PUBLICAÇÕES RECENTES

COMEFC cobra informações da Vale sobre duplicação de ferrovia em Alto Alegre do Pindaré

24 de março de 2015




Alto Alegre do Pindaré terá 500 oportunidades de emprego em duplicação de ferrovia, afirma representante da Vale



Representantes do Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão (COMEFC) realizaram uma reunião com representantes da Vale e moradores do povoado Mineirinho, zona rural de Alto Alegre do Pindaré, para cobrar da mineradora explicações sobre o projeto de expansão da Ferrovia Carajás que deve chegar ao município em meados deste ano. O ponto principal do encontro foi a possível absorção da mão de obra local no trabalho de duplicação da ferrovia. 
ASSISTA AO VÍDEO:



A reunião ocorreu na manhã do último sábado (14), em uma escola pública do Mineirinho e contou com a presença do prefeito de Alto Alegre, Atemir Botelho (tesoureiro do COMEFC), da presidente do consórcio, Cristiane Damião (prefeita de Bom Jesus das Selvas), representantes da Vale, vereadores, secretários municipais de Alto Alegre e centenas de moradores do povoado. Mineirinho é cortado ao meio pela ferrovia.




Para o COMEFC, os moradores precisam saber quando as obras devem começar e se haverá oportunidades de trabalho para eles. Outros questionamentos da comunidade do Mineirinho estão relacionadas à construção de viadutos ligando as duas metades do povoado e onde serão os canteiros de obras. 

"Eu tenho certeza que Alto Alegre, a partir desse momento, vai ter uma transformação. Qual a a duração da Vale aqui na duplicação? serão 2 anos, 3 anos, 4 anos? Porque a gente 
pode se preparar pra isso. O município pode se preparar. Mas, a vale 
chega aí no anonimato, no escondidinho... não fala com ninguém", disse Atemir Botelho. 

Representantes da Vale pronunciaram-se sobre os questionamentos do consórcio e da comunidade. De acordo com a Vale, o início das obras está previsto para junho ou julho deste ano e 500 oportunidades serão ofertadas a moradores do município de Alto Alegre do Pindaré. O Sistema Nacional de Empregos (SINE) será o responsável pelo cadastramento dos profissionais.
"Nós sabemos que entre mobilização e início das obras tem todo aquele trâmite de contratação, tem todo aquele trâmite de treinamento até as pessoas começarem a ingressar nas frentes de serviço", ressaltou o representante da Vale presente na reunião e finalizou: "O SINE vem pra cidade. O objetivo é esse, ele vir pra cidade e ir fazendo o cadastro dos profissionais que tiverem a possibilidade de ingressar nessas 500 oportunidades que iremos ofertar".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags