso (e não tenho absolutamente nenhuma pretensão de fazê-lo) é forçar vocês, caros leitores, a concordar com tudo que escrevo.
    Prova maior de mediocridade, insanidade e, acrescento ainda, ausência dos sensos crítico e do ridículo, nobre professor Cláudio Mendonça, é não conseguir ver além do ego ferido em consequência clara de encabeçar um movimento que não começou como deveria, por limitações evidentes de uns e outros.

    Aos demais manifestantes, àqueles realmente comprometidos com a causa, reafirmo o meu posicionamento favorável às revindicações e á luta. Sei o meu lugar e como me comportar. Cumprirei o meu papel e cobrarei das autoridades competentes - até a exaustão ou até que sejam atendidas as reivindicações.

    Posso está sendo repetitivo, sinto muito se assim for, mas NÃO condeno o movimento. Houve um problema no início, mas nada que não possa ser corrido.

    É preciso abrir os olhos para que pessoas com frases feitas em caderno de caligrafia não usem a garra, ousadia, força de vontade e esperança - inerentes a esses estudantes - como trampolim para algo que nada tem em comum como o que se almeja neste momento.

    No mais, agradeço a participação e a colaboração de todos.

    Ao professor Cláudio Mendonça, meu abraço sincero e meus votos de felicidade.

    Daniel Aguiar - Blogueiro







    Cláudio Mendonça,

    ResponderExcluir
  50. "Prova maior de mediocridade, insanidade e, acrescento ainda, ausência dos sensos crítico e do ridículo, nobre professor Cláudio Mendonça, é não conseguir ver além do ego ferido em consequência clara de encabeçar um movimento que não começou como deveria, por limitações evidentes de uns e outros"..

    Nobre Blogueiro...Poderia apontar os elementos que confirmam esta denúncia sua...Seria interessante...Estás muito por dentro das questões intestinais do IFMA para afirmar que o movimento não começou como deveria...

    Um forte abraço

    Cláudio Mendonça
    Professor do IFMA. Campus Santa Inês

    ResponderExcluir
  51. É incrivel como as pessoas de Santa Inês que NÃO fazem parte do corpo do IFMA-Campus Santa Inês, seja ele doscente ou discente, ''sabem o que se passa no mesmo, e, entemdem nossos atos de vandalismo''. Cito ''atos de vandalismo'' porque nossas lutas por nossos Direitos, para a corja de ''PARASITAS'' (politicos e seu bando), não passam de VANDALISMO.
    Professor Cláudio Mendonça, estudantes e professores UNIDOS JAMAIS serão vencido.
    Cesár Alves, estudante de Logística V do IFMA- Campus Santa Inês.

    ResponderExcluir
  52. hum muito interressante se e cupar da direçao em ter escolhedo aquele lugar aonde esta localizado o ifma aii ja nao seii... mais aonde fica aquela pessoas catadora de lixo? alii tbm e cupar da direçao da escola por q colocado eles aee? aonde fica aquelas pessoas sofrendo com o mal cheiro? as pessoas morrer por falta de um atendimento adequando?alias aqui em santa ines tem pelo mesmo hospital digno ? se tive pois cade? cade a segura dessa cidade? a policia daqui só serve para prende moto é ?pq eles nao vão prende quem prejudicar a vida das pessoas digna....cade o nos prefeito que encheia a boca para compra os eleitores...galera nos ja estmos cansamos de a panhar e bom nos aprende a lutar pelo os nos direto temos que baguça grita fazer o q for necessario para agente pode ser vistos pois os poderosos só tenho para o nos direito.....nos temos direito a vida nao a morte ne a fome temos direto a lar temos direito a educaçao a uma cidade melhor um mundo vamos prende a cobrar deste povo que se o dono de santa ines
    vamos a lutar
    os alunos do ifma vão para escola sem direito a voltar vivo por da crimalidade eu duvido se o prefeito vaii para aii a pe eu duvido se os poderosos vao passar um dia ali na vila delade de cabral eles nao vao pq eles disse q ali morar só criminoso mais eu duvido qi eles fazer alguma coisa para munda isso cade emprego digno para a sociedade..



    galera vamos lutar vamos fazer bagunçar e vamos ser reconhecido por esse povo que nos esquece so lemmbra da agente no tempo de eleiçao vamos lutar...

    ResponderExcluir
  53. Caro Daniel Aguiar, sou aluno do Instituto Federal do Maranhão-IFMA-Campus Santa Inês, Curso técnico em Logística 2011B- 3° Módulo, Sala que cuja manifestação deu inicio. Essa manifestação começou na sala de aula, pela revolto dos alunos da sala que cansaram de tanta indignação por parte do nosso atual prefeito Robert Bringel, que nunca veio até o nosso campus ao menos pra uma visita, se você se interessar em saber de fatos, antes de sair publicando, venha até o IFMA-Campus Santa Inês, Turno Vespertino, Turma Logística 2011 B, 3° Módulo. Agradeço de fazer isso.

    ResponderExcluir
  54. Caro Daniel Aguiar, sou aluna do IFMA, curso tecnico em Logistica, 3º modulo sala '9', turno vespertino. Venho reforçar o convite que lhe foi feito pelo meu amigo de classe jeferson, gostaria muito que você fosse na nossa escola para esclarecer esse asunto, que pelo visto está sendo visto por alguns de forma errada, está sendo interpretado de forma equivocada. Então peço que nos faça uma visita para melhores esclarecimentos. Outra coisa quero que venha falar com nós alunos, e não com a diretoria por favor.

    Obrigado pela atensão, e aquardo ansiosamente por você.
    Novamente Obrigada.

    ResponderExcluir
  55. Thatiane Fernandes disse:
    É muito desprezível uma pessoa que sai comentando barbaridades sem nenhum conhecimento do que realmente está acontecendo , se você não sabe Daniel Aguiar, a iniciativa do movimento estudantil partiu de nos estudantes e em nenhum momento estamos sendo influenciados por a diretoria do IFMA- campus Santa Inês. Afinal somos capazes o suficiente para lutar por nossos direitos uma vez que eles não estão sendo cumpridos. Agora se você é um mero subordinado a injustiça daqueles que tem poder, você não pode de forma alguma ser considerado um cidadão de verdade pois cidadão que é cidadão apoia qualquer luta por melhores condições sociais uma vez que essas são mais que necessárias para o construção de um mundo melhor onde todos possam ter seus direitos básicos para boas condições de vida.
    Aluna do curso tecnico em Logistica, 3º modulo'B', turno vespertino.

    ResponderExcluir
  56. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  57. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  58. Gostaria de convidar vc Daniel Aguiar para participar da mesa redonda que ocorrerá no IFMA- Campus Santa Inês DIA 16 de maio na quarta feira, com a finalidade de reunir algumas autoridades publicas, estudantes, alunos,pessoas publicas assim como VC, vizinhos- moradores da vila PRÓXIMO ao IFMA-, e outros interessados no assuntos.
    Lá o debate vai ser voltado aos problemas inerentes aos alunos, servidores e a comunidade de Santa Inês, alem da busca de futuras soluções para estes problemas.
    Espero sinceramente que VC participe e possa ouvi e sentir pessoalmente o q ocorre conosco. Quero que á parti daí,tire conclusões diante do que você perceberá lá e comente. ( POIS, SOU O DEFENSORA DO DIREITO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO)
    E para essas outras pessoas que falam que somos baderneiros ou pior " POLITIQUEIROS", fica também o convite.
    PS.: Caso possível vão andando até la e sintam na pele o que sentimos todos os dias, e depois me digam como foi a caminhada e se o perfume no trajeto estava tão bom quanto esse dias, Ah tava esquecendo tem vista tmb, talvez vcs encontrem um cachorro ou gato morto sendo comido pelos urubus, mas, não se assustem é bem melhor do quer um assaltante colocando uma faca no seu pescoço.
    Assina: Jessica Amaral

    ResponderExcluir
  59. Parabéns Daniel ótima reportagem, esses estudandes precisão ter limites, ao contrario , continuará a desordem.

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags