PUBLICAÇÕES RECENTES

Fundada associação para defender interresses da população do distrito industrial

10 de junho de 2013

Moradores da área do distrito industrial, localizado na zona rural de Santa Inês, decidiram se unir e lutar pela manutenção da população no terreno de 280 hectares destinado, originalmente, à implantação de indústrias no município. Representantes da Associação de Moradores e Produtores do Distrito Rural do Pequizeiro foram à Câmara de Vereadores para falar sobre a associação e solicitar ajuda dos vereadores para a efetivação dos objetivos do grupo.

Para Hidemi Tateno, geógrafo, suplente de vereador e presidente da associação, a luta inicial gira em torno do reconhecimento legal e da busca de parcerias com órgãos e entidades governamentais e não governamentais.

O clima de incertezas cerca a comunidade formada por cerca de 60 famílias há mais de duas décadas. O terreno da prefeitura é destinado a impantação de indústrias, mas famílias ocuparam a área e cultivam a terra. Agora, três empresas confirmaram interesse em se instalar no município. Outras três também já sinalizaram. O abacaxi está nas mãos do prefeito Ribamar Alves que tenta resolver o problema sem causar grandes transtornos. 

A sugestão do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Santa Inês, Madeira de Melo, compartilhada pelo atual presidente da casa, Franklin Seba, é de que a prefeitura use outra área mais distante da sede do município para a implantação das indústrias.

Ribamar Alves ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto depois que a associação foi criada. Antes, porém, o prefeito disse que a área será desocupada em, no máximo três meses. Ainda segundo Alves, grandes empresários contruíram chácaras na terra pública. Não seriam apenas  pequenos lavradores que estariam no terreno.

"Ficamos desesperados quando soubemos que o prefeito iria desapropriar a área. Se a gente sair de lá, de ue nós vamos viver?" disse o ex-vereador de Santa Inês, José Lima, que é morador do distrito.

Ribamar Alves precisa tomar uma decisão urgentemente. Santa Inês precisa das indústrias. O lavrador precisa de terra para cultivar.

10 comentários

  1. RIBAMAR NÃO ESTAR NEM AIR QUEM, PRA NIGUEM QUEM , QUIZER QUE SE VIRE DO JEITO QUE PODE

    ResponderExcluir
  2. SANTA INES CADA DIA PIOR COM ESSE NOVO PREFEITO É TANTA CONFUSÃO QUE EU ACHO QUE VAI ACONTECER COM ELE A MESMA COISA QUE ACONTECEU COM O COLO

    ResponderExcluir
  3. O POVO DA ZONA RURAL ESTÃO SOFRENDO MUITO BEM FEITO 40 NELES

    ResponderExcluir
  4. TA AIR UM CARA QUE CONHÇO E CONFIO TRABALHADOR DO JEITO QUE O POVO QUER RIBAMAR ALVES .........TOME 40 TOME 40

    ResponderExcluir
  5. A POLITICA DE 2014 VEM E ESTOU ESPERANDO VC RIBA NA MINHA CASA AQUI NA ZONA RURAL .

    ResponderExcluir
  6. A área pertence ao patrimônio do município e tem que ser desocupada. É o óbvio. Isso se chama invasão de propriedade.

    ResponderExcluir
  7. HIDEMI TATENO, PQ VC NÃO É MAIS CHEFE DO INSS????? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    EITA GOVERNO QUE ACOITA GENTE RUIM

    ResponderExcluir
  8. Tem que tirar eles de la sim por que a terra não são deles,.Terreno Publico e estamos precisando de industrias mesmo,é so da uma casa do minha casa minha vida pra esses sem terra.To com o Prefeito e não abru nem com nojo.

    ResponderExcluir
  9. Vai ver q nem casa tu tem ne bestao?

    ResponderExcluir
  10. Na minha optica periférica, esse prefeito deveria se preoculpar com outros problemas interessante da nossa cidade por exemplos: a saúde,que só têm funcionários incompetentes,os pacientes têm que se deslocar para outras cidades(Coroatá) para não morrer.Na verdade essa gestão do prefeito RIBAMAR está sendo uma ZORRA.Só para fazer um análise de seis meses de governo dele foram exonerados dos cargos três secretários,todos por furtos (educação,administração e finanças).Só ladrôes,a folha de pagamento chega a 4,5 milhões mensal.

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags