PUBLICAÇÕES RECENTES

Teatro infantil é destaque no “Mais Cultura e Turismo” em Santa Inês

4 de novembro de 2015

Abraçada a uma das estudantes do Centro de Artes Cênicas do Maranhão (Cacem), Donatela, 7 anos, que nunca havia tido contato com o teatro antes indicou, sem dúvida, a lição mais importante que aprendeu nas apresentações de espetáculos voltados para o público infantil, que marcaram o segundo dia do projeto “Mais Cultura e Turismo” em Santa Inês. “Aprendi com a história da Boneca Triste, que a gente não deve jogar lixo no chão”.
O espetáculo a que ela se refere, voltado para alertar as crianças sobre a necessidade de proteger o meio ambiente, fez parte da programação de apresentações teatrais realizadas na Praça da Saudade durante o segundo dia do projeto, promovido pelo Governo do Maranhão e realizado pelas Secretarias de Estado de Cultura (Secma) e de Turismo (Setur). 

Santa Inês recebeu a segunda edição do projeto que pretende percorrer 22 cidades, até 2018. O objetivo é celebrar a diversidade da cultura maranhense e oferecer a oportunidade para que crianças, como é o caso de Donatela, possam conhecer a magia do teatro, o que desperta nas novas gerações o interesse em ter mais contato com esta arte.

Além dos espetáculos apresentados, a programação de atividades do “Mais Cultura e Turismo”, em Santa Inês, incluiu a realização de oficinas de iniciação teatral e também voltadas para outras áreas, tendo como público alvo as crianças e os adolescentes. Realizadas em escolas públicas da cidade, algumas oficinas foram acompanhadas pelo secretário de Estado da Cultura, Felipe Camarão.
Após o espetáculo “A Boneca”, idealizado pelo grupo “Recriar é Viver” composto por integrantes de igrejas evangélicas região da Cidade Operária, situada na periferia de São Luís, foi apresentada outra peça teatral voltada para o público infantil, a “Tartaruga fofoqueira”, encenada por alunos da rede municipal de ensino de Santa Inês, integrantes de um projeto de iniciação teatral coordenado pela arte educadora Rode Torres.

Rode Torres relata que considera importante a presença, em diversas cidades maranhenses, do projeto “Mais Cultura e Turismo”, pois abre oportunidades para a comunidade local ter mais acesso a bens culturais.

A programação de espetáculos foi encerrada com a presença de um veterano dos palcos maranhenses, o ator Urias de Oliveira que apresentou o espetáculo “Contos das Florestas” que narra a criação do mundo, inspirado em mitos e lendas dos indígenas brasileiros.

Durante as apresentações, Donatela e outras crianças que formavam a plateia acompanharam com dedicada atenção os espetáculos teatrais e interagiram com o elenco da peça “Recriar é Viver”.

Após os espetáculos teatrais, apresentações de grupos locais e um show com Zé Carlos da Fé e convidados, foi encerrada a programação do segundo dia do evento. No sábado, dia 31 de outubro, a segunda edição do “Mais Cultura e Turismo” foi finalizada com a continuação do “Encontro de Mestres” e a realização de atividades culturais na comunidade quilombola de “Cuba”, situada na zona rural da cidade. A próxima edição do projeto ocorrerá este mês em Chapadinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags