PUBLICAÇÕES RECENTES

Sexta, na Câmara... 15/02

15 de fevereiro de 2013


A solenidade de abertura dos trabalhos da 11ª Legislatura da Câmara de Vereadores de Santa Inês foi bastante movimentada na manhã desta sexta-feira (15). A galeria estava lotada. Empresários, policiais militares, padre, pastores, secretários municipais e dezenas de pessoas da comunidade acompanharam atentos as atividades iniciais dos vereadores na câmara.

O prefeito Ribamar Alves foi o primeiro a discursar. Segundo o gestor, o Poder Legislativo é o mais importantes do município. "Os vereadores são o parachoque da comunidade. A eles chegam os primeiros reclames da população (...) Sejamos coerentes e responsáveis.", enfatizou Ribamar.
Mesa composta pelos vereadores Vera, Seba e Victor. Ao centro o prefeito Ribamar Alves e o chefe de gabinete e articulador político da prefeitura, Waddy Haddad Neto (Foto:Jornal Acorda)

Alves foi enfático, ainda, ao afirmar que não há grupos dentro da câmara. "Não somos um, dois ou dez vereadores. Somos dezessete vereadores aliados e todos queremos melhorias para a população", disse o prefeito que continuou o discurso informando que não enviou à Câmara o plano de governo elaborado ainda durante a campanha. "Eu não trouxe a esta casa o que pretendemos fazer em Santa Inês. Fiz de propósito porque as mudanças serão feitas junto com os vereadores, no dia-a-dia da Câmara"

Ribamar Alves finalizou a primeira parte da fala dele com a seguinte frase: "Obrigado, meu Deus, pelas dezessete cabeças pensantes que o Senhor colocou na Câmara de Santa Inês".

Em seguida, os vereadores tiveram oportunidade de falar aos presentes. A primeira a usar a tribuna foi a vereadora reeleita Creusa da Caixa. A legisladora registrou a insatisfação por não ter tido oportunidade de falar ao público durante a cerimônia de posse dos vereadores de Santa Inês e, em seguida, sugeriu aos colegas que trabalhassem em harmonia com a prefeitura.

Antonio Silva foi 'curto e grosso'. Parabenizou o trabalho desenvolvido pelo ex-prefeito Roberth Bringel e desejou um bom trabalho ao atual gestor.


Ademarzinho concordou com o que disse Ribamar Alves com relação à divisão da 'casa das leis'. Para o vereador, "não há oposição. Todos daremos sustentabilidade ao governo municipal.

Iniciando seu sexto mandato consecutivo como vereador de Santa Inês, Orlando Mendes agradeceu a confiança dos eleitores, parabenizou a vitória de Ribamar, mas não deixou de começar os trabalhos já cobrando do Executivo políticas públicas que, de fato, beneficiem a comunidade de Santa Inês."O povo espera que as 'grandes coisas' não sejam apenas a vitória, a posse, o carnaval e o aniversário do município" [que será no dia 14 de março] Orlando encerrou solicitando que o prefeito "cobre dos governos Estadual e Federal políticas públicas que beneficiem a população".

Aldoniro Muniz deixou claro ao presidente da casa que está à disposição "para trabalhar por Santa Inês". Muniz ressaltou que o vereador trabalha pela manhã, à tarde e à noite "e mesmo assim tem muita gente que ainda não sabe o nosso papel como vereador", lamentou e, em seguida, acrescentou. "Mas tem que cobrar mesmo porque é o povo que paga nosso salário quando compra o pão, o café e o leite".

O vereador Akson - ainda com auxílio de muletas - foi à tribuna para enfatizar o que alguns colegas já haviam mencionado. "Deus me deu a oportunidade de estar ao lado do povo de Santa Inês. Todos nós vereadores e o prefeito estamos juntos para o bem de Santa Inês.

"É com muita satisfação que representarei a população de Santa Inês", disse, em breve discurso, a vereadora Solange Nerval. Rápida e direta como a colega Carla Sousa que disse, entre agradecimentos, que vai representar o povo com dignidade e respeito.

Após os agradecimentos, Irmão Machado leu uma frase de Pablo Picasso na tentativa de descrever seu sentimento, naquele momento. "O que já fiz não me interessa. Só penso no que ainda não fiz." - Pablo Picasso

Dr Tomaz e Batista de Biné pediram que Deus ilumine os caminhos do prefeito e também propuseram aos demais colegas que trabalhem juntos por uma Santa Inês melhor. Batista foi além e afirmou que "o novo secretário municipal de Saúde já mudou a saúde de Santa Inês".

O ex-presidente da Câmara de Vereadores, Madeira de Melo, disse que "estamos com uma Câmara autêntica que representa o povo. O que passou, passou. O que importa é o que virá", finalizou o vereador.

Otacília Rios lembrou das barreiras enfrentadas pelos vereadores. "Geralmente o ser humano lembra muito do que falta e, por isso, as cobranças são muitas. A gente ouve com atenção, pois é através dessa insatisfação que a gente pode trabalhar. Rios finalizou desejando sorte a cada um dos vereadores e sugerindo que todos saibam ouvir críticas, "porque serão muitas", segundo a vereadora.

"Tenhamos um pouco de consciência para saber que o que deve ser valorizado é o povo e não nós", disparou Dr Uchôa que prosseguiu o discurso propondo o que ele definiu como política nova. "Vamos promover o bem pela cidade sem perseguições, sem 'briguinhas'. Fazer um política que não olhe para trás".

O enfermeiro Victor Thágore defendeu a categoria dos profissionais da saúde e foi bastante aplaudido ao final do discurso. Para Victor, não apenas os profissionais que atuam na área da saúde precisam ser valorizados. "Gostaria que o prefeito Ribamar Alves fosse prefeito dos enfermeiros, dos técnicos, dos médicos, dos professores, dos empresários, dos vendedores e de todas as classes desse nosso município".

A professora Vera seguiu a linha do discurso anterior solicitando atenção especial à categoria dos educadores sem esquecer, no entanto, dos demais trabalhadores do município.

Para finalizar a sessão, as considerações ficaram à cargo de Ribamar Alves. Este não economizou nos ataques à antiga gestão. "Recebemos Santa Inês com grandes dificuldades. Saúde e Educação tiveram programas finalizados no fim de dezembro, por consequência disso, o município terá prejuízo de milhares e até de milhões de reais. Não sei se foi vírus ou alguém que fez isso. Quanto à infraestrutura, esta recebemos um caos. Ruas e avenidas completamente destruídas".

Para concluir, Alves afirmou que "daqui a seis meses, Santa Inês estará com estrutura montada. E, em dois anos, Santa Inês estará irreconhecível!"


19 comentários

  1. E OS CONCURSADOS QUANDO IRÁ CHAMAR......VC PREFEITO É UM ****** PENSE QUE SEU MANDATO É DE 4 ANOS E VC PODE PERDE NÃO SOMENTE 600 VOTOS E SIM 3000 OU MAIS....NÃO EXISTE NADA CONTRA O CONCURSO MAIS VC QUE INVENTAR....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Farei uma matéria sobre o assunto ainda na madrugada deste sábado, 16. Tenho novas informações - não tão animadoras - aos concursados. Obrigado pela participação, anônimo!

      Excluir
  2. quero novamente frisar a linha de direção que ribamar alves está á guiar nossa querida santa inês, é lamentável. nas suas reuniões falava que era contra alugar o seu próprio hospital pois era imoral, depois que ganhou contratou mais de 90 pessoas da sua família, e o NEPOTISMO é imoral Dr. ribamar?
    gastou milhoes de reais nesse carnaval, o pior de tudo é que 90% da população gosta desse movimento irracional, quero ver quando é que vai surgir um politico q realmente pesse no povo brasileiro em especial o povo de santa ines

    ResponderExcluir
  3. Gostei da fala do Orlando. Tem que cobrar mesmo o prefeito. Ele só que saber de fazer festa e mais festas e mais festa. E o povo fica como? Dançando, dançando, dançando?

    ResponderExcluir
  4. Programas de computador? O prefeito falou em programas federais que foram cancelados.

    Que burrrrrrooooo! Da zero pra ele!!!!

    ResponderExcluir
  5. EM DOIS ANOS SANTA INES SERÁ OUTRO MUNDO. UMA VERDADEIRA CAPITAL E SÃO LUIS VAI TER INVEJA DO NOSSO PROGRESSO. ESPEREM E VERÃO AS COISAS ACONTECEREM COM O RIBA NA PREFEITURA.

    ResponderExcluir
  6. Falam do gasto da prefeitura no carnaval. Agora ja calcularam o lucro? Afinal todos os hoteis estavam lotados, os restaurantes e bares tambem. Turismo da lucro para todos. Afinal aumenta o consumo, e com o consumo aumentam os impostos recolhidos pelo municipio. Logo, o carnaval foi pago pelas pessoas que se divertiram em santa ines. Simples assim.

    ResponderExcluir
  7. Tem cada analfabeto nessa camara que eu vo te dizer. O Daniel Aguiar fez foi ajeitar a fala deles kkkkkkkkkkkkk falaram cada m******kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. E ai Daniel nao vai fazer nenhum post sobre o carnaval "fraquinho" de Santa Ines?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fui à festa do Parque da Raposa, portanto não posso falar sobre tal. O que posso dizer a você, caro anônimo, é que não ouvi grande repercussão sobre o evento. Apenas isso. Obrigado pela participação!

      Excluir
  9. Não consigo entender o que esse Batista ainda faz aí pelo amor de Deus esse cidadão aí não merece o título de vereador nem aqui nem na Conchinchina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me pergunto a mesma coisa qd penso na Vianey na assembleia. Ela deveria era estar coachando numa lagoa

      Excluir
  10. boa noite Daniel,
    Li sua declaração acima sobre o concurso público e fiquei muito preocupado, por favor, adiante alguma coisa senão não conseguirei dormir.
    aguardo resposta.

    ResponderExcluir
  11. Daniel
    o prefeito esta espalhando que o concurso p ele ja esta nulo...vi a materia na tv e esta muito claro q ele fara de td p n dar posse aos concursados...é muito triste ver uma situacao dessa....eu votei nele imaginando q iriam ocorrer mudancas p melhor e agora vejo ele armando pra gente! Espero que a justica n se venda pq ai em quem vams acreditar? Quem vai nos ajudar?

    ResponderExcluir
  12. Gente o ribamar vai perder votos se ele pensar em fazer mal a esse concurso ele nunk mais vai ser eleito e nem alguem que ele colocar oh ribamar nao esqueça viu tem gente de fora nesse concurso mais tbm tem gente dak de santa ines e fora que o aprovados tem pais tios avós avôs primos(as) subrinhos(as)amigos,maridos e o familiares dos maridos mulheres e os familiares tbm.Conte ai ribamar sera quants votos vc ira perder?Deixar eu calcular uns 5 mil ou + ein?Tome muito cuidado na sua decisao.

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente eu perdi o grande espetáculo do circo do ano,estava nos meus plano assistir, mas, pela postagem do Daniel deu pra perceber quantas faláceas teve neste espetáculo primeiro a coja de vereadores falando asneira, se fosse vereadores de verdade já estaria cobrando do prefeito mais responsabilidade em sua administração e os crimes já cometeu, carro de coleta de lixo contratado sem licitação, nepotismo, descumprindo a lei, contatando de forma desordenada, antes de empossar os concursados ele obrigado a empossá-los, mas, não podem fazer essas cobranças porque estão no mesmo barco por isso não tem moral de cobra nada. Ai Sr. prefeito que tem o poder de iludir otário, vem com falácia desconexas falando de vírus, rua emburacada, etc conversa pra burro acreditar, tenha o senso do ridículo por favor, vai pagar os funcionários não embolse o dinheiro do povo sofredor.

    ResponderExcluir
  14. Daniel Aguiar, eu estava na sessão e não ouvi nenhum aplauso por Enfermeiro Victor não, eu chamo qualquer pessoa que estava lá e pergunto se realmente teve esses aplausos ae. Olha a babão. Sei que você não vai responde esse meu comentário.

    ResponderExcluir
  15. para umas e outras da prefeitura q disiam q nao gostavao do Ribamar, agora pr nao perder o emprego estao se humilhando!

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags