PUBLICAÇÕES RECENTES

Inaugurada 7ª Delegacia Regional de Santa Inês

19 de abril de 2012








(Foto: Daniel Aguiar)
O novo prédio da Delegacia Regional de Santa Inês foi inaugurado oficialmente nesta quinta-feira, 19. A cerimônia foi presidida pelo secretário de Estado da Segurança Pública do Maranhão, Aluisio Mendes. Também participaram da solenidade a delegada geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Meneses; os prefeitos de Santa Inês (Robert Bringel) e de Alto Alegre do Pindaré (Atemir Botelho), o superintendente de Polícia Civil do Interior, Jair Paiva; o delegado Regional de Santa Inês, Valter Costa; a deputada estadual Vianey Bringel, os vereadores de Santa Inês Creusa da Caixa, Toinha Leal, Aldoniro Muniz, Madeira de Melo, Moacir Veríssimo e Manoel do Sindicato, os vereadores Edinho (representando a Câmara Municipal de Pindaré) e Ariel Miranda (de Santa Luzia do Maranhão), além de Policiais Militares, Rodoviários, Juízes, promotores de justiça, delegados, escrivães, agentes, empresários e a comunidade em geral.


As novas instalações abrigam a 7ª Delegacia Regional da Polícia Civil e o 1º Distrito Policial. O prédio possui uma arquitetura moderna e funcional que atende às demandas e serviços de polícia judiciária em toda a região.


A SSP investiu R$ 135.666,00 nos serviços de reforma geral e nos serviços de adequação das instalações, cuja área total é de 658, 51 metros quadrados. A obra faz parte do plano de modernização do Sistema de Segurança Pública desenvolvido pelo Governo do Estado.
Recepção da delegacia
As novas delegacias passam a funcionar no prédio que abrigava a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged). Já a antiga sede da Delegacia Regional foi cedida para a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), onde atualmente funciona o Centro de Ressocialização Regional de Santa Inês.
Corredor principal da delegacia
Segundo o secretário Aluisio Mendes, "um dos melhores quadros da polícia civil é este aqui de Santa Inês e agora mais uma razão para continuar fazendo esse trabalho com afinco, a inauguração deste prédio".
Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes
(Foto: Daniel Aguiar)
Para a delegada da Polícia Civil, Cristina Meneses, a população do Vale do Pindaré será bem atendida e "os trabalhos da Polícia no novo prédio será realizado de modo digno".
Roberth Bringel, Cristina Meneses, Valter Costa e Jair Paiva
Roberth Bringel agradeceu a governadora Roseana Sarney e parabenizou a população pela conquista. "Santa Inês e a população do Vale do Pindaré recebe o novo prédio com muito orgulho", afirmou o prefeito de Santa Inês.
A 7ª Delegacia Regional de Santa Inês coordena os trabalhos e ações de polícia Judiciária dos municípios de Alto Alegre, Bela Vista do Maranhão, Bom Jardim, Buriticupu, Igarapé do Meio, Monção, Pindaré-Mirim, Pio XII, Santa Luzia do Tide, São João do Caru, Satubinha e Tufilândia.

A deputada estadual Vianey elogiou o trabalho dos agentes, delegados e escrivães mas, sugeriu ao secretário de segurança que desmembre a regional, considerando que a população atendida pela 7ª Delegacia de Santa Inês é muito numerosa, e que, por isso, exige atenção redobrada da polícia civil. "A gente sabe da dificuldade do pouco efetivo e temos mais de um milhão de pessoa nessa área, secretário. A gente tem que ver como é que faz para desmembrar uma área tão grande. É muito serviço para essa corporação".
Deputada Vianey Bringel (PMDB)

Antes de finalizar o discurso, a deputada fez dois pedidos ao secretário de segurança: "Eu deixo aqui dois pedidos, secretário. Eu já pedi uma vez e vou pedir novamente, desta vez em público, para que fique registrado: Um IML e um corpo de bombeiros para nossa região". Solicitou em meio a aplausos da platéia.

Aluísio Mendes falou em seguida e respondeu à deputada. "Eu vou dizer à deputada: É um compromisso meu. Vamos planejar já para o próximo ano a instalação de um instituto de identificação criminal e de um corpo de bombeiros. A única dificuldade - que a deputada bem conhece - é o efetivo. Não adianta fazer o prédio se não tiver ninguém para assumir. A governadora já anunciou concurso para este ano e vamos cumprir esse compromisso firmado aqui com essa região".

O concurso público a que se referiu o secretário, será destinado para as polícias Civil, Militar e o Corpo de Bombeiros, que abrirá cerca de 1.500 mil novas vagas. O edital deverá ser publicado ainda neste primeiro semestre.

Ainda segundo Aluísio Mendes, "o próximo passo na área de estrutura de segurança pública aqui na região do Vale do Pindaré é a reforma do nosso Batalhão da Polícia Militar. Com a realização desse concurso vai haver um aumento significativo do efetivo do batalhão de Pindaré e os novos policiais serão recebidos em um prédio totalmente reformado.
Valter Costa falou sobre as mudanças no atendimento e
serviços prestados pela PC
O delegado regional Valter Costa afirmou que a população vai notar a diferença na qualidade do atendimento e do serviço prestado pela Polícia Civil da Regional, com as inaugurações do presídio e da delegacia. "Porque antes nós tínhamos desvio de funções. Antes deixávamos de atender alguma ocorrência por que estávamos levando presos para hospital, audiências etc. Isso não ocorre mais. Todas as nossas atenções estarão voltadas para a atender as ocorrências que, por ventura, surgirem", afirmou.
Deputada Vianey, Prefeito Atemir Botelho (Alto Alegre) e
vereador Ariel Miranda (Santa Luzia) 
O prefeito de Alto Alegre do Pindaré, Atemir Botelho, que, com exceção de Santa Inês, foi o único gestor da Região a participar da solenidade, afirmou que está feliz com a inauguração da delegacia. Para Atemir, a população de Alto Alegre do Pindaré ganha substancialmente com o novo perfil da Polícia Civil da região apresentado pela Secretaria de Segurança Pública.
Superintendente de Polícia Civil do Interior, Jair Paiva; Vereadora Creusa da Caixa (Santa Inês);
Delegada Geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Meneses; Deputada Vianey Bringel (PMD) e
Vereadora Toinha Leal (Santa Inês) 
Para a vereadora de Santa Inês, Creusa da Caixa, o governo cumpre o seu papel de estruturar a segurança pública do nosso estado. Santa Inês está de parabéns. A população precisa está segura e se sentir segura. Com o novo prédio, bem mais amplo e confortável, as mudanças serão sentidas já na primeira etapa, a do atendimento ao público.

O representante da Câmara de Vereadores de Santa Luzia, Ariel Miranda, também parabenizou a população pela conquista. Mas, o vereador não esqueceu de cumprir o compromisso firmado com a população daquele município. Ariel Miranda aproveitou a oportunidade, para solicitar ao secretário de segurança reforço no policiamento ostensivo de Santa Luzia.

A cerimônia de inauguração terminou por volta do meio-dia.






5 comentários

  1. Precisamos de um SAMU p/ atender os acidentes rotineiros motos e automoveis na cidade com urgência.

    ResponderExcluir
  2. o pedido de um samu e corpo de bombeiros tem que ser feito um projeto na assembléia legislativa ai se for aprovado vai ater a governadora. não é feito o pedido para o secretario a deputada vem com esse pedido para o secretario pensando que o povo é besta,porque ela não faz um projeto pedindo,ela sabe que é assim que funciona´,a deputada tá que nem carambolo só balançando a cabeça,eita deputada fraca tudo pra ela é só dinheiro querendo compra a dignidade do povo deputada vamos trazer alguma coisa pra santa ines pare de querer impedir quem quer trazer.

    ResponderExcluir
  3. depis de vim a verba diversas vesis do governo federal, para construir um presidio, a governadora do tapetão só faz a reforma da delegacia, pouca vergonha.

    ResponderExcluir
  4. Em Santa Inês a rotina quase que diária de homicídios e mostrada pelos veículos de comunicação de massa. Para termos uma maior compreensão sobre essa realidade, o consumo de drogas tem tomado dimensões preocupantes, tendo graves consequências, principalmente para jovens, crianças e adultos jovens, expressando-se nas várias interfaces da vida cotidiana, como por exemplo, em relação à família, comprometendo vínculos afetivos. A violência decorrente da ação das drogas; brigas, homicídios, furtos e roubos, entre outros é um fenômeno social que atravessa as fronteiras de classe, credo, raça ou cultura. Impelir toda responsabilidade na polícia não e justo, pois essa problemática não é só caso de polícia, mas sim de uma ação que deveria ter sido bem planejada, organizada e praticada pela assistência social, que se encontra encarcerada em uma inércia de compromisso, capacidade e responsabilidade por parte de sua gestão. A ideia de que temos, de conviver com um fracasso tão grande e tão visível é intolerável, mas sei que não e tão terrível quanto à aflição de uma mãe que sofre o infortúnio de ter um filho viciado ou chora pela morte desse filho. Ter humildade para seguir bons exemplos ou buscar estratégias eficientes para combater esse mal e priorizar na direção da assistência social pessoas compromissadas e capazes já é um bom começo, mas ignorar essa realidade e não ser capaz de se sensibilizar com o clamor das famílias por consequência da degradação de seus filhos, é permanecer com os olhos vendados. Os jovens que se encontram em situação de risco, não tem a atenção necessária e principalmente o acesso às informações ou motivações que lhes permita uma evasão do submundo que os acedia muito mais que as ações da assistência social. Por consequente, torna-se necessário por parte da direção da assistência social retirar-se do âmbito da inércia e do pensamento de que essa instituição serve apenas de fonte de salário fácil e da prática politiqueira [barganha de cargos] que sufoca a eficiência no serviço público; indicando na direção de vários segmentos do serviço público pessoas desqualificadas e descompromissadas com a mudança da atual realidade catastrófica e da falta de oportunidades que guia nossos jovens a um futuro duvidoso. Acima de tudo e preciso mudar esses conceitos egoístas assumindo compromissos que requerem a responsabilidade de entender a vital importância de ir ate esses jovens oferecendo-lhes a atenção e principalmente o que a constituição federal lhes garante de direito.

    ResponderExcluir
  5. A população do vale do pindaré realmente necessita, talvez mais de um IML do que do corpo de bombeiro, e se realmente acontecer será muito útil.
    é esperar para ver se não serão só promessas.

    ResponderExcluir

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags