PUBLICAÇÕES RECENTES

Juíza de Santa Inês abre o verbo contra bandidagem: "bandido odeia autoridade eficiente e comprometida"

15 de maio de 2014



A juíza da comarca de Santa Inês, Larissa Tupinambá Castro, abriu o verbo contra a bandidagem. Ao protestar em seu perfil no Facebook contra o assassinato de uma escrivã de polícia em Caxias, em pleno ambiente de trabalho (leia post sobre o crime aqui), a magistrada defendeu punição para criminosos, sejam eles ricos ou pobres. “Bandido odeia autoridade eficiente e comprometida”, assinalou.

Mais adiante, Larissa Tupinambá deu um tom ainda mais acirrado ao seu discurso: “Punição já para bandido rico ou pobre, letrado ou sem instrução, e que pensa que está acima da lei”. Abaixo a íntegra do protesto da magistrada:

“Escrivã de Caxias morta no ambiente de trabalho por marginal de quem colhia depoimento. Bandido odeia autoridade eficiente e comprometida. Só quem realmente trabalha é q incomoda. Temos q dar um basta nisso. Preservemos o Estado Democrático de Direito. PUNIÇÃO JÁ PARA BANDIDO RICO OU POBRE, LETRADO OU SEM INSTRUÇAO E QUE PENSA Q ESTÁ ACIMA DA LEI.”



5 comentários

  1. engraçado isso,sera que ela esqueceu oq o ribamala fez com ela.

    ResponderExcluir
  2. SEMPRE OBSERVEI EM NOSSA JUIZA O SEU COMPROMISSO DE SERIEDADE E TRANSPARENCIA EM TUDO QUE FAZ. SEU DESEMPENHO NA JUSTIÇA EM SANTA INÊS MOSTRA QUE PODEMOS ACREDITAR QUE TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI. SANTA INÊS PRECISA DE EXIGIR QUE A SENHORA FIQUE EM NOSSA COMARCA. PRECISAMOS DE UMA PESSOA QUE TENHA A NOSSA CARA. NÃO ME SURPREENDI EM LER SEU DEPOIMENTO CONTRA ESSE CRIME EDIONDO, POIS SOU UM DOS SEUS GRANDES ADMIRADORES E GOSTO DE ACOMPANHAR SEUS COMENTARIOS, SEJA EM QUALQUER ASSUNTO. PARABÉNS DRA. QUE DEUS ESTEJA SEMPRE DO SEU LADO.

    ResponderExcluir
  3. apura essa ai daniel esta no blog do luis cardoso de são luis
    Fazendeiros e empresários têm bens tomados por agiotas

    Quem tomar dinheiro emprestado em mãos de agiotas corre o risco de ficar sem os bens particulares. Isto já ocorreu com empresários e principalmente com fazendeiros, que vão perdendo o gado e depois a propriedade.
    No Maranhão são inúmeros os casos de gestores públicos que começam do nada e logo viram donos de imensas fazendas, apartamento de luxo e carrões.
    Nestes casos, são inúmeros os que estavam ricos da noite pro dia e quando acordaram tudo estava sendo tomado por agiotas. Antes eles ficaram com cheques das prefeituras, muito deles assinados em branco, como foi o casos de Bacabal, Zé Doca, Cururupu e outras dezenas de municípios.
    Aqui temos casos ainda não esquecidos, como foi o de uma grande fazenda do ex-prefeito de Marajá do Sena, Luis Abreu Cordeiro. Tomou dinheiro para ganhar a eleição, ficou rico e perdeu tudo para um conhecido agiota.
    O ex-prefeito de Paulo Ramos, Raimundo Nenem, também teve uma fazenda tomada pelo mesmo agiota que ficou ainda com um estabelecimento comercial na Jerônimo de Albuquerque, onde funcionava a PH Mudanças.
    Mais recentemente o ex-prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa, teve que entregar sua maior propriedade avaliada em mais de R$ 8 milhões para o agiota Pacovan que também tomou diversos bens do ex-prefeito de Zé Doca, Natin.
    Nas investigações da Seic, muitos deles foram encontrados e tiveram que prestar depoimentos, sem que a polícia revelasse os nomes. Mas alguns são mais conhecidos.
    Dois irmãos são donos de uma rede de supermercados, um deles no Cohatrac, três com mandatos de deputado estadual, sendo um ligado ao Judiciário.
    Em Santa Inês, Bacabal e Bom Jardim eles estão espalhados, sendo um dono de revendedora de veículos e candidato derrotado na última eleição, outra que é varão de família e um ligado aos postos Americanos. Numa outra região tem até sogro de prefeito.
    Em São Luís existem vários, uns ligados a desembargadores, advogados renomados e o conhecidíssimo Pacovan, o comerciante da Ceasa que fez uma enorme fortuna emprestando dinheiro e hoje joga banana aos macacos que cria em uma das suas propriedades.
    O leitor há de naturalmente perguntar a razão do blog não divulgar a relação dos agiotas com seus nomes e negócios. Ora, se a polícia que investigou anda armada e nada divulgou, imagine esse pobre blogueiro que nem gilete usa.

    ResponderExcluir
  4. Olha só quem falar, quem te viu e quem te ver, falando assim, então a punição tem que começar e de cima pra baixo e não de baixo pra cima, kkkk, não e so bandido que odeia não muito peixe grande também odeia ainda mais quando a coisa e com ele, kkk

    ResponderExcluir
  5. Punição para os maus elementos principalmente para um Zé Roela da secretaria de obras, que fica espalhando na cidade toda, que á juiza e a promotora foi afastada pelo prefeito, procure investigar autoridades entre com uma ação judicial urgente contra esse cidadão!!

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags