PUBLICAÇÕES RECENTES

A importante participação da UAB/Santa Inês no I Seminário de Psicologia da Educação

23 de setembro de 2015


O professor e estudante Francisco Rokes Sousa Leite do curso de Especialização em Psicologia da Educação, da Universidade Aberta do Brasil (UAB), do Polo de Santa Inês, ligado à Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e vinculado ao Núcleo de Tecnologia para Educação (UemNet), apresentou trabalho no I Seminário de Psicologia da Educação da UEMA, que está sendo realizado de 23 a 25 de setembro de 2015, na Cidade Universitária Paulo VI, s/n, Tirirical, São Luís-MA. 



A participação foi por meio de divulgação de resultados de pesquisas em banner, com o título: POLÍTICAS EDUCACIONAIS E DISCURSOS INCLUSIVOS PARA AS PESSOAS SURDAS. Esse trabalho também gerou a produção de um artigo científico, e, a perspectiva da organização do evento é que, todos os artigos completos façam parte de um livro publicado posteriormente pela editora EdUEMA.

O estudo teve como finalidade investigar, na literatura e legislação, o discurso das políticas inclusivas para o surdo. Abordou-se as ações e difusão da língua de sinais, e outras práticas diferenciadas e avançadas para o sujeito com surdez, priorizando o implante coclear e serviço de fonoaudiologia especializados, com equipe multidisciplinar. No artigo descreveu-se um estudo teórico da política educacional para pessoas surdas, discutindo o uso da língua de sinais e do implante coclear. A problemática se inseriu e circunscreveu-se no aferro para descobrir se existe dualidade na política educacional inclusiva para o surdo, com perda de audição severa e profunda bilateral. O percurso metodológico foi subsidiado pela pesquisa bibliográfica, os procedimentos técnicos foram de ordem qualitativa. Os resultados revelaram que, as literaturas e leis são carregadas de ideologias políticas que possibilitam identificar diferenciações inclusivas, com indícios de apartheid entre pobres e ricos. 

O que se observa é o desconhecimento dos cidadãos surdos e seus familiares, a respeito das tecnologias comunicacionais/ assistivas que vão além do uso da língua de sinais. Como por exemplo, o aplicativo Hand Talk (mãos que falam) e ProDeaf Móvel; os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA), os aparelhos auditivos e implantes cocleares; e a luva eletrônica. Sugere a salutar discussão da admissão e eficiência desses recursos que pertencem, naturalmente, ou não, as ferramentas de comunicação da pessoa surda.

"A nossa ida a São Luís foi bem proveitosa!Destacamos Santa Inês e avançamos nas conquistas para o Polo UAB de Santa Inês. Participar de eventos acadêmicos é , sem dúvida, buscar uma formação continuada sólida e troca de experiências", enfatizou o coordenardo do pólo da UAB em Santa Inês, professor David Morais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags