PUBLICAÇÕES RECENTES

Educação: Santa Inês 'Planejando a Próxima Década'

27 de maio de 2015


O desafio foi lançado e os municípios do Vale do Pindaré não se acanharam. Ao contrário, gestores e coordenadores educacionais arregaçaram as mangas e mostram nítidos empenho e determinação na elaboração do Plano de Educação de seus respectivos municípios para os próximos 10 anos. Definitivamente, atingir equidade e qualidade na educação não é tarefa fácil. Mas, a parceria do ministério e das secretarias municipais e de Estado da Educação tem sido fundamental para sanar eventuais dúvidas, orientar os gestores e agilizar o processo. 
Nestas terça (26) e quarta-feira(27), representantes de oito municípios da regional estiveram reunidos na escola José Sarney, em Santa Inês. Estes municípios estão concluindo o texto-base de seus planos, considerando a realidade de cada um dos municípios e, orientados por técnicos da SEDUC e MEC, alinhando-os ao Plano Nacional de Educação (PNE). 

O alinhamento dos planos de educação nos estados, no Distrito Federal e nos municípios constitui-se em um passo importante para a construção do Sistema Nacional de Educação (SNE), pois esse esforço pode ajudar a firmar acordos nacionais que diminuirão as lacunas de articulação federativa no campo da política pública educacional. 

Para a gestora da Unidade Regional de Educação (URE) de Santa Inês, professora Maria Zuíla Silva, o planejamento estratégico das ações busca tão somente a melhoria da qualidade da educação nos municípios brasileiros e no Distrito Federal. 

O Plano Municipal de Educação, bem como o nacional, busca aproximar, ainda mais, agentes públicos e sociedade em geral dos debates e desafios relativos à melhoria da educação, tendo por eixo os processos de organização e gestão da educação, seu financiamento, avaliação e políticas de estado, com centralidade no PNE e na efetiva instituição do SNE. 
Ou seja, todos os segmentos da sociedade devem participar da elaboração do documento. 

Santa Inês finaliza a etapa de análise do texto e orientação de estratégias propostas. Uma coisa mais técnica. O prefeito Ribamar Alves reforça a informação sobre o próximo passo que será a realização de conferência e aí, sim, entra a participação popular dos mais diversos setores da sociedade para discutirem sobre as propostas e finalizarem o Projeto de Lei que será encaminhado à Câmara de Vereadores. A expectativa do prefeito é de que até 24 de junho deste ano o projeto já tenha sido aprovado e sancionado.
"É crucial que todos estejam sensibilizados sobre as responsabilidades a serem assumidas para os próximos 10 anos. Este não é um projeto político partidário. É um plano para a Educação seja ela pública, privada ou oferecida por entidades filantrópicas", enfatizou Ribamar Alves.

Que a população conheça e discuta a relevância de todas as metas, contribuindo para que o País avance na universalização da etapa obrigatória e na qualidade da educação. 

Vivemos atualmente um momento fecundo de possibilidades, com bases legais mais avançadas e com a mobilização estratégica dos setores públicos e de atores sociais importantes neste cenário. É possível realizar um bom trabalho de alinhamento dos planos de educação para fazermos deste próximo decênio um virtuoso marco no destino do nosso País. 

Por Notas do Daniel Aguiar
Com informações do Portal do MEC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags