PUBLICAÇÕES RECENTES

Ministro agradece Roseana por empenho no combate à febre aftosa

17 de abril de 2012






Governadora Roseana afirmou que combate à febre aftosa é prioridade
(Foto: Antonio Martins)
Os avanços e os esforços do Maranhão visando à erradicação da febre aftosa no estado foram reconhecidos em âmbito nacional. Por meio de ofício endereçado à governadora Roseana Sarney, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, agradeceu a dedicação e ressaltouas ações efetivas que estão sendo realizadas com esse objetivo,sob a coordenação da Secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).


“Agradeço a vossa excelência e a toda a equipe do Governo do Maranhão, pela dedicação e empenho que culminaram com significativos avanços no rumo da inclusão desse estado na Zona livre de febre aftosa”, afirmou o ministro.

A governadora Roseana Sarney disse estar feliz com o reconhecimento ao trabalho do Maranhão. “O governo tem o combate à febre aftosa como prioridade, pois sabemos da importância do mercado agropecuária para todo o estado. A declaração do ministro nos deu mais força para seguir combatendo essa doença que, com o trabalho sério que vem sendo desenvolvido, estásendo erradicada de nosso estado”, destacou a governadora Roseana.

No documento, Mendes Ribeiro Filho assinalou, ainda, que o “Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA) demonstra a qualidade das ações de sanidade animal desenvolvidas no país, devendo ser encarado como patrimônio da sociedade e do mundo, pois o Brasil abastece a quase totalidade dos países”. Ao final, foi taxativo em tom de conclamação: “Busque, em caráter prioritário, como vem demonstrando, a solução das deficiências que ainda persistem para que possamos inserir de forma sustentável esse estado na atual zona livre de febre aftosa”.

Calendário
O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Cláudio Azevedo,ressaltou que o reconhecimento é muito importante e comprova que o Maranhão está no rumo certo, já que oestadotrabalha, atualmente, pela conquista do novo status sanitário de Zona livre de febre aftosa.“Estamos atendendo a todas as exigências do Mapa”, afirmou.

Ele informou, ainda, que por conta dos procedimentos exigidos pelo Ministério, este ano a Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosaacontecerá de 1º a 30 de junho. A mudança no calendário - a vacinação ocorria sempre de 1º a 31 de maio - se deve à realização do inquérito epidemiológico do rebanho e segue umadeterminação do Mapa, que também alterou o período de realização da campanha nos estados de Alagoas, Ceará, Pará, Pernambuco e Piauí, todos candidatos à zona livre da doença.

De acordo com Cláudio Azevedo, a sorologia a ser realizada tem como objetivo constatar a inexistência do vírus da aftosa e faz parte das ações do Projeto de Ampliação da Zona Livre de Febre Aftosa, desenvolvido pelo Mapa, em parceria com os governos estaduais.

No Maranhão serão sorteadas inicialmente cerca de 340 propriedades em 147 municípios, onde parte do rebanho será selecionado para a coleta de sangue e análise laboratorial. Após o término do envio de todo o material coletado para laboratórios credenciados pelo Mapa, estima-se que o Ministério realizará a análise sorológica em um período de 60 dias, que coincidirá com o prazo final para a conclusão dos relatórios de auditoria realizada nos estados candidatos à zona livre.

As primeiras atividades serão a organização das equipes e treinamento dos técnicos que participarão dos trabalhos nos estados, ainda neste mês. O cronograma segue com ações - como visita prévia às propriedades, coleta de amostras, inspeções clínicas e testes laboratoriais e até outubro, quando serão analisados os resultados e avaliado, com outros dados dos serviços veterinários estaduais, o bloco poderá ser reconhecido como livre de aftosa com vacinação.

O cronograma para a conquista da zona livre de febre aftosa foi iniciado em fevereiro deste ano, quando técnicos do Mapa realizaram uma nova auditoria nos estados avaliados, para checar o cumprimento dos itens apontados na primeira avaliação. Nesta nova auditoria, o Maranhão se destacou mais uma vez e foi o único estado a alcançar 100% de satisfação nos 27 itens avaliados pelo Mapa.
(Secom/Sagrima)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags