PUBLICAÇÕES RECENTES

Governo avança no adensamento da cadeia da carne e couro na Região de Pindaré

11 de janeiro de 2016


Como parte das ações visando o adensamento da cadeia da carne e couro no Maranhão, o Governo do Estado se reuniu com prefeituras da região de Pindaré na última semana para discutir a implantação de matadouro regional com sede em Santa Inês.

O Programa de Matadouros Regionais (Promar), do governo Flávio Dino, prevê a construção de cinco matadouros mistos regionais, que pretende oferecer condições aos criadores, em especial aos pequenos e médios, para abaterem seus animais em condições adequadas, de acordo com as normas de inspeção sanitária, garantindo, assim, segurança alimentar para a população. A ação está contemplada no Programa ‘Mais Produção’.

Durante a reunião, técnicos da Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc) e Agricultura e Pecuária (Sagrima) e Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), apresentaram o projeto e explicaram as contrapartidas para os municípios que aderirem ao programa. Para participarem do Promar, as cidades precisam manter seus serviços de inspeção municipal e implantarem um centro de distribuição.

Na ocasião, técnicos da Seinc discutiram com os prefeitos de Monção, Tufilândia, Alto Alegre do Pindaré e Pindaré Mirim alternativas para que o beneficiamento dos subprodutos oriundos do abate sejam realizados na própria região, gerando assim, emprego e renda para a população local.

Sobre a cadeia da carne e couro
O Maranhão possui o segundo maior rebanho da Região Nordeste, com 7,5 milhões de cabeças de gado. As maiores produções estão concentradas nas Regiões do Carajás, Tocantina, Pindaré e Chapada das Mesas.

Com um grande potencial de expansão da produção local, a cadeia produtiva da carne e couro é uma das cadeias priorizadas pelo Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepab). Por isso, o governo Flávio Dino está desenvolvendo uma série de trabalhos no sentido de mapear e propor políticas públicas focadas no adensamento da cadeia no Maranhão. A intenção é elevar a produtividade, industrializar a produção e valorizar a vocação produtiva local com estímulo ao pequeno e médio produtor rural.

Segundo o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, as ações estão em torno de criar uma ambiência favorável para os produtores, o que, consequentemente, reflete nos produtos que serão consumidos pela população.

“Estamos trabalhando no sentido de adensar a cadeia, que tem um grande potencial de crescimento. Com as ações e ajustes que o governo Flávio Dino está realizando, tenho certeza que vamos ajudar a desenvolver o setor, contribuindo na geração de emprego, renda e no desenvolvimento do Estado”, reiterou o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags