PUBLICAÇÕES RECENTES

Em nota, sindicato dos professores de Monção justifica paralisação da categoria

6 de março de 2012



Professores da rede municipal de ensino de Monção divulgaram nota oficial informando à comunidade paralisação de advertência da categoria. De acordo com a nota, a paralisação começou nesta terça-feira e é por tempo indeterminado. Na última sexta-sexta-feira (2), professores se reuniram e cruzaram os braços, mas somente nesta terça, a greve foi oficializada. 

Veja matéria relacionada:

CRISE! Educadores cruzam os braços em Monção


Professores reunidos em Monção na última sexta-feira (2)
decidem paralisar as atividades
Os manifestantes reivindicam melhores condições de trabalho, plano salarial a professores de 40h, Construção, ampliação e estruturação de escolas na sede e na zona rural, entre outras. (Veja a lista completa abaixo). 

Oficialmente, a prefeitura de Monção ainda não se manifestou sobre o assunto. De acordo com informações de servidores públicos de monção, repassadas ao blog no último fim de semana, representantes da secretaria de educação se reuniram ainda no sábado para discutir o assunto.

O blog já denunciou o descaso na educação de Monção. Em nenhuma das situações, o município se manifestou sobre assunto (Este blogueiro, mais uma vez, informa que este espaço está aberto para possíveis argumentos da gestora ou do secretário de educação). 

Os professores cansaram de esperar e decidiram paralisar as atividades. Agora é saber quem vai ceder primeiro.

Leia a nota emitida pelo sindicato dos professores de Monção nesta terça-feira.

“Os professores da educação, juntamente com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais(SINSEPM) comunica aos pais e alunos, e comunidade em geral, que apartir do dia 06/03/12, estarão iniciando uma paralisação de advertência para que o poder público tome as seguintes providências:

* Construção e ampliação de escolas, na sede e no interior, para acabar com a superlotação, anexos, escolas e barracões;
* Melhores condições de trabalho com materiais de expediente, limpeza e didático;
* Estruturação das escolas com ventilação, refeitórios, bebedouros, auditórios, carteiras, funcionamento dos telecentros, água potável e segurança;
* Plano salarial dos profissionais de 40 horas;
* Reajuste salarial para os profissionais da educação;
* Merenda escolar de boa qualidade e quantidade suficiente para uso diário;
* Transporte escolar suficiente e outros.

Retornaremos às atividades nomais mediante uma decisão do poder público.”

Um comentário

  1. daniel,amanhã acontecerá uma caminhada dos professores,sairá do povoado trizidela até a casa da prefeita no povoado morada nova,gostariamos que vc estivesse lá.

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags