PUBLICAÇÕES RECENTES

Cadeia de Santa Inês será inaugurada nesta terça, 13

12 de março de 2012




Do Blog do Abimael Costa
O Centro de Ressocialização de Santa Inês, localizado na Rua da Barreirinha, será inaugurado, nesta terça-feira (13). O presídio tem capacidade para abrigar 60 detentos e mais uma cela está sendo construída para receber mais 10 presos de Justiça.

A unidade prisional vai abrigar detentos de Santa Inês que foram transferidos para São Luís, além de presos das delegacias dos municípios de Bom Jardim, Santa Inês e Pio XII. Para o superintendente de Controle e Execução Penal do Interior, Alfrânio Martins Feitosa, a entrega do Centro de Ressocialização é o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o poder judiciário. “Estamos cumprindo um dos objetivos da Sejap, de transferir os presos do interior do estado que estão em São Luís para próximo de suas famílias, e diminuir o problema de superlotação da capital, possibilitando assim o apenado a cumprir sua pena de forma mais digna”, afirmou.

Das 60 vagas, 40 serão ocupadas por presos de Santa Inês que foram remanejados para as unidades prisionais de São Luís, para a realização de obras naquele município.
Esses detentos já ocupam celas do minipresídio desde o último sábado,10.

O Centro de Ressocialização possui 10 celas, banho de sol, solares, sala de saúde e setor administrativo. A transferência dos presos deve ser realizada neste fim de semana pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), sob coordenação do delegado Jair Paiva.

De acordo com o diretor do Centro, Luis Henrique Sena de Freitas, as obras foram concluídas pela empresa GS Edificações, que assumiu a construção após a primeira empresa contratada não cumprir com o acordo firmado.

Outros Centros

As obras dos Centros de Ressocialização de Rosário e Bacabal estão em ritmo acelerado e devem ser entregues neste ano, para minimizar o problema de superlotação dos presídios da capital. Outras reformas estão sendo realizadas nas unidades prisionais de Pedreiras, Chapadinha, Açailândia, Caxias (Casa de Alberg e CCPJ), Timon, Imperatriz (CCPJ e Casa de Alberg), Davinopólis e em São Luís. Com isso, o sistema penitenciário deve criar mais 500 vagas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags