PUBLICAÇÕES RECENTES

Pistoleiros pedem transferência do júri de Pedro Teles para capital alegando ‘jogo de cartas marcadas’

23 de abril de 2012






Empresário Pedro Teles
A defesa dos pistoleiros Moises Alexandre Pereira e Raimundo Pereira, acusados de matar no ano de 1997, em Barra do Corda, o líder comunitário e sem-teto Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, a mando do empresário Pedro Teles, ajuizaram nesta segunda-feira pedido no Tribunal de Justiça do Maranhão solicitando a transferência do julgamento para São Luís.

A alegação é de que das 25 pessoas selecionadas para participar do júri popular, pelo menos 20 têm ligação com o empresário, seu pai, o prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nezim, e o deputado Rigo Teles (PV), irmão de Pedro (veja relação abaixo).

“Verifica-se que a lista de jurados sorteados é totalmente viciada, não havendo qualquer imparcialidade dos mesmos, nem tampouco haveria possibilidade de excluir aqueles que poderiam ser imparciais, já que dos listados com alguma ligação com a família do pronunciado Pedro Teles, só sobrariam cinco jurados, número insuficiente para compor o corpo de jurados, pois todos são amigos ou tem alguma ligação com a família do pronunciado”, diz o pedido.

A petição é assinada por Leandro Morais Sampaio Peixoto, filho do ex-prefeito Avelar Sampaio (PTB). Na época, foi Avelar quem cedeu Moisés e Raimundo para atuarem como segurança de Nenzim. O ex-prefeito deve prestar depoimento durante o julgamento.

Leandro diz ainda na petição que cidades vizinhas como Grajaú e Presidente Dutra também não podem servir para a realização do júri, marcado para esta quarta-feira (25), porque Pedro Teles tem grande influência na região. Dos 25 jurados, apenas sete serão escolhidos para formar o júri. O advogado também ajuizou a petição na Corregedoria do Tribunal de Justiça no mesmo sentido.

Miguelzinho foi assassinado porque teria ocupado terras da família Teles em Barra do Corda.

1– Roservelt Guerra Gonçalves – irmão de Paulo Guerra, Assessor do deputado Rigo Teles, irmão do pronunciado Pedro;

2– Isamário Farias Lima – amigo íntimo da família e fornecedor da Prefeitura de Barra do Corda (gerente da Livraria do Estudante), a esposa, Joanice, é enfermeira contratada pela Prefeitura de Barra do Corda (conforme doc anexo);

3– Elker Sousa Ferreira – contratado da prefeitura como motorista, onde apenas recebe o salário, elencado na lista do mensalinho, pessoas que recebem salário do município sem trabalhar, e ainda amigo íntimo da família, um dos presidentes do bloco de carnaval Lisos dando shock, patrocinado exclusivamente por Rigo Teles.

4– Régis Moraes de Miranda – amigo particular do pronunciado Pedro teles, tem um prédio alugado para a prefeitura de depósito de merenda escolar;

5– Elinalda Rodrigues da Silva – está diretamente envolvida com o fato que culminou com a morte da vítima, Miguel Pereira Araújo. Era dona da terra invadida pela vítima. O marido dela é gerente do Posto Alvorada, de propriedade da família Teles e foi preso pela Polícia Federal junto com Pedro Teles.

6– Antonio Portilho Fonseca Filho – bioquímico contratado da prefeitura há mais de oito anos;

7– Idelbrando Alexandre Costa – motorista particular do Pedro Teles;

8– Bento Carreiro Carvalho – tem carro alugado para prefeitura, uma F-250;

9– Wilson da Silva Guimarães – fiscal da prefeitura;

10– Jean Amorim Pereira – filho do secretário de Administração da prefeitura, Gael Lobão;

11– Joana de Sousa Lima – esposa de Aldo Ribeiro, gerente do Banco de Empréstimo do pronunciado, Pedro Teles;

12– Manoel Moreira Lima – amigo de Pedro Teles, esposa é contratada pela Prefeitura Municipal de Barra do Corda;

13 – Rodrigo Silva Santos – motorista da Secretaria de Assistência Social de Barra do Corda e amigo íntimo da família Teles;

14 – José Arimateia Vilanova – “Vilar” amigo de Pedro Teles e ex-secretário da Secretaria de Indústria Comércio e Turismo da Prefeitura de Barra do Corda;

15 – Maria Edivania Pereira da Silva – Secretária da Abigail, mulher de Rigo Teles, está em cargo do Estado indicada pelo deputado;

16– Antonio Brás da Silva Filho – Amigo íntimo do pronunciado Pedro Teles;

17– Oliveira Florentino Filho – pré-candidato a Prefeito de Barra do Corda indicado pelo pronunciado Pedro, como noticiado por vários blogs (notícia anexa) trabalhou na Prefeitura como Secretário e é irmão do atual Secretário de Finanças;

18- Kelson Sousa Rabelo – Diretor do Hospital Municipal Acrísio Figueira, indicado por Pedro Teles;

19– George Alves Palma – vulgo “Bimbas”, proprietário de um lanche na cidade de Barra do Corda beneficiado pela prefeitura com a entrega do estabelecimento comercial, um dos presidentes do bloco de carnaval “Lisos ando Shock”, amigo íntimo da família Teles, ainda recebe salário pela prefeitura sem trabalhar;

20 – Roberto Gleison Gomes Jorge – motorista da vereadora Nilda Barbalho, esposa de Pedro Teles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags