PUBLICAÇÕES RECENTES

‘Água para Todos’ prevê perfuração de 23 poços e instalação de 92 sistemas simplificados

4 de novembro de 2015

Os problemas com abastecimento de água estão com os dias contados. É o que propõe o programa ‘Água para Todos’, do Governo do Estado, que vem levando água às torneiras nos municípios maranhenses - incluindo a capital - desde seu lançamento, em junho. A ação consiste na instalação de poços e implantação de sistemas simplificados de abastecimento em localidades com situação de intermitência e até falta do líquido. Os municípios estão sendo contemplados com a perfuração de 23 poços. Atenção especial aos 30 municípios de menor IDH, para os quais o programa destina a implantação de 92 sistemas simplificados para ampliar o abastecimento nestas regiões. Segundo levantamento, 54,3% das populações destas cidades não têm acesso à água.

Nesta primeira etapa do programa foram perfurados poços em Barreirinhas, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Duque Bacelar, Livramento, Penalva, Peritoró, Pinheiro, Presidente Dutra, Sambaíba, Santa Rita, Pedreiras, Tuntum, Nina Rodrigues e Vargem Grande totalizando R$ 25,7 milhões em investimentos. As cidades de Tutóia, Pinheiro, Chapadinha, Imperatriz e Açailândia foram contempladas com um conjunto de serviços que incluem perfuração de poços, captação superficial de água, implantação de tubulação, impermeabilização de estação, implantação de tubulações, construção de casas de bombas e poços de sucção. O pacote inclui construção de reservatório elevado em concreto, implantação de rede distribuidora e instalação de 730 hidrômetros.

Estão concluídos projetos para implantação de sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário nas cidades de Imperatriz, Barra do Corda, Buriticupu e Santa Inês. Na lista, 74 municípios estão com projeto de serviços em fase final de elaboração. Outros 29 receberão obras emergenciais com a perfuração de poços, aquisição e implantação de conjunto com motor bomba, além de serviços para interligação à rede de abastecimento. Os levantamentos são da Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente / Investimentos da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). O programa tem como objetivo regularizar o fornecimento de água em áreas críticas.

O presidente da Caema, Davi Telles, enfatizou que a ação do governador Flávio Dino vai levar água para locais onde o abastecimento era precário e as pessoas sofriam com a falta de água. As áreas contempladas não sofrerão mais com a falta de água. “Em alguns casos, a água nem chegava e com o programa do governador Flávio Dino esse problema será resolvido. O que pretendemos é regularizar o abastecimento e levar água onde não tinha”, reitera Davi Telles.

A capital está na lista de contemplados e vai ganhar novos poços nas regiões Central e Paciência - além da reabilitação dos que estão em funcionamento na zona rural. Nesta primeira fase, os serviços se concentram nos bairros do Centro, onde estão sendo construídos seis poços beneficiando mais de 60 mil pessoas. No total, serão 19 poços distribuídos em pontos estratégicos da capital, que estarão em funcionamento até o final deste ano. O programa prevê, ainda, melhorias nos sistemas que estão com deficiência e sucateados no interior, que passam por reforma.

A elaboração de projetos básicos e executivos de água e esgoto estão em fase de conclusão e atenderão a demanda de 73 sedes municipais. O combate às perdas, a redução progressiva e eliminação do déficit financeiro são outros pontos do programa estadual.

Investimento em abastecimento
O ‘Água para Todos’ foi lançado em junho e visa garantir água nas torneiras da população maranhense. A ação pretende amenizar o problema histórico de falta d’água que afeta milhões no estado. Para o programa foram destinados recursos na ordem de R$ 270 milhões. Paralelamente, o projeto investe no remanejamento da adutora Italuís com reforço de vazão de mil litros aumentando em 75% o fornecimento de água na capital. Nesta primeira etapa são contemplados tanto a capital, quanto os municípios do interior do estado, incluindo os 30 municípios mais pobres do Maranhão. No cronograma está a instalação de poços e implantação de Sistemas Plenos de Abastecimento de Água nestas regiões.

Secom
Foto/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags